terça-feira, 16 de outubro de 2018

Governo Temer tem aprovação de 5% e reprovação de 74%, diz pesquisa Ibope

(Foto: Cesar Itiberê/PR/Arquivo)
Pesquisa Ibope divulgada nessa segunda-feira (15) mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente Michel Temer (MDB):
  • Ótimo/bom: 5%
  • Regular: 19%
  • Ruim/péssimo: 74%
  • Não sabe/não respondeu: 2%
Na pesquisa anterior do Ibope, divulgada em 6 de outubro, 79% consideravam o governo “ruim/péssimo”; 15%, “regular”; e 4% o avaliavam como “bom/ótimo”.

A pesquisa ouviu 2.506 eleitores entre o sábado (13) e o domingo (14).

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Maneira de governar

A pesquisa também avaliou a opinião dos entrevistados sobre a maneira de governar do presidente da República:
  • Aprovam: 8%
  • Desaprovam: 88%
  • Não souberam ou não responderam: 4%
Na pesquisa anterior, 90% desaprovavam e 7% aprovavam.

Sobre a pesquisa
  • Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Entrevistados: 2506 eleitores em 176 municípios
  • Quando a pesquisa foi feita: 13 e 14 de outubro
  • Registro no TSE: BR?01112/2018
  • Nível de confiança: 95%
  • Contratantes da pesquisa: TV Globo e “O Estado de S.Paulo”
(Do G1)

Após 90 dias, Funceme volta a registrar chuvas acima de 90 milímetros no Ceará

A previsão do tempo indica novos registros entre hoje e amanhã em determinadas regiões do Ceará

(Foto: Cid Barbosa)
Uma chuva de 94 milímetros foi registrada, na noite desta segunda-feira (15), em Ararendá, município localizado na macrorregião de Ibiapaba, oeste do Ceará, conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Última vez que a Funceme registrou precipitações de 94 milímetros foi no dia 10 de julho no município de Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza.

De acordo com o supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme, Raul Fritz, as precipitações naquele município e nas áreas mais próximas aconteceram entre 19h e 22h desta segunda-feira, tendo influência de instabilidades em estados vizinhos.

“Nas últimas 24 horas, sob condições meteorológicas favoráveis e influência de um sistema frontal próximo ao sul do Nordeste, se intensificaram áreas de instabilidade atmosférica em algumas regiões nordestinas interioranas, tais como no centro-norte do Piauí e leste do Maranhão. Parte dessa instabilidade alcançou o oeste do Ceará, desde a Ibiapaba até os Inhamuns, ocasionando os eventos de chuva”, explica o meteorologista.

Além do registro em Ararendá, houve precipitações em mais de 10 municípios do Estado entre as 7h desta segunda e as 7h desta terça-feira (16), como aconteceu também entre o último domingo e ontem. Conforme dados parciais do Calendário de Chuvas da Funceme, as outras maiores precipitações foram em Ipaporanga (40 mm), Carnaubal (33,6 mm), Aiuaba (26 mm), Croatá (22,6 mm) e Santa Quitéria (22 mm). Novos dados podem chegar ao longo do dia.

Previsão para próximos dias

Para esta terça, o órgão estadual prevê mais eventos de chuva na região de Ibiapaba, além do Cariri, Sertão Central e Inhamuns. Nas demais áreas, céu parcialmente nublado.

Já para esta quarta-feira (17), há possibilidade de precipitações na faixa litorânea, na Ibiapaba e no Sertão Central e Inhamuns. Por fim, na próxima quinta-feira (18), a Funceme indica céu parcialmente nublado em todas as regiões cearenses.

(Diário do Nordeste)

Jornalista Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo

(Foto: Agliberto Lima/Estadão Conteúdo)
O jornalista e radialista Gil Gomes morreu na madrugada desta terça-feira (16) em São Paulo, informou a assessoria do Hospital São Paulo. Famoso na crônica policial, ele tinha 78 anos e sofria havia mais de dez anos de Mal de Parkinson.

Na noite desta segunda-feira, o jornalista passou mal em sua casa, no bairro Jardim da Saúde, Zona Sul da capital. Ele foi socorrido por equipe do Samu e levado para o pronto-socorro do Hospital São Paulo. A morte foi confirmada nesta madrugada.

Ele deixa quatro filhos e nove netos. "É uma pessoa única para a comunicação. Sempre muito indignado com as injustiças sociais. Era muito considerado desde os delegados até as classes mais humildes", disse Vilma Gil Gomes, filha do jornalista. Segundo ela, a saúde do pai piorou nos últimos dias em decorrência do Parkinson.

Jornalistas lamentaram a morte de Gil. No Twitter, o presidente da República, Michel Temer (MDB), disse que "seu estilo único e carismático marcou para sempre o jornalismo brasileiro".

O velório deve ocorrer a partir das 14h na Capela Obelisco, na Vila Mariana. O enterro está previsto para quarta (17), no Cemitério Memorial Vertical de Guarulhos, na Grande São Paulo. O horário ainda não foi informado.

(Do G1 SP)

Com gol nos acréscimos, Brasil vence a Argentina e conquista troféu do Superclássico

Miranda anotou gol nos últimos momentos do jogo (Foto: Mowa Press)
A raça brasileira prevaleceu em relação à argentina nesta terça-feira. No Estádio King Abdullah, na Arábia Saudita, a Seleção arrancou uma vitória contra os albicelestes por 1 a 0, no apagar das luzes, em partida válida pela decisão do torneio amistoso Superclássico.

No período regulamentar, o primeiro tempo viu uma alternância entre momentos de maior chances ao gol e outros de jogo truncado, enquanto a etapa final contou com mais movimentação ofensiva das duas equipes e maior nervosismo com o empate no placar, o que resultou em trabalho para o juiz Felix Brych.

Quando tudo apontava para um 0 a 0 no marcador, brilhou a estrela de Neymar e Miranda. Em cobrança de escanteio do camisa 10, o zagueiro brasileiro subiu sozinho para fazer o tento que garantiu o triunfo dos comandados de Tite.

(Do O POVO Online)

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Funceme registra chuvas em 14 municípios do Ceará

O maior registro ocorreu na cidade de Mucambo, na Região da Ibiapaba do Ceará com 20 milímetros.

(Foto: Reprodução/Funceme)
Houve chuvas em 14 cidades das 184 cidades do Ceará entre 7h de domingo (14) até a manhã desta segunda-feira (15), segundo balanço da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

A previsão da Funceme para esta segunda-feira é de nebulosidade variável com eventos de chuva nas regiões da faixa litorânea, na Ibiapaba, no Sertão Central e Inhamus e no Carirí. Nas demais áreas, céu parcialmente nublado. O maior registro ocorreu na cidade de Mucambo, na Região da Ibiapaba do Ceará com 20 milímetros. Viçosa do Ceará, também na Região da Ibiapaba, registrou chuvas de 19,8 milímetros.

Para terça-feira (16), a Funceme prevê nebulosidade variável com eventos de chuva nas regiões da faixa litorânea, na Ibiapaba, no Sertão Central e Inhamus e no Carirí. Nas demais áreas, céu parcialmente nublado. E para quarta-feira (17) céu parcialmente nublado em todas as regiões do estado.

De acordo com a Funceme as chuvas que aconteceram no Estado estão associadas à brisa terrestre, que é o deslocamento do ar frio durante a noite em direção ao oceano, assim como instabilidades que estão ocorrendo na região do Piauí.

As maiores chuvas por município no dia em milímetros

Mucambo (Posto: Mucambo) : 20.0 mm

Viçosa Do Ceará (Posto: Sitio Vambira) : 19.8 mm

Iracema (Posto: Bastioes) : 19.0 mm

Pereiro (Posto: Pereiro) : 15.4 mm

Santa Quitéria (Posto: Trapia) : 9.0 mm

Ererê (Posto: Erere) : 5.0 mm

Tauá (Posto: Sao Joao Do Trissi) : 4.0 mm

Iracema (Posto: Iracema) : 4.0 mm

Pacajus (Posto: Pacajus) : 2.8 mm

Itaitinga (Posto: Seman) : 2.0 mm

(Do G1 CE)

Maconha é pior para o cérebro do que o álcool, afirma estudo

Segundo pesquisadores, o consumo de cannabis na adolescência atrasa o desenvolvimento cognitivo

(VEJA.com/VEJA)
De acordo com um estudo publicado na quarta-feira no periódico científico American Journal of Psychiatry, o consumo de maconha é mais prejudicial para o cérebro de adolescentes do que a ingestão de bebida alcoólica. Segundo a pesquisa, adolescentes que usam maconha regularmente podem sofrer danos duradouros na capacidade de pensamento. 

Para chegar a essa conclusão, pesquisadores da Universidade de Montreal, no Canadá, acompanharam 3.800 adolescentes (acima dos 13 anos) de mais de trinta escolas canadenses ao longo de quatro anos. Para obter uma descrição mais honesta do consumo de maconha e álcool, os estudantes receberam a garantia de que pais e professores não teriam acesso às informações – a menos que houvesse risco de segurança iminente. 

Os participantes foram submetidos a testes cognitivos que mediam memória (de longo e curto prazo, incluindo recordação), raciocínio perceptivo e controle inibitório. Eles também responderam questionários anuais sobre a frequência do consumo de álcool e cannabis (maconha). 

Entre os entrevistados, 75% afirmaram beber álcool, mesmo que ocasionalmente, enquanto 28% admitiram fazer algum uso de maconha. Embora o uso de maconha tenha sido menor que o de álcool, os pesquisadores concluíram que a cannabis causa mais danos à cognição do que o álcool.

Todos esses prejuízos cognitivos permanecem mesmo após a interrupção do consumo. “A cannabis compromete a cognição e provoca atrasos no desenvolvimento cognitivo dos adolescentes. Nosso estudo mostrou que o uso precoce da maconha causa prejuízos prolongados no cérebro”, disse a psiquiatra Patricia Conrad, principal autora do estudo, à rede americana NBC News.

A equipe ainda apontou que adolescentes que fumam maconha e bebem álcool estão mais propensos a apresentar problemas de cognição – processo cerebral pelo qual adquirimos conhecimento através da percepção, atenção, associação, memória e raciocínio. Já quando o uso do entorpecente é maior que o da bebida alcoólica, os indivíduos mostram efeitos adicionais, como atraso na memória.

“Seus cérebros [dos adolescentes] ainda estão se desenvolvendo e a cannabis está interferindo nisso. Eles [os adolescentes] deveriam postergar o uso de cannabis o máximo possível”, disse Patricia à BBC.

Outros vícios

De acordo com a autora, o acompanhamento mostrou uma conexão preocupante entre o uso da cannabis e a redução do controle inibitório – função cerebral que analisa e controla comportamentos impulsivos. O baixo desempenho dos participantes neste quesito mostrou um risco para outros comportamentos aditivos, ou seja, em alguns casos, a maconha tem potencial de se tornar a “porta de entrada” para outros vícios, incluindo drogas mais pesadas como crack e heroína. 

Jean-François G. Morin, co-autor da pesquisa, contou que eles agora pretendem identificar se os efeitos no desenvolvimento cerebral podem estar associados a outras dificuldades, como baixo desempenho acadêmico, danos neuroanatômicos e o risco de futuros vícios ou transtornos mentais. 

Mais pesquisas

Esse não é o primeiro estudo a associar o consumo de maconha a prejuízos cerebrais em adolescentes. Uma pesquisa publicada em junho na revista científica JAMA Psychiatry apontou que pessoas que usam cannabis frequentemente durante a juventude têm maior probabilidade de apresentarem pior desempenho em testes de memória, aprendizado e pensamento complexo (resolução de problemas e processamento de informações), em comparação com pessoas que não consomem a droga. 

Outro estudo publicado recentemente no periódico NeuroImage mostrou que o uso regular da maconha deixa marcas no cérebro, mesmo quando a pessoa não está sob o efeito imediato da droga. Ou seja, os efeitos também são sentidos em períodos de sobriedade. Os pesquisadores descobriram ainda que a cannabis ativa ondas neurais que deixam o cérebro em alerta e diminui a atividade de ondas associadas ao sono profundo e aos sonhos. Todos esses efeitos podem aparecer quando o indivíduo está sóbrio.

Uma pesquisa de 2014, publicada no The Lancet Psychiatry, concluiu que adolescentes que fumam maconha diariamente têm 60% menos probabilidade de se formar no ensino médio ou superior, quando comparados às pessoas que nunca usaram a droga. Sob as mesmas circunstâncias, a probabilidade de tentar suicídio é sete vezes maior.

“A relação entre o uso de cannabis e resultados negativos é significativa mesmo em baixos níveis de uso. Os resultados sugerem que pode não haver um limiar onde o uso pode ser considerado seguro para adolescentes”, disse Edmund Sillins, co-autor do estudo, ao The Washington Post.

(Da VEJA Online)

Ibope mostra Bolsonaro com 59% dos votos válidos e Haddad, 41%, no 2º turno

Deputado abre 18 pontos de vantagem em relação ao rival petista, aponta pesquisa


No primeiro levantamento do Ibope sobre o segundo turno das eleições presidenciais, Jair Bolsonaro (PSL) aparece à frente de Fernando Haddad (PT). O deputado conta com 59% dos votos válidos, enquanto o petista tem o apoio de 41% dos consultados na pesquisa divulgada nesta segunda-feira (15). 

A contagem, que exclui os brancos, nulos e indecisos como a Justiça Eleitoral faz no dia da eleição, confirma a onda conservadora que quase deu a vitória em primeiro turno ao presidenciável do PSL. No primeiro turno, Bolsonaro teve 46% dos votos válidos e Haddad, 29%.

Levando em conta o eleitorado total, Bolsonaro aparece à frente por 52% a 37%. Há ainda 9% que hoje pretendem anular ou votar em branco, e 2% que não souberam responder. 

A pesquisa do Ibope também mostrou rejeição maior a Haddad do que ao militar. Em relação a Haddad, 47% dos entrevistados responderam que não o escolheriam em nenhuma hipótese, e 28% disseram que votariam nele com certeza. 

Sobre Bolsonaro, 35% afirmaram que não o escolheriam sob hipótese alguma, enquanto 41% disseram que certamente votariam nele.

A sondagem do Ibope, de âmbito nacional, ouviu 2.506 eleitores entre os dias 13 e 14 de outubro. A margem de erro da pesquisa, contratada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de São Paulo, é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, e o levantamento tem o registro BR-01112/2018 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

(Folha de São Paulo)

domingo, 14 de outubro de 2018

Boletos vencidos acima de R$ 100 já podem ser pagos em todos bancos

Pagamento atrasado já era permitido em toda a rede bancária para documentos de valores superiores a R$ 400

Qualquer boleto atrasado será aceito após o dia 27 (Alex Silva/Estadão Conteúdo)
Os consumidores podem, a partir deste sábado (13), pagar boletos atrasados com valor igual ou superior a R$ 100 em qualquer banco. A previsão é de que após o próximo dia 27 de outubro a regra passe a valer para os documentos de todos os valores.

A medida faz parte da nova plataforma de cobrança da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), que começou a ser implementada no país em julho do ano passado, quando foi permitido o pagamento de boletos atrasados de valores acima de R$ 50 mil.

Em março, foi autorizada a quitação dos documentos com valores acima de R$ 800. Na terceira fase da mudança, que entrou em vigor no mês de agosto, os consumidores foram autorizados a pagar os boletos vencidos entre R$ 400 e R$ 799,99.

A previsão é de que os boletos de cartão de crédito e de doações devem estar cadastrados na plataforma até o dia 10 de novembro.

A Febraban afirma que as iniciativas dão mais segurança ao sistema de compensação de boletos por identificar tentativas de fraudes e evitar o pagamento de outro documento já quitado anteriormente.

O diretor-adjunto de Operações da Febraban, Walter de Faria, avalia que a inclusão e processamento dos boletos acima de R$ 100 no sistema permitirá a incorporação de aproximadamente 3 bilhões de documentos (75% do total emitido anualmente no Brasil).

A afirmação de Faria leva em conta que a nova plataforma permite a identificação do CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou do CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do pagador e facilita o rastreamento dos pagamentos.

(Do R7)

sábado, 13 de outubro de 2018

Policiais rodoviários do Estado apreendem 200 quilos de maconha em Senador Pompeu

(Fotos: VCrepórter)
Uma equipe da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) apreendeu na manhã deste sábado (13) uma quantidade recorde de maconha no Interior do Ceará. De acordo com informações da Polícia, a carga, de aproximadamente 200 quilos, estava sendo transportada em um caminhão, com destino ao Sul do Estado.

Quando o utilitário passava pelo posto rodoviário da localidade de Bonfim, em Senador Pompeu,  na CE-060, os policiais rodoviários resolveram realizar uma vistoria. Havia apenas cadeiras na carroceria, mas um forte odor da substância exalou naquele momento, foi então realizada vistoria minuciosa.

O motorista do caminhão foi identificado como Ricélio Vieira de Figueiredo, 33 anos, natural da Paraíba. Ele foi preso em flagrante. Confessou que trabalhava entregando cadeiras pelo Interior do Ceará e de estados vizinhos. Foi conduzido para a Delegacia Regional da Polícia Civil em Senador Pompeu.

A droga estava escondida por debaixo do assoalho da carroceria do caminhão.
Ao ser preso o caminhoneiro disse apenas “a casa caiu”.
Fonte: Diário Sertão Central

Aumenta para 27 número de municípios em situação de emergência até 2019 no Ceará

Somente dois açudes permanecem com volume acima de 90% no estado.

Maiores açudes do Ceará sofrem com seca quase total após seis anos de seca
(Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
Chega a 27 o número de municípios cearenses incluídos até 2019 na lista de emergência pela seca decretada ou homologada pelo Governo do Estado do Ceará. Esses municípios somam-se aos 34 que figuram a lista de emergência até o fim deste ano, entre os meses de novembro e dezembro. Portanto, ao total, 61 municípios cearenses estão em situação de emergência reconhecida.

Até esta quarta-feira (10), quando foi divulgada a atualização no Diário Oficial do Estado, eram apenas sete municípios previstos para a lista de 2019: Caridade, Choró, Ibaretama, Jardim, Pentecoste, Potiretama e Quiterianópolis. No entanto, houve inclusão de algumas cidades e a renovação de outras pelo prazo de mais seis meses.

Foram incluídos na lista os municípios de Beberibe, Forquilha, Orós, Quixelô, São João do Jaguaribe e Trairi. As outras cidades, cujo reconhecimento de emergência por seca vigente estava previsto até a data deste sábado (13), foram renovadas por mais 180 dias. Assim, pelo menos 20 municípios devem permanecer até abril do próximo ano, enquanto os outros sete ficam até janeiro de 2019.

Atualmente, nenhum açude está sangrando e somente dois permanecem com volume acima de 90%: o Jenipapo, em Meruoca; e o Germinal, em Palmácia. Outros 96 açudes estão com volume inferior a 30%.

Confira a lista dos 27 municípios:

  1. Aiuaba - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  2. Beberibe - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  3. Boa Viagem - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  4. Campos Sales - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  5. Chorozinho - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  6. Deputado Irapuan Pinheiro - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  7. Forquilha - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  8. Jaguaretama - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  9. Milhã - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  10. Mombaça - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  11. Monsenhor Tabosa - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  12. Morrinhos - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  13. Orós - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  14. Pereiro - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  15. Quixelô - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  16. Santa Quitéria - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  17. São João do Jaguaribe - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  18. Solonópole - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  19. Trairi - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  20. Viçosa do Ceará - Reconhecimento da emergência por seca vigente até abril de 2019
  21. Caridade - Reconhecimento da emergência por seca vigente até 27/01/2019
  22. Choró- Reconhecimento da emergência por seca vigente até 05/01/2019
  23. Ibaretama - Reconhecimento da emergência por seca vigente até 20/01/2019
  24. Jardim - Reconhecimento da emergência por seca vigente até 04/01/201960
  25. Pentecoste- Reconhecimento da emergência por seca vigente até 23/01/2019
  26. Potiretama - Reconhecimento da emergência por seca vigente até 26/01/2019
  27. Quiterianópolis - Reconhecimento da emergência por seca vigente até 12/01/2019
(Do G1 CE)

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

TRE-CE disponibiliza dados detalhados da votação sobre as Eleições 2018

Pode ser consultada a votação dos candidatos no primeiro turno em cada município, zona eleitoral e seção do estado do Ceará


Já estão disponíveis os dados detalhados da votação dos candidatos no primeiro turno em cada município, zona eleitoral e seção do estado do Ceará. Basta o interessado acessar o site do TRE-CE, em "Eleitor e Eleições" / "Eleições"/ "Resultados" ou clicar aqui.

Em breve, serão disponibilizados novos relatórios.

Os eleitores também pode verificar, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os boletins de urna (BUs) com o quantitativo de votos apurados no primeiro turno das Eleições 2018. O link Boletim de urna na web permite consultar os resultados de cada urna em qualquer parte do país e do exterior. Para efetuar a pesquisa, basta preencher os campos unidade da federação, município, zona e seção. Para consultar as urnas do exterior, basta selecionar no campo "UF" a sigla ZZ.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE)

Bolsonaro admite não ir a debates com Haddad por 'estratégia'

Candidato do PSL ficaria fora dos encontros com rival, à princípio, até a próxima semana por razões médicas

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro (Foto: Wilton Junior/Estadão)
O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, considera a possibilidade de não participar de debates com o opositor Fernando Haddad, do PT. "Existe a possibilidade sim estratégica (de não ir a debate)", afirmou em coletiva de imprensa.

Bolsonaro não participaria de debates e de agendas públicas de campanha até dia 18 por recomendações médicas. Segundo os médicos, ele ainda tem anemia em razão do atentado sofrido no dia 6 de setembro. Estavam programados um debate nesta quinta-feira, 11, na TV Bandeirantes, domingo, na TV Gazeta, em parceria com o Estado, e na segunda-feira, no SBT. Todos foram cancelados pelos organizadores. Outros debates ainda estão marcados.

Nesta quinta-feira, 11, Bolsonaro provocou o adversário. "O Haddad fica me desafiando: quero que você diga o que fez por 28 anos no Parlamento. Vou responder agora: não roubei ninguém, Haddad", disse. E emendou: "Como presidente, você aceitaria que o crime organizado continuasse sendo comandado de dentro dos presídios?".

Em entrevista à rádio CBN nesta quinta-feira, 11, Bolsonaro ironizou a possibilidade de participar de debates com Haddad. "Não adianta debater com alguém que não é quem vai indicar os ministros. Não adianta debater com um ventríloquo do Lula", afirmou. "Qual é a autenticidade do Haddad?", questionou.

Para o capitão da reserva, o ministério a ser montado em um eventual governo de Haddad será indicado por Lula. "Do meu lado tem humildade, sem o toma-lá-dá-cá", disse.

(Estadão Conteúdo)

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Deputado Irapuan Pinheiro, Fortaleza e mais 35 cidades ficarão sem energia elétrica no domingo (14)


O fornecimento de energia elétrica será interrompido em diversos vias de 13 bairros de Fortaleza e de outras 36 cidades do Ceará no próximo domingo (14). O desligamento programado será promovido pela Enel, distribuidora de energia do estado, para execução de serviços de manutenção.

Em Fortaleza, a interrupção acontecerá durante o período da manhã, entre 8h e 12h. Algumas ruas dos bairros Papicu, Meireles, Conjunto Santa Terezinha e Vila Pery passarão pela suspensão também durante a tarde.

Além da capital, o desligamento atingirá 36 municípios cearenses. São eles: Abaiara, Apuiarés, Araripe, Barbalha, Barroquinha, Boa Viagem, Brejo Santo, Camocim, Canindé, Chaval, Deputado Irapuan Pinheiro, Granja, Hidrolândia, Iguatu, Independência, Itarema, Itatira, Jijoca de Jericoacoara, Jati, Juazeiro do Norte, Mauriti, Milagres, Milhã, Missão Velha, Orós, Poranga, Quixadá, Quixelô, Saboeiro, Salitre, Senador Pompeu, Solonópole, Tamboril, Tejuçuoca, Trairi e Várzea Alegre.

Programado

A Enel informa que o desligamento programado está previsto na Resolução 414 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e é uma ação preventiva, realizada diariamente para manutenções e reparos na rede elétrica em todo o estado do Ceará.

Para saber as ruas que vão passar pelo desligamento programado ou outras informações, os clientes podem entrar em contato com a Enel através do telefone 0800 285 0196.

Com informações G1-CE

Camilo vai reunir lideranças para agradecer a reeleição e organizar campanha pró-Haddad no Ceará


Em ritmo de agradecimento pela reeleição conquistada, o governador Camilo Santana (PT) vai reunir prefeitas, prefeitos, ex-prefeitos, deputados, vereadores, movimentos sociais e lideranças para um encontro na próxima segunda-feira, 15, a partir das 19 horas, no Marina Park Hotel.

De acordo com a assessoria do governador, além do agradecimento, haverá apelo no sentido de que seus apoiadores organizem a campanha presidencial de segundo turno em favor de Fernando Haddad (PT).

No Estado, o campeão de votos na corrida presidencial foi Ciro Gomes, do PDT, que integra a base aliada de Camilo Santana. Haddad ficou em segundo, enquanto Bolsonaro (PSL) veio em terceiro lugar.

(Do Blog do Eliomar de Lima)

Bolsonaro tem 58% das intenções de voto; Haddad soma 42%

Primeiro levantamento deste segundo turno foi divulgado ontem pelo Instituto Datafolha. Cientista político avalia que apoios de outros candidatos não devem ter influência significativa na votação do próximo dia 28


O primeiro levantamento do Instituto Datafolha para o segundo turno na corrida presidencial, divulgado nesta quarta-feira (10), mostra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) com 58% das intenções do eleitorado, contra 42% de Fernando Haddad (PT) no cenário de votos válidos. Na avaliação de analista político, os apoios de lideranças que ficaram pelo caminho, ainda que esperados pelos postulantes, não devem ter uma influência significativa no pleito.

A diferença de 16 pontos percentuais cai para 13 no cenário de votos totais. Bolsonaro aparece com 49% e Haddad com 36%, para 8% de brancos, nulos ou nenhum, e 6% do eleitorado que não soube responder. O cientista político e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Valmir Lopes, acredita que o resultado da pesquisa, com boa margem para o militar, era esperado em razão da proximidade com a votação. "A eleição foi domingo e você já tem uma pesquisa hoje (ontem). Então, ainda tem esse efeito da onda. Era esperado".

Apoios

Como cartas na manga, a esperança das candidaturas está no apoio dos partidos que ficaram fora da eleição presidencial. Declararam voto em Bolsonaro o PTB e lideranças de partidos que se mostram neutros, como João Dória (PSDB) e ACM Neto (DEM). As demais abstenções envolvem PP, Novo, Podemos, PR, DC e SD. Pró-Haddad estão PPL, PSB, PSOL e PDT. O partido do candidato Ciro Gomes anunciou ontem "apoio crítico" ao PT no segundo turno. Rede e PPS farão oposição aos dois lados.

Posicionamentos favoráveis aos candidatos podem surtir efeito, mas pouco relevantes, na opinião do professor Valmir Lopes. "Essa eleição demonstrou que essas lideranças partidárias não mandam em absolutamente nada. É chover no molhado. Mas claro, pelo perfil anterior, o eleitorado do Ciro é, obviamente, antipetista, mas também antiBolsonaro", disse.

Segundo a pesquisa, no recorte dos votos válidos, o eleitorado dos derrotados que mais tende a migrar para Haddad é o de Ciro Gomes. Já os apoiadores de João Amoêdo são os que mais aderem a Jair Bolsonaro.

Brancos e nulos

Valmir Lopes também não acredita em possível participação dos eleitores que anularam ou votaram em branco. Ele lembra que havia uma projeção de avalanche de votos de protesto, que não se confirmaram. "O desencanto da política encontrou uma voz que agora resolveu chutar o pau da barraca. Aí este voto que estava meio descrente encontrou o seu candidato. Esses números devem ser mais ou menos os mesmos do primeiro turno", destacou.

Jair Bolsonaro não deve comparecer a debates até o dia 18 de outubro, por ordem da equipe médica que o acompanha. O militar se recupera de cirurgias feitas após um atentado a faca sofrido no início de setembro. Ao tomar conhecimento, Fernando Haddad disse, durante evento na capital paulista, que "irá na enfermaria em que ele estiver" para "debater o Brasil".

O levantamento foi feito no dia 10 de outubro, com 3.235 pessoas, em 227 cidades brasileiras. Com a margem de erro de dois pontos para mais ou para menos, a confiabilidade da pesquisa é de 95%. O número de registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é BR- 00214/2018. A pesquisa foi contratada pela TV Globo e "Folha de S.Paulo".


(Diário do Nordeste)

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Prognóstico de chuvas para 2019 só no fim do ano, mas 'há uma preocupação' diz presidente da Funceme

Eduardo Sávio foi à Brasília tratar de planos de alocação do São Francisco e de seca para a região Nordeste

O presidente da Funceme explicou que as chuvas no Ceará dependem da situação dos oceanos
(Foto: Natinho Rodrigues)
O prognóstico de chuvas para 2019 no Ceará só terá condições de ser avaliado no mês de dezembro, segundo o presidente da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Eduardo Sávio. No entanto, o gestor ressalta que há uma preocupação com o aquecimento dos oceanos.

Sávio foi à Brasília nesta quarta-feira (10) tratar de planos de alocação do São Francisco e de seca para a região Nordeste. 

"Neste exato momento nós temos uma situação de neutralidade no pacifico equatorial, mas tem uma preocupação, é claro. Nós temos que continuar monitorando para ver como vai ser a evolução dessas temperaturas até o final do ano e inicio do próximo. E aí é o momento para fazermos qualquer prognostico quanto à quadra chuvosa do próximo ano", afirmou.

O presidente da Funceme explicou que as chuvas no Ceará dependem da situação dos oceanos. "Estamos sempre sistematicamente acompanhando a situação dos oceanos exatamente porque eles é que regulam o clima da nossa região. No particular, o Pacífico Equatorial e o Atlântico Tropical. Eles são muito importantes para as chuvas que acontecem aqui no Nordeste". 

Ele falou também das condições dos açudes, atualmente com 16% da capacidade, em média. Segundo o gestor, algumas regiões estão com situações bem críticas.

"O setor de recursos hídricos está atento, monitorando as cidades que têm ainda reserva para o atendimento à sua população e aquelas que estão com o horizonte mais próximo disso. As situações e as ações estão sendo mapeadas para garantir o atendimento de água para essas populações", finalizou.

Do Diário do Nordeste, com informações do jornalista José Maria Melo.

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Propaganda eleitoral gratuita do 2º turno para rádio e TV começa sexta-feira, 12

No segundo turno, Bolsonaro e Haddad terão mesmo tempo de propaganda

(Foto: arquivo/Agência Brasil)
No dia 28 de outubro acontecerá a votação para o segundo turno das eleições presidenciais. Na próxima sexta-feira, 12 de outubro (12/10), começa a propaganda eleitoral gratuita no rádio e TV, com término no dia 26 de outubro.

Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) estão na disputa pelo Planalto e podem iniciar a campanha eleitoral a partir das 17 horas desta segunda-feira, 8. De acordo com a Lei das Eleições, 24 horas após o encerramento das votações, é permitido que os candidatos façam carreatas, distribuição de material de campanha, além do comícios e propaganda com alto-falantes ou amplificadores de som.

No segundo turno, os presidenciáveis terão dois blocos diários de dez minutos cada, com início às 7 horas e às 12 horas, no rádio, e às 13 horas e às 20h30min, na televisão.

Detentor do maior tempo de propaganda no primeiro turno com 5 minutos e 32 segundos, o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) ficou em quarto lugar na corrida presidencial, com 4,76% dos votos válidos.

O ex-governador de São Paulo foi superado por Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT) e Jair Bolsonaro (PSL), que tinham 2 minutos e 23 segundos, 38 segundos e 8 segundos respectivamente.

(Do O POVO Online)

Confira a lista de deputados estaduais que ficarão fora da Assembleia Legislativa


Com o resultado final das apurações, confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Assembleia Legislativa do Ceará registra quase 34,7% de renovação em seu quadro para a próxima Legislatura, que começa em 2019. Na lista, deputados que não conseguiram a reeleição, desistiram da disputa ou colocaram parentes.

Confira a lista atualizada

Dr. Lucílvio Girão
Manoel Duca
Carlos Matos
Ferreira Aragão
Ely Aguiar
Gony Arruda
Dedé Teixeira
Odilon Aguiar
Roberto Mesquita (Desistiu da disputa)
Raquel Marques (Disputou Câmara Federal e não se elegeu)
Mirian Sobreira (Elegeu o filho, Marcos Sobreira)
Bethrose
Mário Hélio
Thomaz Holanda (Disputou Federal, e perdeu)
Joaquim Noronha
Robério Monteiro (Se elegeu Deputado Federal)

Fonte: Ceará News 7

Confira como foi a votação em Dep. Irapuan Pinheiro para Governador, Senador e Presidente


Com eleitorado de 7.225 mil pessoas aptas, o município de Deputado Irapuan Pinheiro apresentou para Governador, 4.596 (84,69%) dos votos válidos. O mais bem votado para Governador, conquistou a reeleição. 

Governador
  • Camilo (PT): 4.457 - 96,98 %
  • Hélio Góis (PSL): 58 - 1,26 %
  • General Theophilo (PSDB): 45 - 0,98 %
  • Ailton Lopes (PSOL): 34 - 0,74 %
  • Gonzaga (PSTU): 2 - 0,04 %
Para Senador, o município apresentou 7.979 (73,51%) dos votos válidos. Dos dois mais bem votado para Senador, um ganhou pela primeira vez e o outro não conquistou a reeleição. 

Senador
  • Cid Gomes (PDT): 4.232 - 53,04 %
  • Eunício Oliveira (MDB): 2.219 - 27,81 %
  • Pastor Simões (PSOL): 727 - 9,11 %
  • Eduardo Girão (PROS): 263 - 3,30 %
  • Anna Karina (PSOL): 238 - 2,98 %
  • Dra. Mayra (PSDB): 199 - 2,49 %
  • Pastor Pedro Ribeiro (PSL): 56 - 0,70 %
  • Dr. Márcio Pinheiro (PSL): 44 - 0,55 %
  • João Saraiva (REDE): 1 - 0,01 %
Já para Presidente, o município apresentou 5.117 (94,29%) dos votos válidos. Dos dois mais bem votado para Presidente, um passou para o 2º turno e o outro não conseguiu. 

Presidente
  • Ciro Gomes (PDT): 2.655 - 51,89 %
  • Fernando Haddad (PT): 2.108 - 41,20 %
  • Jair Bolsonaro (PSL): 246 - 4,81 %
  • Henrique Meirelles (MDB) : 31 - 0,61 %
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 27 - 0,53 %
  • Cabo Daciolo (PATRIOTA): 23 - 0,45 %
  • Guilherme Boulos (PSOL): 18 - 0,35 %
  • João Amoêdo (NOVO): 3 - 0,06 %
  • Alvaro Dias (PODE): 3 - 0,06 %
  • Marina Silva (REDE): 1 - 0,02 %
  • Vera (PSTU): 1 - 0,02 %
  • João Goulart Filho (PPL): 1 - 0,02 %

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Confira como foi a votação em Dep. Irapuan Pinheiro para deputado estadual


Com eleitorado de 7.225 mil pessoas aptas, o município de Deputado Irapuan Pinheiro apresentou para deputado estadual, 4.801 (88,47%) dos votos válidos. Dos três mais bem votados para estadual, todos conquistaram a reeleição. 

Acompanhe a relação dos candidatos a deputados estaduais votados em Dep. Irapuan Pinheiro:
  • ANTONIO GRANJA  - PDT - 42,85 % - 2.057
  •  LEONARDO PINHEIRO - PP - 25,72 % - 1.235
  • MOISES BRAZ - PT - 8,35 % - 401
  • AGENOR NETO - MDB - 1,21 % - 58
  • APÓSTOLO LUIZ HENRIQUE - PATRI - 1,00 % - 48
  •  DR. LUCÍLVIO GIRÃO - PP - 0,98 % - 47
  • DANNIEL OLIVEIRA - MDB - 0,69 % - 33
  • ANDRÉ FERNANDES - PSL - 0,60 % - 29
  • GEORGE LIMA - PV - 0,56 % - 27
  • DR SARTO - PDT - 0,52 % - 25
  • ADRIANO DA SAÚDE  - PATRI - 0,50 % - 24
  • MARCOS SOBREIRA - PDT - 0,44 % - 21
  • NIZO - PATRI - 0,44 % - 21
  • DRA. SILVANA - PR - 0,31 % - 15
  • ISAAC DE MADUREIRA - PATRI - 0,31 % - 15
  •  PASTOR NALDO CUNHA - PATRI - 0,29 % - 14
  • JOSBERTINI  - PDT - 0,27 % - 13
  • OSMAR BAQUIT - PDT - 0,21 % - 10
  • QUEIROZ FILHO - PDT - 0,19 % - 9
  • DR. BRUNO GONÇALVES - PATRI - 0,19 % - 9
  • RENATO ROSENO - PSOL - 0,17 % - 8
  • SALMITO - PDT - 0,15 % - 7
  • LEONARDO ARAUJO - MDB - 0,15 % - 7
  • ROMULO FILHO - PATRI - 0,15 % - 7
  • ANA ANGÉLICA  - PCdoB - 0,15 % - 7
  • GELSON FERRAZ - PRB - 0,12 % - 6
  • FERNANDO SANTANA  - PT - 0,10 % - 5
  •  TIN GOMES  - PDT - 0,10 % - 5
  • NESTOR BEZERRA - PSOL - 0,10 % - 5
  • DEP FERNANDO HUGO - DR. HUGO  - PP - 0,08 % - 4
  • SOLDADO NOELIO - PROS - 0,08 % - 4
  • TADEU OLIVEIRA - PPS - 0,08 % - 4 
  • ACRISIO SENA - PT - 0,06 % - 3 
  • CARLOS MATOS - PSDB - 0,06 % - 3 
  • PPCELL - PSB - 0,06 % - 3 
  • DR. LEITÃO - PPS - 0,06 % - 3
  • MAJOR MÁRIO - PROS - 0,06 % - 3
  • PASTOR SOUSA - PATRI - 0,06 % - 3
  • VIVIANE DE JESUS - PRB - 0,06 % - 3
  • ERIKA LOKA - PT - 0,06 % - 3
  • ZÉ FILHO - PROS - 0,06 % - 3
  • PROFESSOR ELIAS - PTB - 0,06 % - 3
  • NETO NOGUEIRA - PMN - 0,06 % - 3
  • ELMANO FREITAS - PT - 0,04 % - 2
  • BRUNO PEDROSA - PP - 0,04 % - 2
  • DAVID DURAND - PRB - 0,04 % - 2
  • NELINHO - PSDB - 0,04% - 2
  • DR. CARLOS FELIPE - PCdoB - 0,04 % - 2
  • MARCEL GIRÃO - PPL - 0,04 % - 2
  • GUILHERME - PT - 0,04 % - 2
  • RAFAEL BRANCO - MDB - 0,04 % - 2
  • TONI BRITO - PROS - 0,04 % - 2
  • LUIZ GARCIA - PROS - 0,04 % - 2
  • GEORGE MAZZA - PROS - 0,04 % - 2
  • P. QUEIROZ - AVANTE - 0,04 % - 2
  • WILLIAN DO POVO  - PPS - 0,04 % - 2
  • ROMEU ALDIGUERI - PDT - 0,02 % - 1
  • EVANDRO LEITÃO  - PDT - 0,02 % - 1
  • ZEZINHO ALBUQUERQUE - PDT - 0,02 % - 1
  • AUGUSTA BRITO - PCdoB - 0,02 % - 1
  • PATRÍCIA AGUIAR - PSD - 0,02% - 1
  • HEITOR FÉRRER  - SOLIDARIEDADE - 0,02 % - 1
  • JEOVÁ MOTA  - PDT - 0,02 % - 1
  • DELEGADO CAVALCANTE - PSL - 0,02 % - 1
  • AVELINO FORTE  - PSDB - 0,02 % - 1
  • TIMÁ DA RENOVAÇÃO - DC - 0,02 % - 1
  • RAMON GOMES MISERIQUEIMA - PRB - 0,02 % - 1
  • PROFESSOR LUIZ DAMIÃO - PATRI - 0,02 % - 1
  • SARGENTO AILTON  - SOLIDARIEDADE - 0,02 % - 1
  • ENFERMEIRA RUBÊNIA - PATRI - 0,02 % - 1
  • JOÃO PEDRO GURGEL  - PV - 0,02 % - 1
  • DR. MARCOS NORJOSA  - PT - 0,02 % - 1
  • CHICO DO POSTO - PROS - 0,02 % - 1
  • JAMAL FORTE - PATRI - 0,02 % - 1
  • CLAUDIO MAPURUNGA - PPL - 0,02 % - 1
  • LUCIANO GIRAO - PDT - 0,02 % - 1
  • CESAR WAGNER DELEGADO - DC - 0,02 % - 1
  • PROFESSORA VILANI - PT - 0,02 % - 1
  • ALEXANDRE MAPURUNGA - PSOL - 0,02 % - 1
  • GERMANA AMARAL - PCdoB - 0,02 % - 1
  • CLAUDIO CARDOSO - PROS - 0,02 % - 1
  • RODRIGO BARROS - PSOL - 0,02 % - 1
  • DR. MAILSON - PROS - 0,02 % - 1
  • PROFESSOR ISMAEL LIMA - PSOL - 0,02 % - 1
  • AGOPIN.COM  - PROS - 0,02 % - 1
  • SÔNIA BARROS  - PATRI - 0,02 % - 1
  • LUCIVANIA RODRIGUES - PPS - 0,02 % - 1
  • GONY ARRUDA  - PP - 0,02 % - 1
  • ANA MONTEIRO  - PSDB - 0,02 % - 1
  • MARA SANTOS  - PR - 0,02 % - 1
  • CÉLIA LOPES  - PPS - 0,02 % - 1
  • GLÊDSON BEZERRA  - PMN - 0,02 % - 1

Confira como foi a votação em Dep. Irapuan Pinheiro para deputado federal


Com eleitorado de 7.225 mil pessoas aptas, o município de Deputado Irapuan Pinheiro apresentou para deputado federal, 4.881 (89,94%) dos votos válidos. Dos cinco mais bem votados para federal, dois conquistaram a reeleição, um não conseguiu a reeleição e dois foram eleitos pela primeira vez. 

Acompanhe a relação dos candidatos a deputados federais votados em Dep. Irapuan Pinheiro:
  • MAURO FILHO - PDT - 28,89 % - 1.410
  • RAIMUNDO MATOS - PSDB - 23,29 % - 1.137
  • ANDRÉ FIGUEIREDO - PDT - 13,89 % - 678
  • GUIMARÃES - PT - 9,69 % - 473
  • IDILVAN - PDT - 3,61 % - 176
  • FRANCISCA CABRAL - PDT - 0,82 % - 40
  • DANILO FORTE - PSDB - 0,78 % - 38
  • DOMINGOS NETO - PSD - 0,66 % - 32
  • LEONIDAS CRISTINO - PDT - 0,53 % - 26
  • RONALDO MARTINS - PRB - 0,45 % - 22
  • LUIZIANNE - PT - 0,41 % - 20
  • DR. AGRIPINO MAGALHÃES - PROS - 0,39 % - 19 
  • CAPITÃO WAGNER - PROS - 0,37 % - 18
  • DR. JAZIEL - PR - 0,37 % - 18
  • AJ ALBUQUERQUE - PP - 0,33 % - 16
  • CELIO STUDART - PV - 0,31 % - 15
  • JOSE AIRTON - PT - 0,31 % - 15
  • PRISCILA COSTA - PRTB - 0,31 % - 15
  • DENIS BEZERRA - PSB - 0,29 % - 14
  • CABO SABINO - AVANTE - 0,29 % - 14
  • TOMAZ HOLANDA - PPS - 0,29 % - 14
  • HEITOR FREIRE - PSL - 0,23 % - 11
  • CHICO LOPES - PCdoB - 0,23 % - 11
  • MOSIAH DO MORONI - PDT - 0,23 % - 11
  • NELHO BEZERRA - PROS - 0,23 % - 11
  • DR. MARCOS - PSL - 0,23 % - 11
  • ODORICO - PSB - 0,20 % - 10
  • JOÃO NETO - PR - 0,18 % - 9
  • CRESCENCIO JUNIOR - PHS - 0,16 % - 8
  • RICARDO ALMEIDA - PROS - 0,16 % - 8
  • ODECIO CARNEIRO - SOLIDARIEDADE - 0,12 % - 6
  • RACHEL MARQUES - PT - 0,10 % - 5 
  • POLLYANA MACEDO - PP - 0,10 % - 5 
  • INÁCIO ARRUDA - PCdoB - 0,10 % - 5 
  • REBECA VELOSO - PSOL - 0,10 % - 5 
  • ROBÉRIO MONTEIRO - PDT - 0,08 % - 4
  • PEDRO BEZERRA - PTB - 0,08 % - 4
  • JÚNIOR MANO - PATRI - 0,08 % - 4
  • ADAIL CARNEIRO - PODE - 0,08 % - 4
  • JORGE FONTENELLE - PSL - 0,08 % - 4
  • ANIZIO MELO - PT - 0,08 % - 4
  • SARGENTO GERSON - PSDB - 0,08 % - 4
  • ADELITA MONTEIRO - PSOL - 0,08 % - 4
  • ROBERTO PESSOA - PSDB - 0,06 % - 3
  • ALANDERSON MANGUEIRA - PPL - 0,06 % - 3
  • CORONEL BEZERRA - BEZERRINHA - PSL - 0,06 % - 3
  • GENECIAS NORONHA - SOLIDARIEDADE - 0,04 % - 2
  • JULIERME SENA - PROS - 0,04 % - 2
  • ARNALDO - PSDB - 0,04 % - 2
  • RAIMUNDO BEZERRA FILHO - PSDB - 0,04 % - 2
  • CORONEL IVAN MACEDO - PSL - 0,04 % - 2
  • LOURDINHA FELIX - PT - 0,04 % - 2
  • SILVINHA - PCdoB - 0,04 % - 2
  • FRANCISCO FERNANDES - PSL - 0,04 % - 2
  • ALEXANDRE COSTA - PSOL - 0,04 % - 2
  • MOSES RODRIGUES - MDB - 0,02 % - 1
  • EDUARDO BISMARCK - PDT - 0,02 % - 1
  • DR. ANÍBAL - DEM - 0,02 % - 1
  • TOTONHO LOPES - PDT - 0,02 % - 1
  • BALMAN - PDT - 0,02 % - 1
  • ENFERMEIRA ANA PAULA - PATRI - 0,02 % - 1
  • ROBÉRIO CAVALCANTE - DC - 0,02 % - 1
  • ZIÊR FÉRRER - PDT - 0,02 % - 1
  • VICTOR LUIZ MONTEIRO - PSDB - 0,02 % - 1
  • GARCIA - PATRI - 0,02 % - 1
  • EVANDO MARREIRO - PSD - 0,02 % - 1
  • LINDALVA - MDB - 0,02 % - 1
  • REGINALDO MOREIRA - PMN - 0,02 % - 1
  • DADINHA ROBERTO - MDB - 0,02 % - 1
  • CLÉCIO OLIVEIRA - PATRI - 0,02 % - 1
  • ALINE RIBEIRO - PROS - 0,02 % - 1
  • RODRIGO MARINHO - NOVO - 0,02 % - 1
  • PROFESSORA ZULEIDE QUEIROZ - PSOL - 0,02 % - 1
  • GOMES MORORÓ - PSOL - 0,02 % - 1
  • AUZELITA GRANJEIRO - REDE - 0,02 % - 1

Bolsonaro e Haddad vão disputar o 2º turno da eleição presidencial

Candidato do PSL consegue 46% dos votos e fica perto de decidir a eleição na primeira fase; pela primeira vez desde 2002, não haverá um candidato do PSDB

(Facebook/Reprodução - Nelson Almeida/AFP)
Os candidatos à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) vão disputar o segundo turno das eleições de 2018 no próximo dia 28 de outubro. É a primeira vez desde 2002 que um candidato do PSDB não vai à segunda rodada do pleito com o partido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O candidato do PSL teve 46,1% dos votos, contra 29,2% do petista.

Em seu pronunciamento após o resultado, Bolsonaro questionou a segurança das urnas. “Se tivéssemos confiança no voto eletrônico, já teríamos o voto do futuro presidente da República decidido no dia de hoje”, disse, em vídeo publicado em suas redes sociais.

Já Haddad, em seu comitê em um hotel em São Paulo, reconheceu que o cenário daqui para frente é desafiador. “Os resultados são bastante expressivos e me fazem atentar para os riscos que a democracia corre”, afirmou. Em terceiro lugar, com 12,5% dos votos, Ciro Gomes fez um aceno ao petista. O pedetista não adiantou apoio, mas frisou que “sempre defendeu a democracia” e finalizou o discurso dizendo “Ele não”.

O representante do antipetismo

Candidato que canalizou o antipetismo e a repulsa pelos escândalos de corrupção desde o processo de impeachment de Dilma Rousseff (PT), em 2016, Bolsonaro foi responsável pelo esvaziamento da candidatura do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB). O tucano teve apenas 4,8% dos votos – o pior resultado de um candidato tucano ao Planalto.

Pertencente ao baixo clero, o candidato do nanico PSL, que possui apenas oito das 513 cadeiras na Câmara dos Deputados, Bolsonaro possui 27 anos de vida parlamentar e aprovou apenas dois projetos no período. Capitão do Exército reformado, ele começou a se credenciar como presidenciável por suas declarações contra o PT e pelas frases polêmicas consideradas de tons racistas, homofóbicos e machistas, que ganharam holofotes na mídia.

Sua candidatura começou a crescer no dia 29 de setembro, quando protestos foram organizados contra ele por mulheres em todo o país. Os adversários dizem que o crescimento se deve a notícias falsas relativas ao movimento espalhadas pelo aplicativo WhatsApp.

Durante a campanha, Bolsonaro também sofreu um ataque em Juiz de Fora (MG). Em 6 de setembro, foi esfaqueado por Adélio Bispo de Oliveira, por “inconformismo político”, segundo a Polícia Federal. O atentado não refletiu, num primeiro momento, em alta nas pesquisas de intenção de voto, mas tirou o candidato das ruas e dos debates na TV. Ele também foi beneficiado com tempo espontâneo na televisão pela cobertura do caso.

O substituto de Lula

Professor da USP, ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad assumiu a cabeça de chapa do PT apenas em 11 de setembro, dez dias depois de a candidatura de Lula ter sido barrada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com base na Lei da Ficha Limpa. O ex-presidente está preso em Curitiba, condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. Sua defesa diz que ele foi condenado sem provas e é perseguido por setores da Justiça. Ele recorre.

No início das pesquisas, Haddad aparecia com apenas 4% das intenções de voto, mas sua campanha conseguiu fazer parte da transferência de voto de Lula para seu candidato. O ex-ministro se apoiou especialmente na popularidade do ex-presidente no Nordeste, onde Haddad conseguiu a maioria de seus votos. Ele também conta com a força de seus governadores na região.

(Da VEJA Online)

Em disputa acirrada, Eunício é derrotado para o Senado; Cid e Girão se elegem

O senador Eunício tentava renovar o mandato
O senador Eunício Oliveira (MDB), que preside o Congresso Nacional, foi derrotado na disputa pela reeleição neste domingo, 7. O resultado só foi confirmado nos minutos finais de apuração. Cid Gomes (PDT), que governou o Ceará por duas oportunidades, foi eleito senador com 41,60% dos votos.

Com 99,80% das urnas apuradas, o emedebista obteve apenas 16,92% dos votos válidos, índice não suficiente para superar o principal adversário, Eduardo Girão (Pros), na corrida pelos oito anos de mandato em Brasília, que teve 17,10%.

O resultado acabou surpreendendo o que mostravam as pesquisas de intenção de voto que apontavam a reeleição do emedebista com ampla vantagem em relação ao empresário e ex-presidente do Fortaleza Esporte Clube. O último levantamento, divulgado neste sábado, 6, apontava uma larga vantagem de 25% a 10%, mas com tendência de crescimento em relação à pesquisa anterior.

Eunício se aproximou do governador Camilo Santana (PT) e trabalhou pelo não lançamento de uma candidatura petista ao Senado com objetivo de ter o caminho livre para a reeleição, mas acabou sendo derrotado. Entre os principais motivos pela derrota está a falta de empenho de aliados do governador Camilo Santana na reeleição do parlamentar no interior do Estado.

(Do Blog Política / O POVO)

Camilo Santana é reeleito governador do Ceará em 1° turno

O governador Camilo Santana se reelegeu após campanha com ampla base de partidos, além de apoio de ex-adversários, como Eunício Oliveira, derrotado em 2014

Camilo Santana vai para o 2° mandato no Governo do Ceará. (Foto: Divulgação)
Camilo Santana (PT) está reeleito governador do Ceará para o mandato 2019-2022. Com 70,68% das urnas apuradas, o petista atingiu o percentual necessário para a vitória. Até as 23h15 deste domingo (7), de acordo com a Justiça Eleitoral, Camilo já recebeu 3.454.965 milhões de votos, com 99% das urnas apuradas, equivalente a 79,95%.

O segundo colocado é o candidato do PSDB General Theophilo (PSDB), que recebeu 488.332 mil votos, equivalente a 11,30%.

Após disputa acirrada em 2014, quando venceu o senador Eunício Oliveira (MDB) por uma diferença de cerca de 303 mil votos, Camilo repete o feito do padrinho político Cid Gomes (PDT), candidato ao Senado e ex-governador, reeleito em primeiro turno por dois mandatos. A vice-governadora reeleita é Izolda Cela (PDT).

A corrida eleitoral do Ceará em 2018 foi marcada pela ampla base formada em torno de Camilo Santana, com 24 partidos – incluindo ex-adversários, além da aliança informal com o próprio Eunício. O petista abriu ampla liderança nas pesquisas desde o começo da disputa contra o principal adversário, General Theophilo.

Em nota, General Theophilo agradeceu os 488 mil votos, agradeceu o apoio do senador Tasso Jereissati (PSDB) e do deputado estadual Capitão Wagner (Pros) à sua campanha e parabenizou o governador reeleito, Camilo Santana.

“Durante este domingo, todo o Brasil participou de um dos maiores momentos da democracia. Eu, como militar e com 45 anos de serviço prestados à nação, fico imensamente feliz pelo povo poder participar ativamente das decisões do nosso país”, disse Theophilo.

Ele destacou o desempenho da coligação PSDB-Pros e ressaltou que participou de campanha “limpa, transparente, coerente e muito bonita”. “Reitero aqui que aceitei o desafio de participar dessa disputa para promover a mudança que nosso Estado tanto precisa, diante de tantos problemas enfrentados”, ressaltou o candidato do PSDB.

Resultado completo da eleição para governador no Ceará:
VOTOS VÁLIDOS em 99% das urnas (excluindo brancos e nulos)

Camilo Santana (PT): 3.454.965 (79,95%)
General Theophilo (PSDB): 488.332 (11,30%)
Hélio Góis (PSL): 282.404 (6,54%)
Ailton Lopes (Psol): 90.600 (2,10%)
Gonzaga (PSTU): 5.059 (0,12%)

Fonte: Tribuna do Ceará

Confira os nomes dos 46 deputados estaduais eleitos no Ceará

Essa é a lista dos candidatos eleitos que vão ocupar a Assembleia Legislativa para o mandato de quatro anos

Eleições aconteceram neste domingo (Foto: Divulgação)
Os cearenses elegeram 46 deputados estaduais nas eleições deste domingo, 7 de outubro. Confira a lista dos candidatos eleitos que vão ocupar a Assembleia Legislativa para o mandato de quatro anos, a partir de 2019. Da lista, 28 foram reeleitos.

André Fernandes – PSL

Queiroz Filho – PDT

*Sérgio Aguiar – PDT

Fernando Santana – PT

Salmito – PDT

Romeu Aldigueri – PDT

Érika Amorim – PSD

*Moises Braz – PT

*Evandro Leitão – PDT

Guilherme Landim – PDT

*Dr. Bruno Gonçalves – Patri

*Danniel Oliveira – MDB

*Zezinho Albuquerque – PDT

*Renato Roseno – Psol

*Dr. Sarto – PDT

*Elmano Freitas – PT

*Augusta Brito – PCdoB

Marcos Sobreira – PDT

*Aderlania Noronha – SD

*Leonardo Araújo – MDB

Vitor Valim – PROS

*Agenor Neto – MDB

*Dra. Silvana – PR

Patrícia Aguiar – PSD

*Fernanda Pessoa – PSDB

*João Jaime – DEM

*Heitor Ferrer – SD

*Osmar Baquit – PDT

*Tin Gomes – PDT

*Jeová Mota – PDT

Nezinho Farias – PDT

*Antonio Granja – PDT

*Dep. Fernando Hugo – Dr. Hugo – PP

*Audic Mota – PSB

*Bruno Pedrosa – PP

*Leonardo Pinheiro – PP

*David Durand – PRB

Nelinho – PSDB

Dr. Carlos Felipe – PCdoB

*Walter Cavalcante – MDB

Apóstolo Luiz Henrique – Patri

Acrísio Sena  – PT

Delegado Cavalcante – PSL

*Julinho – PPS

Nizo – Patri

Soldado Noélio – Pros

*Deputados estaduais reeleitos em 2018.

Fonte: Tribuna do Ceará

Veja a lista dos 22 deputados federais eleitos no Ceará em 2018

Somente nove deputados federais do Ceará foram reeleitos nesta disputa

As eleições foram realizadas neste domingo, 7 de outubro. (Foto: Agência Brasil)
Neste domingo (7), os cearenses elegeram 22 deputados federais que vão representar o estado na Câmara dos Deputados, em Brasília, para mandato de quatro anos a partir de 2019. Apenas oito deles foram reeleitos.

Veja a lista dos deputados federais eleitos:

Capitão Wagner – Pros

Célio Studart – PV

* Luizianne – PT

* Guimarães – PT

Mauro Filho – PDT

Idilvan – PDT

AJ Albuquerque – PP

Robério Monteiro – PDT

* Moses Rodrigues – MDB

Pedro Bezerra – PTB

* Genecias Noronha – SD

* Domingos Neto – PSD

Denis Bezerra – PSB

* André Figueiredo – PDT

Roberto Pessoa – PSDB

* Leonidas Cristino – PDT

Heitor Freire – PSL

Eduardo Bismarck – PDT

* José Airton – PT

Júnior Mano – Patri

Dr. Jaziel – PR

Vaidon Oliveira – Pros

* Deputados federais reeleitos em 2018.

Fonte: Tribuna do Ceará