segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Marina Silva e Eymael anunciam apoio a Haddad no segundo turno

Marina Silva declarou 'voto crítico', enquanto Eymael anunciou apoio após fala de filho de Bolsonaro sobre STF


A candidata da Rede, Marina Silva, declarou nesta segunda-feira (22), "voto crítico" no candidato do PT, Fernando Haddad, no segundo turno da eleição contra Jair Bolsonaro, do PSL.

"Diante do pior risco iminente, de ações que, como diz Hannah Arendt, 'destroem sempre que surgem', 'banalizando o mal', propugnadas pela campanha do candidato Bolsonaro, darei um voto crítico e farei oposição democrática a uma pessoa que, 'pelo menos' e ainda bem, não prega a extinção dos direitos dos índios, a discriminação das minorias, a repressão aos movimentos, o aviltamento ainda maior das mulheres, negros e pobres, o fim da base legal e das estruturas da proteção ambiental, que é o professor Fernando Haddad", disse Marina em nota. Marina ficou em oitavo lugar no primeiro turno, com 1% dos votos.

Já José Maria Eymael (DC) publicou uma mensagem em seu perfil no Facebook declarando apoio ao candidato do PT, Fernando Haddad, após as declarações do deputado Eduardo Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro (PSL), virem a público. Segundo Eymael, os comentários "afastam qualquer possibilidade de neutralidade".

"Proponho ao Candidato a Presidente, Fernando Haddad, que ULTRAPASSE as fronteiras do PT e firme, com as Lideranças Político Partidárias Democráticas do País, o PACTO NACIONAL PELA DEMOCRACIA NO BRASIL!", declarou o Eymael, que obteve 41.710 votos no domingo do 1º turno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do blog IRAPUAN PINHEIRO NOTÍCIAS