quinta-feira, 19 de abril de 2018

Entra em vigor pena maior para motorista bêbado que mata em acidente


Entra em vigorar nesta quinta-feira (19) a Lei 13.546/2017, que ampliou as penas mínimas e máximas para o condutor de veículo automotor que provocar, sob efeito de álcool e outras drogas, acidentes de trânsito que resultarem em homicídio culposo (quando não há a intenção de matar) ou lesão corporal grave ou gravíssima. A nova legislação, sancionada pelo presidente Michel Temer em dezembro do ano passado, modificou artigos e outros dispositivos do Código Brasileiro de Trânsito (Lei 9.503/1997).

Antes, a pena de prisão para o motorista que cometesse homicídio culposo no trânsito estando sob efeito de álcool ou outras drogas psicoativas variava de 2 a 5 anos. Com a mudança, a pena aumenta para entre 5 e 8 anos de prisão. Além disso, a lei também proíbe o motorista de obter permissão ou habilitação para dirigir veículo novamente. Já no caso de lesão corporal grave ou gravíssima, a pena de prisão, que variava de seis meses a 2 anos, agora foi ampliada para prisão de 2 a 5 anos, incluindo também a possibilidade de suspensão ou perda do direito de dirigir.

As alterações no Código Brasileiro de Trânsito (CBT) também incluem a tipificação como crime de trânsito a participação em corridas em vias públicas, os chamados rachas ou pegas. Para reforçar o cumprimento das penas, foi acrescentada à legislação um parágrafo que determina que "o juiz fixará a pena-base segundo as diretrizes previstas no Artigo 59 do Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), dando especial atenção à culpabilidade do agente e às circunstâncias e consequências do crime".

Para a professora Ingrid Neto, doutora em psicologia do trânsito e coordenadora de um laboratório que pesquisa o tema no Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), uma legislação que endureça as penas para quem comete crimes de trânsito é importante para coibir a prática, mas não pode ser uma ação isolada. "Quando a gente fala em segurança do trânsito, estamos tratando desde as ações de engenharia e infraestrutura das vias, o trabalho de educação no trânsito [voltado à prevenção], e o que chamamos de esforço legal, que é justamente uma legislação dura, que as pessoas saibam que ela existe, mas combinada com um processo efetivo de fiscalização", argumenta.

Para Ingrid, por mais dura que seja um legislação, ela não terá efeitos se não vier articulada com outras iniciativas complementares. "Na lei seca [que tornou infração gravíssima dirigir sob efeito de álcool] nós vimo isso. No começo, houve uma intensa campanha de educação e fiscalização, o que reduziu de forma significativa o índice de motoristas que bebe e insistem em dirigir, mas a partir do momento que a fiscalização foi reduzida, as pessoas se sentiram novamente desencorajadas a obedecer a lei", acrescenta. 

(Agência Brasil)

Com boas chuvas, 'seca relativa' no Ceará cai 25% em comparação ao mesmo período do ano passado

Monitor faz acompanhamento regular e periódico da situação da seca no Nordeste, cujos resultados consolidados são divulgados por meio de mapas.

Ceará fechou março com seu território 25,48% sem seca relativa. (Foto: Funceme)
O mais recente mapa do Monitor de Secas do Nordeste aponta que o Ceará fechou março com 25,48% do território sem seca relativa. Os resultados foram elaborados pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) em conjunto com outros institutos de meteorologia do Nordeste e coordenado pela Agência Nacional das Águas (ANA).

O dado ainda é considerado alarmante, pois 74,52% do Estado encontra-se com algum nível de seca relativa. Porém, quando comparado com a março de 2017, o cenário é melhor, pois o Estado não tinha área livre de seca naquela época. Além disso, o Ceará não possui área com o nível mais severo da estiagem.

Chuvas ajudam a diminuir seca

De acordo com o supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme, Raul Fritz, a redução se deu pelas chuvas registradas durante os dois primeiros meses da quadra chuvosa, ou seja, fevereiro e março.

“As precipitações, apesar de, no último mês, terem ficado abaixo da média, foram responsáveis pela diminuição dos impactos da seca, principalmente na faixa litorânea e no noroeste do Ceará”, explica o meteorologista.

No comparativo com o mapa do Monitor de Secas de fevereiro, não houve mudanças significativas. Na parte norte do Estado onde, em algumas áreas, as precipitações foram regulares ao longo de março, os indicadores mostram uma redução de um nível de severidade da seca, além de um aumento na área sem seca. Já a parte centro-sul, as precipitações de março foram irregulares e os indicadores de curto e longo prazo não indicam mudança no cenário de forma geral.

Ceará recebeu boas chuvas em todo território deste início de ano.
(Foto: Tadeu Feitosa/Arquivo Pessoal)
Monitoramento

O Monitor de Secas é um processo de acompanhamento regular e periódico da situação da seca no Nordeste, cujos resultados consolidados são divulgados por meio de mapas.

Mensalmente, informações sobre a situação de secas são disponibilizadas até o mês anterior, com indicadores que refletem o curto prazo (últimos 3, 4 e 6 meses) e o longo prazo (últimos 12, 18 e 24 meses), indicando a evolução da seca na região.

Além do site, é possível acompanhar os dados por meio de aplicativo gratuito para smartphones de todas as plataformas.

Aporte nos açudes

Conforme a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), as chuvas na bacia de contribuição do Açude Castanhão – o maior reservatório do Estado, e uma das maiores barragens de múltiplos usos do Nordeste – elevaram as suas reservas de 139,5 milhões de metros cúbicos de água em fevereiro para 487,61 milhões de metros cúbicos até esta quarta-feira (18).

O volume mais que triplicou no período, saltando de 2,08% para 7,28%. O açude continua recebendo aportes significativos. Contudo, é necessário ressaltar que os níveis ainda são baixos, visto que o Castanhão é um reservatório estratégico não só para o Vale do Jaguaribe – onde estão várias cidades de porte médio e a maior área irrigada do Estado –, como para a Região Metropolitana de Fortaleza. A capacidade total do Castanhão é de 6,7 bilhões de metros cúbicos.

Castanhão recebeu bom aporte e sua capacidade aumentou, segundo a Cogerh
(Foto: TV Globo/Reprodução)
(Do G1 CE)

Sobe para quatro o número de mortes por H1N1 no Ceará neste ano

Cidades onde ocorreram os óbitos foram Fortaleza, Iracema, Solonópole e Eusébio.

Quatro pessoas morrem com H1N1 no Ceará
Subiu para quatro o número de mortes por gripe influenza A H1N1 no Ceará neste ano. As cidades onde ocorreram os óbitos foram Fortaleza, Iracema, Solonópole e Eusébio. O número de casos da doença chega a 27 no Ceará. Os registros da doença foram confirmados em sete cidades do estado, a maior parte delas em Fortaleza.

Por conta do aumento no número de mortes em decorrência da influenza, a Secretaria da Saúde do Ceará antecipou para esta sexta-feira (20) o início da campanha de vacinação contra a doença.

Campanha de vacinação

Segundo a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), nesta quinta-feira (19) é concluída a distribuição da primeira remessa da vacina para as Coordenadorias Regionais de Saúde, que enviam para os municípios.

As doses previnem contra três tipos de influenza: influenza A H1N1, influenza A H3N2 e Influenza B. O tipo que tem despertado maior preocupação nas autoridades e na população é a H1N1, responsável por quatro mortes no Ceará este ano.

Em todo o Ceará devem se vacinar 2.286.637 de pessoas dos grupos prioritários. Estão no grupo prioritário:
  • idosos a partir de 60 anos
  • crianças de seis meses aos menores de cinco anos
  • trabalhadores de saúde
  • professores das redes pública e privada
  • povos indígenas
  • gestantes e mães com até 45 dias após o parto
  • pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas
  • funcionários do sistema prisional
Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar, alerta a secretaria.

Cuidados necessários

Além da vacina, há outras formas de prevenção e de ajudar a não propagar a doença, recomendadas pela Secretaria da Saúde. São elas:
  • Lavar e higienizar as mãos com frequência
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talher, copo e garrafa
  • Evitar tocar mucosas do olho, nariz e boca
  • Ter boa alimentação e beber bastante líquido
  • Evitar contato com pessoas que estejam com sintomas da gripe
  • Manter a sua casa bem arejada
Fonte: G1 CE

Mantida prisão de ex-gerente do BB de Acopiara condenado a 630 anos de prisão

(Foto - Honório Barbosa / Diário do Nordeste) 
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou seguimento (julgou inviável o trâmite) ao Habeas Corpus (HC) 152838, em que a defesa do ex-gerente do Banco do Brasil em Acopiara (CE) Cleone César Bezerra Pianco, condenado a 630 anos de reclusão pela prática de lavagem de dinheiro, peculato, falsificação de documento público e inserção de dados falsos em sistema de informações, pedia a revogação da sua prisão preventiva.

Pianco foi condenado pelo juízo da 2ª Vara de Acopiara, que lhe negou o direito de recorrer em liberdade. A defesa então interpôs apelação ao Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE), ainda pendente de julgamento. Em seguida, pedido de liminar em habeas corpus foi indeferido por decisão monocrática do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

No HC impetrado no Supremo, a defesa alega excesso de prazo da prisão preventiva (mais de quatro anos) e do julgamento do recurso de apelação, interposto há mais de três anos.

Decisão

O ministro Gilmar Mendes afirmou que o caso não autoriza a superação da Súmula 691 do Supremo, a qual estabelece que não compete ao STF conhecer de habeas corpus impetrado contra decisão do relator que, em HC requerido a tribunal superior, indefere a liminar. Segundo explicou, a aplicação do verbete tem sido afastada apenas em situações excepcionais, como nas hipóteses de decisão contrária à jurisprudência do STF ou de flagrante constrangimento ilegal. “Na hipótese dos autos, não vislumbro nenhuma dessas situações”, afirmou.

O relator citou trechos de decisões de instâncias anteriores segundo os quais a necessidade da prisão preventiva do condenado se justifica pela garantia da ordem pública, em face da sua periculosidade, do risco concreto de reiteração delitiva e para assegurar a aplicação da lei penal, pois trata-se de criminoso habitual que lesionou o patrimônio de dezenas de vítimas. Já sua periculosidade decorre do modus operandi da empreitada criminosa, evidenciada através de um esquema de fraudes bancárias extremamente complexo.

Ao julgar incabível o habeas corpus, o relator, no entanto, recomendou ao TJ-CE celeridade no julgamento do recurso da defesa.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Supremo Tribunal Federal - STF

Marco Aurélio manda nova ação sobre 2ª instância para plenário do STF

O ministro do STF Marco Aurélio Mello é o relator ADC 
(José Cruz/Agência Brasil)
O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou nesta quinta-feira (19) para julgamento no plenário da Corte uma nova ação declaratória de constitucionalidade (ADC) contra a prisão após a condenação em segunda instância. O processo foi aberto na quarta-feira (18) pelo PCdoB.

A inclusão da ADC na agenda do plenário depende agora da presidente Cármen Lúcia, responsável pela elaboração da pauta de julgamentos. Marco Aurélio enviou a ação ao pleno antes de decidir sobre a concessão ou não de uma liminar (decisão provisória) solicitada pelo partido.

Na nova ADC, assinada pelo jurista Celso Bandeira de Mello, que representa o PCdoB, o partido defende que uma pessoa só pode ser considerada culpada após o chamado trânsito em julgado, quando não cabem mais recursos em nenhuma instância da Justiça, incluindo o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o próprio STF.

A legenda pede uma liminar urgente para “impedir e tornar sem efeito qualquer decisão que importe em execução provisória de pena privativa de liberdade sem a existência de decisão condenatória transitada em julgado”.

A ação foi aberta pelo partido depois da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve um habeas corpus preventivo negado pelo STF sob o argumento de que o entendimento atual da Corte permite a execução provisória de pena logo após o encerramento do processo em segunda instância, sem que seja necessário aguardar os recursos a instâncias superiores.

ADCs

Outras duas ADCs sobre o assunto tramitam no STF, uma de autoria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e outra aberta pelo PEN (Partido Ecológico Nacional). O mérito de ambas ainda não foi julgado, mas Cármen Lúcia já indicou que não pretende incluí-las na pauta do plenário.

Horas depois de o STF ter negado o habeas corpus de Lula, em sessão encerrada na madrugada do último dia 5, o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, que representava o PEN, entrou com um pedido de liminar para garantir a liberdade de todos os condenados em segunda instância que ainda tenham recursos pendentes.

Logo em seguida, o presidente do partido, Adilson Barroso, destituiu o advogado e pediu a suspensão da ação, afirmando que o PEN é de direita e por isso não poderia defender algo com o potencial de beneficiar Lula.

(Agência Brasil)

Supremo Tribunal Federal concede prisão domiciliar a Paulo Maluf


O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira, 19, conceder prisão domiciliar ao deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) por razões de saúde.

A questão foi decidida após a votação na qual a Corte definiu que Maluf não pode recorrer em liberdade da condenação de 7 anos e 9 meses de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro.

A decisão confirma liminar proferida pelo ministro Dias Toffoli, que, no mês passado, determinou que o deputado passe do regime fechado, no presídio da Papuda, em Brasília, para prisão domiciliar.

Durante o julgamento, os ministros debateram se deveriam analisar a decisão de Dias Toffoli de ter concedido habeas corpus a Maluf ou a proposta de Fachin de que o tribunal confirmasse a concessão da prisão domiciliar sem avaliar o mérito da decisão de Dias Toffoli.

Dias Toffoli negou que tenha derrubado a decisão de Fachin - que determinou a prisão do deputado - ao conceder a prisão domiciliar. O ministro defendeu a possibilidade de concessão de habeas corpus contra a decisão de um colega em casos envolvendo inquéritos, ações penais e extradições. Segundo o ministro, o plenário poderia derrubar a decisão, somente em casos excepcionais.

Se a tese de Dias Toffoli tivesse sido julgada pelo plenário, poderia haver o entendimento de que um ministro pode derrubar a decisão de um colega, o que afetaria os processos de investigados da Operação Lava Jato.

Atualmente, Maluf está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. De acordo com o último boletim médico, divulgado na terça-feira (17), ele faz tratamento contra um câncer de próstata, que está em estágio evoluído, com metástase.

(Agência Brasil)

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Sem Lula, votos nulos e brancos 'ganham eleição', mostra Datafolha

(Foto: Ricardo Stuckert)
Sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os votos nulos e em branco ‘lideram’, de acordo com a pesquisa Datafolha, a primeira feita após a prisão do petista.

Nos seis cenários do levantamento sem o líder petista, a porcentagem de votos brancos e nulos varia entre 23% e 24%, ou seja, maior do que a intenção de voto no candidato em primeiro lugar. No cenário com Lula, os votos brancos e nulos variam de 13% a 14%. Entre os eleitores de Lula, um terço prefere votar em branco ou anular o voto, em vez de escolher outro nome, segundo a pesquisa.

Mesmo com Lula preso por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá, a cúpula do partido já disse que pretende manter sua candidatura. Apesar de a Lei da Ficha Limpa tornar inelegíveis candidatos condenados em tribunal colegiado, caso do ex-presidente, a legislação permite que ele peça o registro de candidatura e que o partido faça campanha até a Justiça Eleitoral decidir sobre o caso.

Fernando Haddad e Jaques Wagner, cotados para substituir Lula como candidato do Partido dos Trabalhadores não atingem mais de 2% das intenções de voto na pesquisa. Guilherme Boulos e Manuela D’Ávila, pré-candidatos de esquerda, também não vão além.

A pré-candidata da Rede, Marina Silva, herdaria o maior percentual de votos de Lula (20%), em uma eleição sem o líder petista, seguida de Ciro Gomes, do PDT (15%). O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) ganharia 5% dos votos de Lula, Geraldo Alckmin (PSDB) 5%, Joaquim Barbosa (5%), Ávaro Dias (Podemos) 3%.

Apenas 3% dos eleitores de Lula disseram que votariam em Fernando Haddad (PT) e em Manuela D’ Ávila (PCdoB). Segundo o mesmo levantamento, porém, dois de cada três eleitores do ex-presidente dizem que votariam em um candidato indicado por ele. Votariam em outros 7%, em branco ou nulo, 32%. Não souberam responder 3%.

A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 11 e 13 de abril, em 227 municípios. Foram feitas 4.194 entrevistas A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Fonte: Yahoo Notícias

Em dia com menos chuvas pelo Estado, Viçosa do Ceará é destaque

O Estado registrou um dos menores números de municípios com chuva desde a última semana, 74 cidades. Viçosa do Ceará tem maior precipitação, 87 milímetros

(Foto: Reprodução/ Funceme)
O Ceará teve, entre terça-feira e quarta-feira, um dos menores números de municípios com chuva comparado aos últimos dias, apenas 74, até às 14h55min. Conforme dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), o maior volume registrado entre as 7 horas da última terça-feira, 17, e o mesmo horário desta quarta-feira, 18, foi em Viçosa do Ceará (87 milímetros), na serra da Ibiapaba. Ipueiras (57 mm) e Itaitinga (38 mm) seguem na lista das maiores precipitações.

Na última sexta-feira, 13, o Ceará teve a maior chuva do ano, em Icapuí, com 255 mm. A semana também teve volumes consideráveis, com precipitações acima de 100 mm quase todos os dias. Nesta quarta-feira, 103 de 186 postos informados registraram chuva.

A previsão da Funceme para o resto do dia é de predominância de nebulosidade variável com eventos de chuva no centro-norte do Estado e céu parcialmente nublado nas demais regiões. Para a próxima quinta-feira, 19, o órgão prevê nebulosidade variável com eventos de chuva no centro-norte do Estado e céu parcialmente nublado nas demais regiões.

Confira as 10 maiores chuvas por Municípios no dia:

Viçosa do Ceará (Posto: Lambedouro) : 87.0 mm

Ipueiras (Posto: Ipueiras) : 57.0 mm

Itaitinga (Posto: Seman) : 38.0 mm

Mombaça (Posto: Mombaca) : 33.0 mm

Ibaretama (Posto: Ibaretama) : 32.0 mm

Uruoca (Posto: Uruoca) : 30.0 mm

Ibaretama (Posto: Fazenda Niteroi) : 28.0 mm

Ipueiras (Posto: Matriz) : 25.0 mm

Tianguá (Posto: Tiangua) : 24.6 mm

Ubajara (Posto: Ubajara) : 24.2 mm

(Do O POVO Online)

Após janela partidária, ALCE revela novos líderes e vice-líderes de partidos


Com o fim da janela partidária, período em que os parlamentares realizam trocas de partidos, foi anunciada, ontem, durante sessão plenária da Assembleia Legislativa, a nova configuração de líderes e vice-líderes das bancadas da AL.

O deputado Osmar Baquit (PDT), que presidiu a sessão no momento do comunicado, elencou os partidos e os deputados que agora ocupam as lideranças e vice-lideranças, como forma de manter a população informada sobre as novas configurações.

Os deputados Moisés Braz e Elmano Freitas são, respectivamente, líder e vice-líder do PT. No PCdoB, a liderança ficou a cargo do deputado George Valentim. O bloco parlamentar formado por PDT, PP, Patri, DEM, PRP e PSB tem como líder o deputado Ferreira Aragão (PDT) e como vice-líderes os deputados Jeová Mota (PDT), Bruno Pedrosa (PP) e Leonardo Pinheiro (PP).

A liderança do PSDB ficou a cargo do deputado Carlos Matos. Os deputados Agenor Neto e Walter Cavalcante são, respectivamente, líder e vice-líder do MDB. Já o PSDC tem como líder o deputado Ely Aguiar.

O deputado Capitão Wagner é líder do Pros, que tem como vice-líder o deputado Roberto Mesquita. No PR, a liderança é da deputada Dra. Silvana. O deputado Odilon Aguiar é líder do PSD. No PRP, o deputado Joaquim Noronha é o líder. Já o Psol tem como líder o deputado Nestor Bezerra. No Solidariedade, o deputado Heitor Férrer é o líder e a deputada Aderlânia Noronha, a vice-líder.

O PPS tem como líder o deputado Tomaz Holanda. Já a base do governo é liderada pelo deputado Evandro Leitão (PDT) e tem como vice-líderes os deputados José Sarto (PDT), Osmar Baquit (PDT) e Rachel Marques (PT).

Fonte: O Estado

MPCE entra com ação de improbidade contra prefeito de Iguatu por lixão irregular


O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça do Juizado Cível e Criminal de Iguatu, ajuizou, na segunda-feira (16/04), uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito de Iguatu, Ednaldo de Lavor Couras, e do ex-secretário de Meio Ambiente, Fábio Lima Bandeira, pela transferência do lixão municipal para outra área sem licenciamento ambiental.

Em janeiro de 2017, a Prefeitura de Iguatu interditou o lixão localizado na saída para a cidade de Icó, argumentando que trazia muitos prejuízos à saúde dos moradores das comunidades vizinhas e aos habitantes da cidade, por ser muito próximo da sede do município. Os resíduos passaram a ser levados para um novo terreno, que a Prefeitura optou por chamar de “lixo controlado”, localizado no Sítio Caiçaras, área rural do município, local onde seria, segundo a administração municipal, construído o futuro aterro sanitário.

A Promotoria de Justiça instaurou um inquérito para apurar a regularidade da mudança e verificou-se que o Município não possuía as licenças ambientais necessárias para a instalação e funcionamento do equipamento. Foi verificado, ainda, que, segundo estudo preliminar realizado pela Secretaria das Cidades, do Governo do Estado do Ceará,– e do qual o Município tinha conhecimento – a área escolhida pelo Município não se encontrava dentre as áreas apontadas como adequadas para a instalação de um aterro sanitário, por se encontrar dentro da área de Gerenciamento de Risco Aviário e por não respeitar as áreas de preservação permanente de recursos hídricos.

Diante da inexistência das licenças ambientais e da inadequação da área para receber um equipamento desta natureza, o MPCE recomendou a imediata suspensão do envio de resíduos sólidos para o novo local e, ainda, a apresentação, no prazo de trinta dias, de plano de recuperação ambiental da área degradada.

O Município atendeu à Recomendação no que se referia à suspensão das atividades no local, mas não realizou a recuperação do terreno. Segundo o cronograma apresentado pela própria Prefeitura, todas as etapas do plano deveriam ter sido implementadas até o mês de agosto de 2017. Entretanto, o que se percebe é que, até a presente data, apenas uma limpeza superficial foi realizada no local.

Assim, os gestores municipais responderão por ato de improbidade administrativa, por violação ao princípio da legalidade, dentre outros princípios da Administração Pública, e por terem causado prejuízo ao erário, que é quem financiará, de imediato, o ônus financeiro para recuperação do local. Isto tudo, sem prejuízo na responsabilização penal pelos crimes contra o Meio Ambiente.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Ministério Público do Estado do Ceará

Randolfe Rodrigues protocola pedido de impeachment contra Temer


O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) protocolou nesta quarta-feira (18), na Câmara dos Deputados, um pedido de impeachment contra o presidente Michel Temer. O parlamentar argumenta que houve suposto crime de responsabilidade durante depoimento prestado à Polícia Federal.

No pedido, Randolfe pede esclarecimentos sobre as declarações prestadas pelo presidente da República relacionadas ao financiamento de campanha em 2014. Ele solicita ainda informações sobre recursos utilizados para a reforma e ampliação da casa de Maristela Temer, filha do presidente da República.

Ao protocolar o pedido na Mesa Diretora, o senador estava acompanhado de dois membros da Executiva Nacional da Rede: Pedro Ivo e Laís Garcia.

Cabe ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), definir se dará prosseguimento ao pedido de impeachment ou arquivá-lo.

Fonte: Agência Brasil

TRF-4 rejeita último recurso de Lula em segunda instância no caso do tríplex

(Foto: Leonardo Benassatto/Reuters)
A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) rejeitou na tarde desta quarta-feira o segundo embargos de declaração apresentados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a condenação do petista pela corte no processo do tríplex do Guarujá (SP).

O recurso, o último julgado pelo TRF-4, foi rejeitado por unanimidade dos ministros da turma: o juiz federal Nivaldo Brunoni, convocado pela corte, e os desembargadores Leandro Paulsen e Victor Laus.

O pedido não foi sequer conhecido pelos integrantes da turma, o que significa que eles nem sequer analisaram o mérito dos questionamentos.

O segundo embargos de declaração da defesa do petista tinha sido apresentado e pedia, entre outras demandas, a nulidade do processo baseado na suspeição de Moro, que condenou o ex-presidente em primeira instância a 9 anos e 6 meses de prisão. A condenação foi confirmada pela 8ª Turma do TRF-4 e a pena foi aumentada.

Lula está preso desde sábado retrasado na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, local em que cumpre pena de 12 anos e 1 mês de prisão, em regime fechado, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A decisão de deter o ex-presidente, tomada pelo juiz federal Sérgio Moro após aval do TRF-4, quando este rejeitou os primeiros embargos, pegou de surpresa os advogados e aliados do petista por avaliarem que a Justiça iria esperar ao menos o julgamento dos segundos embargos de declaração para decidir sobre a execução da pena dele.

Esse é o último recurso de Lula no TRF-4. Agora, o ex-presidente deverá entrar com recursos no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF) questionando a sua condenação.

Lula, que lidera as pesquisas de intenção de voto para a Presidência na eleição de outubro, foi condenado por receber o tríplex como propina paga pela empreiteira OAS em troca de contratos na Petrobras, no entendimento de Moro e dos três desembargadores da 8ª Turma.

O petista deve ficar impedido de entrar na corrida presidencial por causa da Lei da Ficha Limpa, que torna inelegíveis condenados por órgãos colegiados da Justiça, caso da 8ª Turma do TRF-4.

Lula nega ser dono do imóvel, assim como quaisquer irregularidades, e afirma ser alvo de uma perseguição política promovida por setores da imprensa, do Judiciário, do Ministério Público e da Polícia Federal com o objetivo de impedi-lo de ser candidato.

(Da Reuters)

terça-feira, 17 de abril de 2018

Secretaria da Saúde confirma 7 casos e 3 mortes por H1N1 no Ceará

Dados se referem ao período de 1º de janeiro a 14 de abril deste ano. Campanha de vacinação terá início no próximo dia 23 em todo o País

De acordo com a Sesa, a campanha nacional de vacinação
 contra a influenza deve ter início no próximo dia 23
O Ceará tem, até o momento, 7 casos confirmados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) provocada pelo vírus A H1N1. Segundo informações da Secretaria da Saúde do Estado(Sesa), três pessoas morreram em face da doença neste ano. Além destes, o Estado também contabiliza um caso de SRAG causada pelo vírus influenza B.

Os dados são referentes ao período de 1º janeiro a 14 de abril deste ano. Em 2017, o Ceará registrou 36 casos de SRAG por influenza (vírus A H1N1 e B) e cinco óbitos.

Diante do cenário epidemiológico observado, a Secretaria orienta aos profissionais de saúde que sejam notificados todos os casos internados ou aqueles que tenham evoluído para óbito.

De acordo com a Sesa, a campanha nacional de vacinação contra a influenza deve ter início no próximo dia 23 e seguirá até 1º de junho. O dia 12 de maio será o dia "D" de mobilização nacional.

Fazem parte dos grupos prioritários da imunização crianças de 6 meses a 5 anos de idade; trabalhadores de saúde; gestantes; puérperas; população indígena; idosos de 60 anos ou mais; portadores de doenças crônicas; adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema Prisional.

Ao todo, cerca de 2,2 milhões de doses serão distribuídas para os 184 municípios cearenses. A meta da Sesa é atingir 90% de cobertura vacinal entre os grupos prioritários.

Arte mostra como se prevenir contra a doença
População também busca clínicas particulares 

Temendo a transmissão pelo vírus H1N1 e com pressa por uma imunização, muitas pessoas têm procurado clínicas particulares e, mesmo assim, enfrentado filas e tempo de espera. Na Clínica de Vacinação Dra. Núbia Jacó, na Aldeota, desde sábado (14), estão sendo distribuídas, em média, 700 vacinas. O normal é de 70 unidades por dia.

“O que temos percebido é que muita gente, a grande maioria com crianças, vêm com bastante pânico. No começo identificamos muitas fake news, mas é importante não esquecer de que este vírus realmente não é inofensivo”, explica o Dr. João Cláudio Jacó, diretor da clínica.

Segundo o diretor, a clínica abriu no último domingo (15) e provavelmente também atenderá no próximo (22). Sempre neste período de chuvas, ele conta que o espaço recebe esse número maior de pacientes, a grande maioria com crianças. Ele ressalta que o atendimento na instituição é de 10 minutos para espera e mais 10 para o momento da vacina em si.

No entanto, a paciente Marilene Costa e Silva, 63, esperava há meia hora quando falava com a reportagem. “Vou esperar, mesmo ainda tendo 100 pessoas na minha frente. Vou esperar porque estou preocupada”, conta a senha número 303.

Na clínica Imunize, ao meio dia as doses já tinham acabado. A empresária Rachel Cavalcante levou os dois filhos, de três e oito anos, para tomarem a vacina. “Estamos aqui por causa do pânico. Não queremos passar por isso. É mais por medo mesmo”, relata. Nesta clínica, as doses só retornarão ao número normal na sexta.

O empresário Eduardo Filomeno levou o pequeno Rafael, 3, para tomar pela segunda vez a vacina contra o H1N1. Teve sorte ao pegar uma das 40 doses restantes da manhã, mas não conseguiu uma para si mesmo, só para o filho. “A prioridade é ele”, resume. O preço nas duas clínicas é de R$140.

Fonte: Diário do Nordeste

Sete municípios do Ceará registram chuvas acima de 100 milímetros

As regiões do Litoral Norte, Jaguaribe, da Serra da Ibiapaba e Sertão Central e Inhamuns receberam boas chuvas.


Sete cidades registraram chuvas acima de 100 milímetros entre as 7 horas de segunda-feira (16) e o mesmo horário desta terça-feira (17). A maior precipitação ocorreu no município de Aracoiaba, no Maciço de Baturité, com 136 milímetros. Em Fortaleza choveu 65,4 milímetros desde a meia-noite .

Quixadá, Ibaretama e Cariré vêm logo atrás com 125 mm, 122 mm e 104 mm, respectivamente. Até as 14h55min, choveu em 123 municípios, de acordo com dados parciais da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). As regiões do Litoral Norte, Jaguaribe, da Serra da Ibiapaba e Sertão Central e Inhamuns receberam boas chuvas.

Rio Arabê trasborda

Na Serra da Ibiapaba, o Rio Arabê transbordou na tarde de segunda-feira. Nos vídeos gravados por moradores dá para ver que uma correnteza se formou em baixo de uma ponte. Em outro trecho a água invadiu a pista. Os motoristas tiveram que passar com cuidado. Quem mora perto do rio viu a casa ser invadida pela água. No Bairro Cachoeira não dava mais nem pra ver as ruas e as calçadas. Os moradores de São Benedito disseram que a última vez que o Rio Arabê transbordou foi em 2009.

Em Granja, na Região Norte do Estado, a chuva voltou a causar transtornos para moradores. A situação é pior para quem mora nas localidades. Muitas famílias estão isoladas. Já em Jaguaruana, Região do Jaguaribe, o nível do Rio Serafim subiu e alagou uma passagem molhada.

Previsão para terça-feira:
  • Predomínio de céu nublado com chuva no centro-norte do estado. No sul, nebulosidade variável com eventos de chuva.
Previsão para quarta-feira:
  • No decorrer do dia, nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões.
Previsão para quinta-feira:
  • Nebulosidade variável com possibilidade de chuva em todas as regiões ao longo do dia.
Confira as 10 maiores chuvas por Municípios no dia:
  • Aracoiaba (Posto: Furnas) : 136.0 mm
  • Quixadá (Posto: Quixada) : 125.0 mm
  • Ibaretama (Posto: Fazenda Niteroi) : 122.0 mm
  • Cariré (Posto: Cacimbas) : 104.0 mm
  • Maracanaú (Posto: Parque São João) : 103.0 mm
  • Tianguá (Posto: Pindoguaba) : 103.0 mm
  • Amontada (Posto: Icarai De Amontada) : 101.0 mm
  • Granja (Posto: Granja) : 100.0 mm
  • Pacatuba (Posto: Escola Prof Luiza Teodoro) : 98.5 mm
  • Maracanaú (Posto: Novo Maracanau) : 93.8 mm
(Do G1 CE)

Em pesquisa encomendada pelo PT, Lula lidera com 47% das intenções de voto


Mesmo preso desde o último dia 7, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mantém a liderança na corrida presidencial e, em alguns cenários, até amplia sua vantagem em relação aos demais candidatos às eleições de outubro. É o que mostra pesquisa* do Instituto Vox Populi, encomendada pelo PT e realizada dos dias 13 a 15 de abril. Segundo o Vox Populi, na pergunta espontânea sobre a intenção de votos para presidente, Lula aparece com 39%. Bolsonaro (PSL) é o segundo, com 9%, seguido de Joaquim Barbosa (PSB) e Marina Silva (Rede), ambos com 2%.

Nos dois cenários estimulados, um com o presidente Michel Temer e outro com o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, Lula aparece com os mesmos 47% das intenções de voto. O segundo colocado, Bolsonaro, tem 11% no cenário com Meirelles e 12%, com Temer. Tanto o atual presidente, quanto o ex-ministro da Fazenda não ultrapassam a marca de 1%.

Ainda segundo o Vox Populi, 41% dos brasileiros consideram que Lula foi condenado sem provas, 59% acham que a prisão do ex-presidente foi política e 58%, que ele tem o direito de ser candidato novamente à Presidência.

Para o presidente do Instituto Vox Populi, Marcos Coimbra, a pesquisa revela que “o impacto da prisão não foi significativo nas intenções de voto de Lula”. “A pesquisa mostra que aumentou o sentimento de que o ex-presidente é vítima de uma injustiça e de que recebe um tratamento desigual por parte do Judiciário”, afirma Coimbra. Nos cenários para o segundo turno, Lula marca 56% x 12% contra Alckmin (eram 50% x 14% em dezembro), 54% x 16% contra Marina (52% x 21%), e 54% x 20% contra Barbosa (ante 52% x 21% no último levantamento).

Veja os resultados dos cenários pesquisados no 1º turno:

Cenário 1 (Se Henrique Meirelles for o candidato à presidência do MDB):

CENÁRIO 1: SE HENRIQUE MEIRELLES FOR O CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DO MDB

Cenário 2 (Se Michel Temer for o candidato à presidência do MDB):


CENÁRIO 2: SE MICHEL TEMER FOR O CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DO MDB

* Amostra nacional com 2000 entrevistas, aplicadas em 118 municípios. Estratificação por cotas de sexo, idade, escolaridade e renda. A margem de erro é de 2,2 %, estimada em um intervalo de confiança de 95%.

Fonte: Jornal do Brasil

Temer é reprovado por 70% dos brasileiros, diz DataFolha

Apenas 6% das pessoas aprovam o governo do emedebista

(Foto: EPA)
O presidente Michel Temer é reprovado por 70% dos brasileiros, que consideram seu governo ruim ou péssimo, informou nesta terça-feira (17) a pesquisa DataFolha. O índice continua o mesmo registrado no levantamento realizado e janeiro.

Em meio a novas investigações que podem garantir a terceira denúncia contra o emedebista, somente 6% das pessoas aprovam seu governo.

De acordo com os dados da pesquisa, 23% dos brasileiros consideram o político regular, sendo que em uma escala de 0 a 10, a nota de Temer foi de 2,7. Ao todo, 41% dos entrevistados atribuíram zero ao governo, enquanto que 2% deram 10.

Neste estudo, o DataFolha entrevistou 4.194 pessoas em 227 municípios entre os dias 11 e 13 de abril.

(Da Agência ANSA)

Chuvas em abril de 2018 atingem o maior número dos últimos sete anos

O município de Granja registrou a maior precipitação (96 mm) entre o domingo (15) e esta segunda-feira (16); Fortaleza registrou 90.8 mm

A segunda quinzena do mês de abril começou com chuvas em pelo
menos 100 municípios do Ceará ( Foto: Funceme/divulgação )
As chuvas registradas no Ceará, em abril, atingiram números mais expressivos na comparação com o mesmo período dos anos anteriores. Até esta segunda-feira (16), o Estado registrou média de 161,1 milímetros, enquanto em 2017 foram 116,1 mm e 97,4 mm em 2016. As marcas deste ano são as maiores desde 2011, quando o Ceará teve média de precipitações em 196,9 milímetros.

Segundo informações da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a segunda quinzena do mês de abril começou com chuvas em pelo menos 100 municípios do Ceará. Sendo as maiores precipitações em Granja (96 mm), Fortaleza (90.8 mm), Paracuru (86.2 mm), Eusébio (80 mm) e Ocara (76 mm). No intervalo entre as 7h deste domingo (15) e as 7h desta segunda-feira (16), foram registradas precipitações em todas as macrorregiões do Estado.

“Em março nós tivemos um período de redução chuvas, mas a primeira quinzena de abril foi de boas precipitações e os dados refletem em números animadores. Considerando o período até hoje, a quadra chuvosa, que teve início em fevereiro, pode ser considerada dentro da média e ainda temos até maio”, comentou o meteorologista Raul Fritz, supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme.

Os registros dos últimos dias contribuíram para que as chuvas de abril ultrapassassem março, quando as precipitações ficaram abaixo da média. Até esta segunda, a Funceme aponta que a média deste mês encontra-se em 161.1 milímetros, contra os 120 mm do último mês.

A expectativa é que as precipitações continuem a ocorrer no próximos dias, pois a previsão do tempo realizada nesta segunda pela Funceme indica nebulosidade variável com chuva em todo o Ceará até, pelo menos, a próxima quarta-feira (16).

Balanço parcial 

Até o momento, mais de 50 municípios já registram chuvas acima da normal climatológica. Os dados são parciais e ainda devem variar. As três macrorregiões mais beneficiadas durante a primeira quinzena de abril foram: Litoral Norte (214.3 mm), Jaguaribana (203 mm) e Ibiapaba (202.9 mm).

(Diário do Nordeste)

STF aceita denúncia contra Aécio por corrupção e obstrução de Justiça

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)
A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira (17) pelo recebimento da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) pelos crimes de corrupção e obstrução de Justiça. As acusações fazem parte de um dos inquéritos resultantes da delação do empresário Joesley Batista, do grupo J&F. Com a decisão, o senador se torna réu no processo.

A decisão foi tomada com base no voto do ministro Marco Aurélio, relator do caso. Para o ministro, o fato de o senador ter sido gravado por Joesley e citar que tentaria influi na nomeação de delegados da Polícia Federal mostra indício dos crimes que teriam sido praticados por ele.

Por unanimidade, o relator, e os ministros Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Rosa Weber e Barroso votaram pelo recebimento da denúncia pelo crime de corrupção.Sobre a acusação de obstrução de Justiça, a votação foi obtida por maioria. Moraes e o relator entenderam que não é possível acusar o senador pelas votações no Congresso, ato inerente a sua atribuição.

Também são alvos da mesma denúncia e também se tornarão réus a irmã do senador Andrea Neves, o primo Frederico Pacheco e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), flagrado com dinheiro vivo. Todos foram acusados de corrupção passiva.

Segundo a denúncia, apresentada há mais de 10 meses, Aécio pediu a Joesley Batista, em conversa gravada pela Polícia Federal (PF), R$ 2 milhões em propina, em troca de sua atuação política. O senador foi acusado pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot.

A obstrução ocorreu de “diversas formas”, segundo a PGR, como por meio de pressões sobre o governo e a Polícia Federal para escolher os delegados que conduziriam os inquéritos da Lava Jato e também de ações vinculadas à atividade parlamentar, a exemplo de interferência para a aprovação do Projeto de Lei de Abuso de Autoridade (PLS 85/2017) e da anistia para crime de caixa dois.

“Há indicativos de solicitação de vantagem indevida por detentor de mandato eletivo, com auxílio da irmã, de Frederico Medeiros e de Mendherson Souza Lima”, disse o relator.

No início da sessão, o advogado Alberto Toron, que representa o senador Aécio Neves afirmou que o valor era fruto de um empréstimo e que o simples fato de ele possuir mandato no Senado não o impede de pedir dinheiro a empresários.

Após o voto do relator, o ministro Luís Roberto Barroso chegou a afirmar que a conduta de Aécio Neves caberia uma nova decisão para afastá-lo do mandato, no entanto, o ministro preferiu não encaminhar o pedido, porque o plenário da Corte derrubou no ano passado outra decisão do colegiado que afastou o senador do cargo.

Para Barroso, os indícios mostram que o parlamentar usou cargo para recebimento de vantagem ilícita. "Quais os indícios de que tem alguma coisa errada? O primeiro deles, um empréstimo de R$ 2 milhões é materializado em um contrato mútuo, no qual se estabelecem as condições do ajuste, prazo para pagamento, correção monetária e garantias. Aqui, não existe contrato. No mundo dos negócios lícitos, o pagamento de R$ 2 milhões, em quatro parcelas de R$ 500 mil, se faz por transferência bancária ou por cheque.  Nos dias de hoje, ninguém sai por aí transportando por estrada mochilas e malas de dinheiro", afirmou.

(Agência Brasil)

Volume médio dos açudes no Ceará dobrou desde o início do ano, aponta Cogerh

Reservatórios do Ceará têm atualmente 13,89% da capacidade, em média.

(Foto: Reprodução)
O volume médio dos açudes do Ceará mais que dobrou desde o início do ano. Conforme a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), que monitora diariamente 155 açudes do estado, o volume médio atual é de 13,89%. No início do ano, o índice era de 6,84.

Conforme o órgão, reservatórios de todas as regiões do estado tiveram aumento no volume de água. Entre os açudes de pequeno e médio porte, 20 açudes atingiram a capacidade máxima.

O aporte ocorre graças principalmente às fortes chuvas ocorridas neste mês de abril. Com 17 dias, abril já é o mês mais chuvoso deste ano, com mais de 180 milímetros.

Situação segue crítica

Mesmo com o volume acima da média neste mês, a situação segue crítica no estado. Dos 155 açudes monitorados pela Cogerh, 91 têm menos de 30% da capacidade, incluindo os maiores açudes, como o Castanhão e o Orós.

No Castanhão, maior açude do país, o volume atual é de 6,85%. No período de maior escassez, o Castanhão chegou ao volume morto, com apenas 2,13% da sua reserva.

Já o Orós, segundo maior reservatório do Ceará, o volume atual é de 8,81%.

Os açudes que estão com 100% de sua capacidade são: Açude São José I em Boa Viagem; São Pedro Timbaúba, na cidade de Miraíma, Itapebussu em Maranguape; Diamantino I, na cidade de Marco; Quandú em Itapipoca; Açude Várzea da Volta, no município de Moraújo; Angicos, em Coreaú; Açude Itapajé, em Itapajé; Maranguapinho, em Maranguape; Acaraú Mirim, em Massapê; Caldeirões, em Saboeiro; Itaúna, na cidade de Granja; Tucunduba, em Senador Sá; Cocó, na capital; Germinal, no município de Palmácia; Tijuquinha, em Baturité; Colina, na cidade de Quiterianópolis e Barragem do Batalhão em Crateús.

(Do G1 CE)

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Ceará registra cerca de 20 mil raios em 2018; Santa Quitéria lidera ranking

O monitoramento foi feito pela Enel entre os meses de janeiro e abril. Das 20 mil descargas, 4.253 foram registradas somente esse mês

(Foto: FCO Fontenele)
De janeiro a abril, a Enel Distribuição Ceará registrou, por meio do Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas, 20.647 raios em todo o Estado. Somente nesse mês, foram apontadas cerca de 4.253 descargas. Atualmente, o município de Santa Quitéria, com cerca de 1.040 raios, possui a maior incidência, seguido de Granja, com 1.004, e Crateús, com 646.

No ano passado, no período de janeiro a março, a companhia registrou, aproximadamente, cerca de 24,6 mil raios e, durante todo o ano, quase 73 mil. Em 2017, Granja foi o município de maior incidência, com 5.222 descargas.

O trabalho de monitoramento de descargas atmosféricas no estado é feito pela Enel, através do seu Centro de Controle do Sistema (CCS). Por meio dessa atividade, as equipes de manutenção do Estado acompanham as ocorrências na rede elétrica que sejam provocadas pelos raios. O CCS foi elaborado com a finalidade de identificar o local da queda do raio na rede elétrica, prevenção de tempestades e minimização do tempo de atendimento.

A Enel aconselha a população, em dias de tempestades, a evitar o uso de eletrônicos que estejam conectados à tomada. Além disso, a companhia também sugere que as pessoas evitem sair nas ruas, para prevenir qualquer acidente.

Confira abaixo o ranking com os 10 municípios com o maior índice de raios de 2018:

1) Santa Quitéria - 1040
2) Granja - 1004
3) Crateús - 646
4) Tamboril - 529
5) Tauá - 495
6) Sobral - 467
7) Pentecoste - 367
8) Viçosa do Ceará - 335
9) Independência - 327
10) Hidrolândia - 311

(Do O POVO Online)

Quadra chuvosa já registrou 463 mm e deve superar a média

Um encontro hoje, na Câmara de Jaguaribara, vai discutir a liberação de água do Castanhão para Fortaleza

No Rio Salgado, em Aurora, nesse domingo, os pescadores paralisaram as atividades
 no seu leito por causa da forte correnteza ( Foto: Henrique Macedo )
A quadra invernosa (de fevereiro a maio) de 2018 já atingiu 463.9 milímetros após os primeiros 15 dias de abril. Para superar a média histórica, que é de 600.6 mm, faltam apenas 137.7 mm, o que deve ser conseguido nos 45 dias restantes. O quadro auspicioso deve-se às chuvas nos primeiros 15 dias deste mês, que, segundo dados ainda parciais da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), já acumularam 158.4 mm, enquanto a média para o período é de 188 mm.

O Ceará voltou a registrar chuvas em 37 municípios entre 7h sábado e às 7h do último domingo (15). A maior delas aconteceu em Lavras da Mangabeira, que teve volume de 100 milímetros. Outra grande precipitação caiu em Baixio, com 82 milímetros. Também tiveram destaque as chuvas em Ipaumirim (72,5 mm), Umari (62 mm) e Várzea Alegre (50.Mm). Todos estes municípios na região da bacia do Rio Salgado, que contribuiu para o aporte do Açude Castanhão - maior do estado- que atingiu o volume de 6,11%, o mais alto desde outubro de 2016.

É importante ressaltar que os dados ainda são parciais e contam com informações de 78 postos pluviométricos acompanhados pela Funceme. No entanto, nesta primeira quinzena, as chuvas já são animadoras, pois 56 municípios já apresentam volume acima de sua média histórica. O maior desvio positivo aconteceu em Icapuí, com 59% acima do normal graças, principalmente, a chuva da última sexta-feira (13), a maior do Estado até agora, em 2018, com 255 mm.

Ao todo, 67 reservatórios tiveram aporte entre sábado e domingo, registrando um aumento de 61.215.252 m³ no volume armazenado. O Castanhão, maior do Estado, no Médio Jaguaribe, voltou a apresentar o maior aporte, com 16.546.730 m³, atingindo 6,11% de sua capacidade. Já o Orós, segundo maior reservatório, no Alto Jaguaribe, teve aporte de 6,246.782 m³, a segunda mais alta recarga do último fim de semana, chegando ao volume de 8,48%.

Dos 155 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), oito estão sangrando, dez estão acima de 90% e podem transbordar nos próximos dias. Com as chuvas deste fim de semana, 51 açudes saíram da faixa abaixo de 30%, apesar 45 permanecem com volume inferior a este percentual. Atualmente, os reservatórios cearenses apresentam volume médio de 12,8%.

Em Milagres, Mauriti, por onde passa o Riacho do Rosário, caiu muita água que correu até Rio Salgado, que tem alcançado um grande volume. Em Aurora, por exemplo, os pescadores paralisaram as atividades no seu leito, no último domingo, por causa da forte correnteza. Com 308 km de extensão, o Salgado nasce na Chapada do Araripe, em Crato, e deságua no Rio Jaguaribe, em Icó. Depois disso, a água que banha o Cariri percorre mais de 100 km para abastecer o Açude Castanhão.

Preocupado porque o Castanhão atingiu 2,1% de sua capacidade no mês de fevereiro, os comitês de bacias do Alto e Médio Jaguaribe convocaram uma audiência pública na Câmara Municipal de Jaguaribara, marcada para as 9h desta segunda-feira (16). O encontro busca discutir a liberação de água para Fortaleza através do Canal da Integração.

Segundo o presidente do Comitê da Bacia do Médio Jaguaribe, Daniel Linhares, o Governo do Estado havia firmado um compromisso de que a transferência da água se daria após o fim da quadra chuvosa, depois de uma reunião de locação de água que acontecerá emjunho deste ano. Ele ressalta que são os comitês, junto com a Cogerh e o Conselho Estadual de Recursos Hídricos (Conerh). No entanto, foi descoberto que está sendo feito um bombeamento para levar água pelo Canal da Integração.

Daniel Linhares acredita que o Governo do Estado desrespeitou o acordo firmado na reunião de avaliação e locação de água anterior. Por isso, devem comparecer à audiência pública vereadores, prefeitos da região, representantes da Cogerh, Secretaria de Recursos Hídricos e produtores rurais. A ideia é pedir a imediata paralisação da vazão.

Previsão 

Para o coordenador do Complexo Castanhão, Fernando Pimentel, o reservatório estava numa situação muito crítica e que não se pode cometer os mesmos erros do passado, tendo que priorizar o consumo humano. "Isso exige uso consciente e responsabilidade". Segundo a Funceme, nesta segunda-feira (16), a previsão é de nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões. O mesmo deve acontecer nesta terça-feira (17).

Fonte: Diário do Nordeste

Câncer é primeira causa de morte em 10% dos municípios brasileiros, diz estudo


O câncer figura como principal causa de morte em 516 dos 5.570 municípios brasileiros. É o que aponta pesquisa divulgada nesta segunda-feira (16) pelo Observatório de Oncologia do movimento Todos Juntos Contra o Câncer, em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM). O estudo alerta que a doença avança no Brasil ano após ano e, caso a trajetória seja mantida, em pouco mais de uma década as chamadas neoplasias serão responsáveis pela maioria dos óbitos em todo o país.

Os dados mostram que a maior parte das cidades brasileiras onde o câncer aparece como principal causa de morte está localizada em regiões mais desenvolvidas, justamente onde a expectativa de vida e o Índice de Desenvolvimento Humanos são maiores. Dos 516 municípios onde os tumores mais matam, 80% ficam no Sul (275) e Sudeste (140), enquanto o Nordeste concentra 9% dessas localidades (48); o Centro-Oeste, 7% (34); e o Norte, 4% (19).

As cidades em questão concentram, ao todo, uma população de 6,6 milhões de pessoas. Onze delas são considerados de grande porte, sendo Caxias do Sul (RS) a mais populosa entre elas, com quase meio milhão de habitantes. São classificadas como de médio porte 27 cidades com população entre 25 mil e 100 mil pessoas, enquanto as demais, maioria, se situam na faixa de pequenos municípios, com menos de 25 mil habitantes. Araguainha, menor município do Mato Grosso, é também a menor cidade identificada na lista.

De acordo com o estudo, o Rio Grande do Sul é o estado com maior número de municípios (140) onde o câncer aparece como primeira causa de morte. Enquanto em todo o país as mortes pela doença representam 16,6% do total, no território gaúcho, o índice chega a 33,6%. Um dos fatores que, segundo a pesquisa, pode explicar a alta incidência de câncer na região são as características genéticas da população, que pode apresentar maior predisposição para desenvolver um tipo de câncer.

Perfil

Com base no Sistema de Informações de Mortalidade, a pesquisa identificou que, das 9.865 mortes registradas nas 516 cidades ao longo do ano de 2015, a maioria foi entre homens (57%). Seguindo a tendência, em 23 estados, os homens lideram o número absoluto de mortes. Em 21 municípios, não houve sequer um registro de óbitos entre mulheres. Apenas no Ceará e no Mato Grosso do Sul, elas foram maioria nos registros de óbitos, enquanto em 62 cidades, as mortes registradas foram iguais para ambos os sexos.

Com relação à idade, metade dos óbitos se concentra nas faixas de 60 a 69 anos (25%) e de 70 a 79 anos (25%). Em seguida, a maior proporção aparece no grupo com mais de 80 anos (20%). Crianças e adolescentes até 19 anos somaram 19% dos óbitos no mesmo ano.

Números

O levantamento revela ainda que, em 2015, foram registradas 209.780 mortes por câncer no Brasil – um aumento de 90% em relação a 1998, quando foram registrados 110.799 óbitos pela doença. O crescimento das mortes por neoplasias durante o período, segundo o relatório, foi quase três vezes mais rápido que o crescimento dos óbitos provocados por infartos ou derrames.

Dados da Organização Mundial da Saúde indicam que, em todo o planeta, o câncer é responsável por 8,2 milhões de mortes todos os anos. Cerca de 14 milhões de novos casos são registrados anualmente e a previsão da entidade é que as notificações devam subir até 70% nas próximas duas décadas.

(Agência Brasil)

Ladrões arrombam cofre do Banco do Brasil de Santa Quitéria e somem com todo o dinheiro

População foi surpreendida com o caso e encontrou as portas da agência fechadas nesta segunda-feira


Criminosos ainda não identificados pela Polícia invadiram a agência bancária do Município de Santa Quitéria (a 217 Km de Fortaleza), durante o fim de semana passado. O prédio, localizado na Rua Doutor Otávio Lobo, foi devassado depois que os ladrões e conseguiram arrancar um gradeado, que protegia a vidraça, e adentraram no interior do banco.

A quantia furtada, no entanto, não foi revelada nem pela instituição financeira nem pelas autoridades da Segurança Pública.

O furto só foi percebido pelos funcionários da agência na manhã desta segunda-feira (16), quando eles iniciavam o expediente. Os primeiros que chegaram ali se depararam com o cofre arrebentado, sem nenhum em dinheiro. Conforme comprovou a perícia no local os ladrões desligaram todo o sistema de segurança eletrônica interna (alarmas e câmeras do vídeo-monitoramento). Depois, usaram um maçarico, abriram o cofre e levaram todo o dinheiro. A gerência local ainda está fazendo levantamento para saber o valor exato que foi levado.

A movimentação policial na manhã desta segunda-feira pegou de surpresa a população. A Polícia Militar isolou o local para preservar a cena do crime até a chegada da equipe da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) e da Polícia Federal. Equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) foram deslocadas de Fortaleza para aquela cidade no sentido de dar início ás investigações.

Para a população, o furto ocorrido na agência do BB causará transtorno, já que o prédio poderá ficar isolado e fechado por vários dias. A cidade já não conta com a agência do Bradesco, que foi atacada e explodida recentemente.

Fonte: Blog do Jornalista Fernando Ribeiro

Datafolha: Temer tem pior índice entre candidatos à reeleição e seu apoio afastaria 86% dos eleitores

Temer tem baixo índice de intenção de votos e transmite alta rejeição a apoiado
(Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
O candidato que receber o apoio público do presidente Michel Temer (MDB) -- caso ele mesmo não concorra à reeleição -- pode não contar com os votos da grande maioria do eleitorado brasileiro. É o que mostra a última pesquisa Datafolha sobre as intenções de voto para a Presidência da República nas eleições deste ano, divulgada neste domingo (15) pelo jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a pesquisa, questionados se votariam em um candidato apoiado pelo atual presidente, 86% dos entrevistados disseram que não. Outros 9% responderam que talvez votassem na indicação de Temer, e apenas 3% votariam com certeza em seu apoiado. Outros 2% não souberam responder.

O resultado de Temer é o pior entre três apoios analisados na pesquisa: o Datafolha também perguntou se os eleitores votariam em um candidato apoiado pelos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

No caso do petista - que inclusive foi testado em três cenários de intenções de votos e liderou todos -, 30% com certeza votariam em seu candidato e 16% talvez votassem. No universo de eleitores pesquisados, 52% não votariam na indicação de Lula. No caso do tucano, 66% não votariam em seu candidato, 21% talvez votassem e 10% com certeza votariam.

Presidente alcança 2% das intenções de voto

Em todos os cenários em que Michel Temer aparece como candidato, sua intenção de voto varia entre 1% e 2%.

Desde que a reeleição foi estabelecida no Brasil, durante o primeiro mandato de FHC (de 1995 a 2002), nenhum presidente pré-candidato a um novo mandato apareceu nas pesquisas de março ou abril do ano do pleito em situação tão precária quanto as experimentadas agora por Temer.

Segundo o Datafolha, Dilma Rousseff (PT) chegou em abril de 2014, ano que disputaria a reeleição, com 37% das intenções de voto. Antes dela, Lula chegou a abril no ano da reeleição, 2006, com 40%, também segundo o Datafolha na época. Com Fernando Henrique Cardoso foi parecido, e ele entrou em abril de 1998 com 34% das intenções de voto. Os três conseguiram se reeleger.

Até o meio da tarde deste domingo (15), Temer não havia comentado o resultado das pesquisas. No mês passado, em entrevista à revista "IstoÉ", o presidente declarou que seria "uma covardia" não disputar a reeleição em outubro. "É natural que quem preside a nação dispute a eleição", afirmou ele na ocasião. "Eu até ouvi recentemente alguém me dizer que não disputar a reeleição seria uma covardia. Que eu teria me acovardado. Governar por dois anos e meio e não disputar a reeleição. O que seria um fato ímpar no país. Desde que foi criada a reeleição, todos disputaram", disse na entrevista.

Aliados avaliavam, reservadamente e em declarações na imprensa, que Temer sentia-se confiante com a recuperação de indicadores da economia, que apontam retomada do crescimento. Ele acreditava também que a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, entregue à responsabilidade do Exército, refletiria positivamente nas pesquisas e ajudaria Temer a alavancar suas intenções de voto. Este foi o primeiro levantamento do Datafolha sobre a corrida presidencial depois da intervenção, que completou um mês no dia 18 sem resultados de impacto.

Apesar do interesse publicamente manifestado em tentar a reeleição, Temer ainda não foi oficializado pelo MDB como pré-candidato e enfrenta a concorrência de seu ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que se filiou ao partido para tentar disputar o Planalto. Em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo neste domingo, Meirelles reiterou que não quer ser vice em uma eventual chapa encabeçada por Temer.

A pesquisa Datafolha foi realizada de quarta-feira (11) a sexta-feira (13) com 4.194 entrevistas em 227 municípios, com margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

(Do UOL, em São Paulo)

domingo, 15 de abril de 2018

Quem dorme tarde tem maior risco de morrer mais cedo, diz estudo

Os 'tipos noturnos' tiveram um aumento de 10% no risco de morte. Além disso, doenças como diabetes e câncer foram associadas a poucas horas de sono

Pessoas noturnas têm dificuldades para dormir cedo. (iStock/Getty Images)
Para quem gosta de dormir tarde aí vai uma má notícia: a prática pode diminuir seus anos de vida. O novo estudo publicado na revista Chronobiology International garante que o hábito também aumenta os riscos de desenvolver distúrbios psicológicos e câncer. Para Kristen Knutson, principal autora do estudo, o descompasso causado pelo conflito entre o relógio interno e o mundo externo pode gerar a problemas de saúde a longo prazo, especialmente se o cronograma de sono for irregular. Pesquisas anteriores mostraram que pessoas noturnas tendem a ter piores perfis de saúde, incluindo diabetes e doenças cardíacas.

Resultados do estudo

Os pesquisadores utilizaram informações coletadas entre os anos de 2006 e 2010, pelo Reino Unido Biobank, que investigou os fatores de risco para as principais doenças em homens e mulheres de 37 a 73 anos de idade. Para avaliarem o ritmo do ciclo biológico natural, os participantes tiveram que se identificar como “definitivamente uma pessoa matutina”, “uma pessoa mais da manhã do que uma pessoa da noite”, “mais da noite do que da manhã” ou “definitivamente uma pessoa da noite”.

Dos quase meio milhão de participantes analisados, cerca de 10.000 morreram durante os mais de seis anos de realização do estudo. Após o controle de fatores como idade, sexo, etnia, índice de massa corporal, tabagismo e duração do sono, os pesquisadores descobriram que aqueles que se identificaram como “tipos noturnos” tiveram um aumento de 10% no risco de morrer durante o período de acompanhamento em comparação com aqueles declarados como “tipos matutinos”. De acordo com o relatório, o risco de morte não aumentou para aqueles que se identificaram como “mais um do que outro” (seja para manhã ou noite).

Além da mortalidade geral, ser ‘coruja’ está associado a vários problemas de saúde, como distúrbios psicológicos, neurológicos, gastrointestinais e respiratórios. A associação foi mais forte para os distúrbios psicológicos uma vez que aqueles que se identificaram como “tipos noturnos” eram quase duas vezes mais propensos a relatar uma doença psicológica, se comparados aos outros grupos. Pesquisas anteriores também sugerem que as ‘corujas’ têm maior probabilidade de desenvolver doenças cardiovasculares e certos tipos de câncer, como de próstata e de mama.

Segundo Jamie Zeitzer, professor de psiquiatria e ciências comportamentais da Escola de Medicina de Stanford, nos Estados Unidos, o problema do estudo é a limitação étnica: quase 94% dos participantes se identificaram como caucasianos, o que significa que os resultados podem não ser iguais para outras etnias. “É limitado por causa disso. A amostra é grande, quase meio milhão de pessoas, mas são principalmente caucasianos de ascendência irlandesa ou inglesa”, observou.

Recomendações

De acordo com a principal autora do estudo, existem algumas estratégias que podem ser adotadas para organizar um cronograma de sono que incluem o avanço gradual da hora de dormir e evitar o uso de tecnologia à noite. “Quero enfatizar o aspecto gradual. Você não pode, de repente, ir para a cama três horas antes. Não vai funcionar”, ressaltou. Ela disse ainda que é necessário evitar ao máximo a luz durante a noite, incluindo a dos smartphones e tablets porque a claridade sinaliza para o relógio biológico que ainda não é hora de dormir.

Infelizmente, de acordo com Kristen, uma mistura de fatores genéticos e ambientais determina se um indivíduo é do tipo noturno e, por causa disso, há certos limites e dificuldades para a mudança nos hábitos. Apesar disso, o professor de Stanford, Jamie Zeitzer, recomenda a quem luta com as manhãs encontrar um emprego com horários flexíveis ou horas mais consistentes com o relógio biológico.

Mesmo com as limitações étnicas, o estudo serve de alerta para as ‘corujas’ que devem fazer esforços extras para mudar os hábitos prejudiciais à saúde. “Uma mensagem importante aqui é que as pessoas noturnas percebam que têm esses problemas potenciais de saúde e, portanto, precisam ser mais vigilantes sobre a manutenção de um estilo de vida saudável, comendo bem, praticando exercícios e dormindo o suficiente”, aconselhou Kristen.

(Da Veja Online)

Datafolha: Lula aparece na frente, seguido por Bolsonaro e Marina Silva


O Instituto Datafolha divulgou neste domingo (15) uma pesquisa sobre as eleições presidenciais deste ano comparando diferentes cenários e analisando a chance de os candidatos chegarem ao segundo turno. Pelos dados, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera com 31% das intenções de voto, seguido pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), com 15% e pela ex-ministra Marina Silva (Rede) com 10%.

Em quarto lugar, aparece o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa (PSB) com 8%.  O ex-governador de São Paulo e presidente nacional do PSDB, Geraldo Alckmin, conta com  6% das intenções de votos, em seguida vêm o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 5%, e o senador Álvaro Dias  (Podemos-PR), com 3%.

A pesquisa foi feita em 227 municípios brasileiros, onde foram ouvidas 4.194 pessoas entre quarta (11) e sexta-feira (13). A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Dentre as hipóteses analisadas pelo instituto, a maior mudança de cenário ocorre quando o ex-presidente Lula não está entre os candidatos. Preso no último dia 7, após ser condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) a uma pena de 12 anos e um mês, Lula pode não ser elegível, pois a Lei da Ficha Limpa prevê a impugnação de políticos condenados em segunda instância.

Nos cenários em que Lula não concorreria ao pleito de outubro, Jair Bolsonaro aparece com 17% das intenções, empatado tecnicamente com Marina Silva, com 15%.

Fonte: Agência Brasil

Fim dos tempos? Nova previsão aponta que o mundo vai acabar em abril

Será que dessa vez as previsões vão se concretizar e uma catástrofe está próxima?

© Shutterstock
As teorias de uma possível catástrofe natural que poderia levar ao fim do mundo e a extinção de todas as espécies existentes, de vez em quando vêm à tona e ganham força nas mais variadas formas.

Das mais científicas às mais místicas, uma coisa é certa: quem nunca se perguntou que loucura seria capaz de fazer antes de tudo se acabar? Agora, uma previsão divulgada em reportagem do portal britânico EXPRESS sugere uma nova data para o fim dos tempos: 23 de abril.

Mas, o que afinal seria responsável pela destruição de nosso planeta segundo quem acredita nessa teoria? Fomos atrás dessa resposta.

Clique na nossa galeria, saiba quem está por trás dessa previsão e relembre as mais variadas teorias sobre o fim do mundo.

Fonte: Notícias ao Minuto

Em um mês, reservatórios ganham quase 50% de aporte; 16 açudes estão sangrando

Neste sábado, o volume subiu para 12,5%, o mesmo registrado há um ano, segundo a Cogerh.

O Castanhão acumula, atualmente, 5,87% de volume (Foto: Honório Barbosa)
Em um mês, os açudes cearenses ganharam aporte de quase 50%, conforme o Portal Hidrológico do Ceará, que monitora 155 reservatórios. No dia 14 de março, o volume acumulado era de 8,4%. Neste sábado, 14 de abril, a taxa subiu para 12,5%, a mesma registrada no mesmo dia do ano passado. Além disso, neste sábado, subiu para 16 o número de açudes sangrando no Estado.

Atingiram 100% da capacidade os açudes: Acaraú Mirim (Massapê), Angicos (Coreaú), Barragem do Batalhão (Crateús), Caldeirões (Saboeiro), Cocó (Fortaleza), Colina (Quiterianópolis), Diamantino II (Marco), Germinal (Palmácia), Itapajé, Itaúna (Granja), Maranguapinho (Maranguape), Quandú (Itapipoca), São Vicente (Santana do Acaraú), Tijuquinha (Baturité), Tucunduba (Senador Sá) e Várzea da Volta (Moraújo).

Segundo a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), mais 23 açudes estão com volume acima de 90% da capacidade. Na outra ponta, 16 estão completamente secos, 25 em volume morto e 94 têm volume inferior a 30%. O Castanhão acumula, atualmente, 5,87% de volume.

Da sexta-feira para este sábado, o Ceará ganhou aporte de 100,92 milhões de m³, em 77 açudes. Destacam-se os reservatórios Castanhão, Banabuiú, Figueiredo, Orós e Jenipapeiro. Segundo a Cogerh, esses aportes permitiram que os açudes Jenipapeiro II, Santo Antônio de Russas e Trapiá II deixassem o volume morto e que os açudes Ema, Potiretama e Santo Antônio deixassem de estar secos.

Fonte: Diário do Nordeste

sábado, 14 de abril de 2018

Cármen Lúcia marca para dia 2 de maio julgamento de foro privilegiado


A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, marcou para quarta-feira, dia 2 de maio, o julgamento da ação que pode resultar na restrição do foro privilegiado.

O julgamento foi iniciado em plenário, em novembro do ano passado, mas foi interrompido por pedido de vista do ministro Dias Toffoli, que devolveu o processo, no fim do mês passado, para inclusão na pauta.

Antes da interrupção do julgamento, oito integrantes da Corte manifestaram-se a favor de algum tipo de restrição na competência da Corte Suprema para julgar crimes praticados por deputados e senadores. No entanto, há divergências sobre a situação dos processos que já estão em andamento.

De acordo com a maioria formada, deputados federais e senadores somente devem responder a processos no STF se o crime for praticado no exercício do mandato. No caso de delitos praticados antes do exercício do mandato, o parlamentar seria processado pela primeira instância da Justiça, como qualquer cidadão.

O voto condutor do julgamento foi proferido em junho do ano passado pelo relator, ministro Luís Roberto Barroso. De acordo com o ministro, os detentores de foro privilegiado, como deputados e senadores, somente devem responder a processos criminais no STF se os fatos imputados a eles ocorrerem durante o mandato.

O caso concreto que está sendo julgado envolve a restrição de foro do atual prefeito de Cabo Frio (RJ), o ex-deputado federal Marcos da Rocha Mendes. Ele chegou a ser empossado como suplente do deputado cassado Eduardo Cunha (MDB-RJ), mas renunciou ao mandato parlamentar para assumir o cargo no município.

O prefeito responde a uma ação penal no Supremo por suposta compra de votos, mas, em função da posse no Executivo municipal, o ministro Barroso manifestou-se pelo retorno do processo à primeira instância da Justiça Eleitoral.

(Agência Brasil)

Sem candidato, oposição a Camilo Santana enfrenta crise interna

O grupo da oposição ao governador Camilo Santana continua desmobilizado e sem líder para disputar o Governo do Estado e o Senado na disputa de outubro

Tasso e Wagner não devem disputar Governo. Oposição segue sem definição
( FOTO: JULIO CAESAR )
A oposição no Ceará voltou a esfriar e tem ameaçada a capacidade de articulação para a disputa pelo Palácio da Abolição na eleição de outubro. Sem candidato definido, os opositores ao governador Camilo Santana (PT), na Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE), permanecem desmobilizados e sem perspectivas de quais nomes deverão confrontar o grupo do petista para o Governo e o Senado.

A desmobilização é narrada pelos próprios integrantes do grupo. O ex-governador Lúcio Alcântara (PSDB) contou que a oposição sequer se reuniu para traçar as estratégias eleitorais. Uma “comissão” havia sido formada no final de março deste ano pelo senador Tasso Jereissati (PSDB) e prometia iniciar as movimentações em busca de nomes e estratégias eleitorais na Capital e no Interior. Reuniões e visitas pelo Interior iriam ser organizadas pela comissão coordenada pelos ex-governadores Tasso, Lúcio, além do deputado Capitão Wagner (Pros).“Não participei (da reunião da comissão). Acho que nem houve. O que houve foi encontro do Roberto (Pessoa) com o Tasso (Jereissati)”, afirmou Lúcio Alcântara. O POVO procurou o vice-prefeito de Maracanaú para comentar os detalhes do encontro, mas o telefone celular estava desligado.

O deputado estadual Roberto Mesquita (Pros) criticou a desmobilização. Segundo ele, não há reuniões para discutir a eleição deste ano. “A movimentação da oposição está ocorrendo só por telepatia. Todo mundo pensando em apresentar chapa, mas não tem nome. Nem tem união das oposições para lançar um nome. Isso prejudica muito”, admitiu o deputado.

Mesquita aponta os últimos acontecimentos políticos, relembrando o fato de Tasso ter declarado ao pré-candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin (PSDB), que não será candidato ao Governo, e do esfriamento da mobilização do deputado Capitão Wagner (Pros) de bancar a candidatura ao Governo do Estado sem apoio. “Com a negativa do senador e o esfriamento do Wagner, a oposição ficou novamente sem nome”, alerta. A reportagem também procurou Wagner, através da assessoria de imprensa, mas as chamadas não foram atendidas.

O presidente estadual do PSDB, Francini Guedes, tentou colocar panos quentes na crise da oposição. Ele diz que “não tem nada definido” e que podem surgir “outros nomes”. “Não posso dizer quem são os nomes possíveis, depende muito das pessoas. Estou convicto de que teremos candidatos”, garante.

Para Heitor Férrer (SD), que faz oposição de modo isolado aos tradicionais grupos, a articulação deve partir dos dois principais nomes da oposição, como Tasso e Wagner. “Tempo temos para definir como vamos atuar no processo eleitoral. O Governo levou para si quase todos os partidos. Quem tem os olhos fundos tem que chorar mais cedo”, cobrou.

ALCE

 APÓS JANELA PARTIDÁRIA

 TAMANHO

Apesar da janela partidária, o grupo da oposição não conseguiu se fortalecer. As mudanças partidárias entre adversários do governador Camilo Santana (PT) ocorreram nas fileiras dos partidos que já integravam a oposição. A oposição permanece com nove deputados. Renato Roseno (Psol), no entanto, por ser da esquerda, não compõe o grupo opositor em uma possível chapa eleitoral.

COMISSÕES

Após a reconfiguração dos partidos, a oposição ainda não decidiu se formará blocos. A indecisão ocorre há poucos dias da formação das comissões técnicas. A construção de blocos é fundamental para a garantia de comandos das comissões na ALCE.

SIGLAS

Nos últimos meses, a oposição perdeu para a base do Governo na ALCE o MDB, PR, PSB, PMB e DEM

(Do O POVO Online)