Município

Recepção.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Palácio da Abolição sedia promoção de 43 militares em clima de reconhecimento

Desta vez, a medida beneficia policiais e bombeiros que entrarão para a reserva, pelo critério de promoção requerida – todos possuem mais de 30 anos de serviços prestados

Foto: Marcos Studart
A família do coronel Renato Melo, da Polícia Militar, não conseguia esconder a satisfação e orgulho ao ver o patriarca recebendo, das mãos do governador Camilo Santana, a condecoração máxima da corporação. O policial foi um dos 43 policiais e bombeiros militares que receberam, na manhã desta sexta-­feira (12), a ascensão no oficialato militar, no Palácio da Abolição, em Fortaleza.

“Esperei por 11 anos para chegar ao posto de tenente-coronel e, agora, a espera foi de três anos para chegar ao posto de coronel. A espera foi longa, mas recompensadora em saber que o Governo do Estado teve um olhar voltado para a valorização de todos os militares. Fico ainda mais feliz em ver a minha família, que é muito unida e vive na expectativa de melhores condições e dias melhores. Chegar a um novo patamar no meu trabalho é, certamente, refletido na minha família, pois ela cresce junto conosco”, falou, emocionado, o coronel agora reformado.

A medida é motivada pela lei que permitiu a promoção na carreira de 8.891 profissionais no ano passado. Desta vez, beneficia policiais e bombeiros que entrarão para a reserva, pelo critério de promoção requerida – todos possuem mais de 30 anos de serviços prestados. Foram beneficiados 35 policiais (16 coronéis, um major, 11 capitães e sete 2º tenentes) e oito bombeiros (três coronéis, dois majores, um capitão, e dois 2º tenentes) que entrarão para a reserva no critério de promoção requerida.

Foto: Marcos Studart
Segundo o governador Camilo Santana, a medida tem corrigido distorções históricas, dando mais dignidade, autoestima e boas condições de trabalho. “Foi uma das maiores emoções minhas, durante minha gestão, participar desta que é a maior promoção de militares de todos os tempos no Estado. Todas as vezes que converso com os militares vejo em seus discursos um agradecimento que são melhor traduzidos em seus olhos. E, estejam certos, que a segurança pública é e sempre será uma das minhas prioridades para que possamos ter um Ceará cada vez mais pacífico”, confessou o chefe do Executivo estadual.

Proposta pelo Governo do Estado, a lei que permite a promoção dos policiais e bombeiros militares foi aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa. A promoção de 8.891 profissionais apenas no ano passado foi a maior da história das corporações. Foram 6.043 promovidos em duas cerimônias na Capital e 2.848 em outras oito solenidades no Interior (em Sobral, Crateús, Canindé, Itapipoca, Juazeiro, Iguatu, Russas e Quixadá). A última grande promoção havia sido em 2006, com 1.679 beneficiados e apenas 29 pessoas seriam promovidas em 2015 sem a existência da lei.

Foto: Marcos Studart
Já o secretário Delci Teixeira, da Segurança Pública e Defesa Social, ressaltou que as promoções são um passo importante para segurança do Estado e marcam uma série de outras ações do Governo. “Temos a ciência de o quanto é importante para todos – Estado, corporação e sociedade – a ascensão dos senhores. Essa é uma das diversas ações que já estamos fazendo para a melhoria da segurança pública do nosso Estado. E, ainda assim, não é momento para descansarmos, mas de estarmos juntos focados com o mesmo objetivo: o de trazer mais conforto e paz a todos os cearenses”, disse o secretário.

Homenagem ao soldado Augusto Huebster Félix 

Quebrando o protocolo da cerimônia, o governador Camilo Santana rendeu todas as homenagens ao soldado do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), Augusto Huebster Félix, que faleceu nesta sexta-­feira (12), após ter sofrido uma tentativa de assalto. Em sua memória, o governador dedicou um minuto de silêncio ao soldado logo no início da solenidade.

Ceará Pacífico 

O governador Camilo Santana aproveitou o momento para destacar ações importantes na área da segurança pública, como o lançamento do Pacto por um Ceará Pacífico no bairro Vicente Pinzón, primeiro território de atuação da iniciativa, no próximo dia 20.

Ele afirmou ainda que vai enviar para a Assembleia Legislativa edital de concurso para a PM com aproximadamente quatro mil vagas a serem preenchidas até 2018. Atualmente, estão treinamento na Academia Estadual de Segurança Pública (AESP) 792 policiais civis e 312 policiais militares, com expectativa de reforço aos respectivos efetivos até maio.

Estiveram presentes na cerimônia a vice-governadora do Estado, Izolda Cela; o secretário Chefe do Gabinete do Governador, Élcio Batista; o chefe da Casa Militar, coronel Túlio Studart; os secretários Delci Teixeira (SSPDS), Nelson Martins (Relações Institucionais), Socorro França (Controladoria Geral de Disciplina) e Juvêncio Viana (Procuradoria-­Geral do Estado); os deputados estaduais Naomi Amorim e Tim Gomes; a promotora de justiça Flávia Unneberg. além dos comandantes coronel Geovani Pinheiro (Polícia Militar); coronel Carlos Gurgel (Corpo de Bombeiros); Herlínio Dutra (AESP) e Andrade Junior (Polícia Civil).

Da Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

EUA encontram vírus Zika em tecido de bebês mortos no Brasil com microcefalia

O Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) conseguiu identificar o vírus Zika em amostras de tecido de dois bebês com microcefalia que morreram no Brasil. A informação foi divulgada pelo diretor do instituto, Tom Frieden, durante um painel para membros do Comitê de Assuntos Exteriores do Congresso norte-­americano.

A notícia, publicada pelo jornal USA Today e pela Fox News, afirma que Frieden explicou que novos testes ainda precisam ser feitos para que o CDC consiga confirmar a relação do vírus com a doença. Mesmo assim, para o diretor, “essa é a mais forte evidência, até agora, de que o Zika vírus é a causa da microcefalia [nos bebês cujas amostras foram analisadas]”.

O CDC tem recomendado a mulheres grávidas que planejam viajar às áreas infectadas pelo vírus Zika que considerem adiar a ida. Para os demais viajantes, a recomendação é de se proteger contra a picada de mosquitos.

Apesar de os Estados Unidos não terem registrado doentes infectados por mosquitos dentro do país, o presidente Barack Obama quer investir U$ 1,856 bilhão nos esforços de combate ao vírus. Na segunda-­feira, Obama fez um pedido de reforço orçamentário ao Congresso.

O dinheiro será usado em programas de controle de mosquitos, pesquisas para o desenvolvimento de uma vacina, e também vai servir para ajudar países afetados pelo vírus a combater o mosquito e controlar a transmissão da doença.

Agência Brasil

TRE vai julgar ação contra Camilo Santana e Cid Gomes

Desembargadora Nailde Nogueira, corregedora do TRE 
(Foto: Érika Fonseca)
O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE) julgará, na sessão da próxima segunda-feira (15), ação de investigação judicial eleitoral que pede a cassação e inelegibilidade do governador Camilo Santana e do antecessor Cid Gomes por suposto abuso de poder político e econômico nas eleições de 2014. Assinado pela Procuradoria Regional Eleitoral do Ceará, o processo cita a vice-governadora Izolda Cela e ex-secretários da gestão passada: Carlo Ferrentini (Cidades), Gilvan Paiva (Esportes), Sérgio Fontenele (DER) e Nelson Martins (Desenvolvimento Agrário).

Ação contra Camilo foi motivada pela concessão de convênios pelo Governo Cid Gomes a prefeituras do Estado, nas vésperas da campanha eleitoral, que, segundo sustenta a Procuradoria Eleitoral, seriam em troca de apoio dos prefeitos ao atual governador nas eleições de 2014. De acordo com o procurador regional eleitoral no pleito passado, Rômulo Conrado, o Estado repassou recursos em "período vedado". Pondera que as exceções são admitidas em casos de obras em andamento ou calamidade pública, o que ele nega que tenha ocorrido em tais casos.

"Ainda que tenha havido a celebração do convênio (obrigação formal preexistente) com cronograma prefixado, como o objeto dos convênios não se destina a enfrentar situações de emergência e de calamidade, o repasse de recursos sem que a obra tenha sido fisicamente iniciada (sem obra em andamento) claramente configura a conduta vedada", argumenta a Procuradoria Eleitoral no processo.

Liminar 

A ação foi assinada pelo procurador Rômulo Conrado em setembro de 2014. Naquele mesmo mês, o desembargador Abelardo Benevides, hoje presidente do TRE, decidiu liminarmente pela suspensão do pagamento de parcelas remanescentes de 47 dos 80 convênios questionados, "tendo em vista que a análise dos documentos revelara indícios de irregularidades".

Conforme o Ministério Público Eleitoral, a maioria dos convênios relacionava-se a municípios em que o prefeito era filiado a um partido do arco de alianças do então candidato Camilo Santana, apoiado por Cid Gomes. A defesa dos promovidos, no entanto, rechaça que todos os gestores beneficiados seriam de legendas aliadas e acrescenta que, partindo da premissa da Procuradoria Eleitoral, seria esperada a liberação de convênios para prefeitos da oposição, em busca de apoios para Camilo Santana.

O relatório da desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, corregedora do TRE, foi concluído no dia 28 de janeiro deste ano, ocasião em que ela pediu a inclusão do processo na pauta da Corte eleitoral. A ação de investigação judicial eleitoral deveria ter sido analisada pelo pleno do TRE no último dia 2 de fevereiro, mas foi adiada.

A defesa dos representados, segundo consta no relatório da corregedora Nailde Pinheiro, alegou a nulidade das provas produzidas por meio de fotografias registradas do celular do então procurador regional eleitoral e não autorizadas pelo secretário das Cidades, bem como dos documentos referentes aos 41 convênios da Pasta. Alega ainda a ilegitimidade passiva de Cid Gomes, já que os atos de formalização e repasse de recursos dos convênios são de iniciativa exclusiva dos secretários de Estado.

Fonte: Diário do Nordeste

Balanço final registra 53 homicídios durante o Carnaval no Ceará

Região Metropolitana de Fortaleza registrou 34% das ocorrências de todo o Estado

O Ceará registrou 53 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI's) durante a Operação Carnaval 2016, no período entre as 18h da última sexta-­feira (5) e as 6h desta quarta-­feira (10). O número de homicídios caiu 30,2% comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 76 crimes.

A Região Metropolitana de Fortaleza teve o maior número de ocorrências, com 18 homicídios, seguida pelo Interior Sul (13) e pelo Interior Norte (12). Na Capital, foram registrados 10 homicídios; no ano passado, foram 25 mortos. O domingo (7) foi o dia mais violento do feriadão em todo o estado, quando ocorreram 19 homicídios nove apenas na RMF.

Dentre outros atendimentos policiais, houve a apreensão de 66 armas, sendo 35 somente no Interior Sul. Foram lavrados ainda 471 autos de prisão e apreensões em flagrante. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS-CE).

Corpo de Bombeiros 

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará atendeu a 8.919 ocorrências no mesmo período. No total, sete pessoas morreram afogadas; em 2015, foram apenas três. Também foram realizados 98 resgates de afogados e 13 achados de crianças.

No entanto, mais de 98% dos serviços prestados pelos bombeiros militares foram ações de prevenção a afogamentos e minimização de riscos de acidentes.

(Diário do Nordeste)

Validade de receita para retirar remédios do Farmácia Popular sobe para 180 dias


O prazo de validade das prescrições, laudos ou atestados médicos para retirar medicamentos do Programa Farmácia Popular do Brasil passará de 120 para 180 dias, exceto para os anticoncepcionais que permanecem com validade de 365 dias. O Ministério da Saúde alterou as regras do programa, que começam a valer a partir desta sexta-feira (12).

Segundo o Ministério da Saúde, a ampliação tem o objetivo de equiparar os prazos das receitas emitidas e atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) com as receitas emitidas e atendidas pela rede credenciada do Farmácia Popular.

Outra alteração no programa é em relação à obrigatoriedade da apresentação da receita com o endereço do paciente. Agora, o preenchimento dessa informação poderá ser feita pelo profissional farmacêutico, com a anuência do paciente. Até então, conforme a Lei nº 5.991/73, de controle sanitário do comércio de medicamentos, cabia somente ao médico disponibilizar o nome e o endereço residencial do paciente e, expressamente, o modo de usar a medicação, além das suas informações profissionais.

O Programa Farmácia Popular foi criado em 2004 e distribui medicamentos gratuitos para hipertensão, diabetes e asma em unidades próprias e farmácias credenciadas. O programa ainda oferece 11 itens em medicamentos, com preços até 90% mais baratos, utilizados no tratamento de dislipidemia, rinite, mal de Parkinson, osteoporose e glaucoma, além de contraceptivos e fraldas geriátricas para incontinência urinária.

Em nota, o ministério ressaltou que as farmácias e drogarias deverão respeitar o valor de referência dos medicamentos disponibilizados gratuitamente ou para venda pelo programa. A partir de amanhã, a solicitação de distribuição de medicamentos gratuitos somente será autorizada se a farmácia e drogaria informar o valor do medicamento igual ou abaixo do valor de referência definido. Alguns medicamentos que têm parte paga pelo usuário também tiveram o valor ajustado.

A portaria com os valores de referência dos medicamentos e as novas regras do programa foi publicada no Diário Oficial da União no dia 29 de janeiro.

Agência Brasil

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Chuvas abaixo da média histórica no Carnaval preocupam agricultores no Ceará

De acordo com prognóstico da Funceme, a ocorrência de chuvas no Ceará deve ficar abaixo da média histórica, no período de fevereiro a maio deste ano.

Foto: Agência Diário
A previsão de um Carnaval ensolarado, divulgada antes do feriado pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), se confirmou. Durante o feriado da terça-­feira (09), foram registradas chuvas em apenas 19 dos 184 municípios do Ceará, concentrados principalmente na região Norte do Estado.

De acordo com prognóstico da Funceme, a ocorrência de chuvas no Ceará deve ficar abaixo da média histórica, no período de fevereiro a maio deste ano. A notícia preocupa principalmente o setor de agricultura no Estado, que, além das chuvas, necessita dos sistemas de irrigação para as plantações.

Os açudes cearenses também são afetados pela ausência de chuvas. Dos 153 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), 128 estão com volumes abaixo de 30%, incluindo Orós e Castanhão, duas das principais fontes hídricas do Estado. Em consequência da estiagem, a Cogerh deve diminuir a oferta de água para a agricultura.

Previsão 

No próximo dia 20, a Funceme divulgará um novo prognóstico para o quadro chuvoso, sem muitas expectativas de mudança em relação ao primeiro. Na manhã desta quarta-­feira de cinzas (10), a previsão é de céu parcialmente nublado em todas as regiões do Ceará, e possibilidade de chuva no Litoral Norte, na Serra da Ibiapaba e na região Jaguaribana.

Da Rádio Verdes Mares

Campanha da Fraternidade alerta para necessidade de saneamento básico no Brasil

CNBB / Divulgação
O acesso à água potável e ao esgotamento sanitário é condição necessária para a superação da injustiça social e para a erradicação da pobreza e da fome, para a superação dos altos índices de mortalidade infantil e de doenças evitáveis e para a sustentabilidade ambiental”. Com essa mensagem, o papa Francisco convida as pessoas a se mobilizarem, a partir de suas comunidades, para promoção da Justiça e do direito ao saneamento básico, na Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016.

Lançada nesta quarta-feira (10) pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), a campanha vai alertar sobre o direito de todas as pessoas ao saneamento básico e debater políticas públicas e ações que garantam a integridade e o futuro do meio ambiente. Com o tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”, a campanha também vai tratar do desenvolvimento, da saúde integral e da qualidade de vida dos cidadãos.

O presidente do Conic, dom Flávio Irala, disse que tratar do tema é fundamental porque nem sempre tem visibilidade nas propostas públicas e nos movimentos sociais. “Nos preocupamos com o fato de que mais da metade da população permaneçam sem acesso à rede de coleta de esgoto e que apenas 40% dos esgotos sejam tratados. Nenhuma pessoa deve ser privada do acesso aos benefícios do saneamento básico em função da sua condição socioeconômica. O acesso ao saneamento promove a inclusão social e a garantia dos principais instrumentos de proteção da qualidade dos recursos hídricos e dos inibidores de doenças, como cólera, febre amarela, chikungunya, dengue, diarreia, bem como para evitar a proliferação do vírus Zika”, disse.

Pela quarta vez, a Campanha da Fraternidade foi lançada
 pela CNBB junto com o Conic Elza Fiuza/Agência Brasil
Dados divulgados pelo Conic mostram que, mesmo estando entre as maiores economias do mundo, o Brasil tem mais de 100 milhões de pessoas sem saneamento básico.

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, também esteve na CNBB e disse que o governo federal fará sua parte para dar todo apoio à campanha. “É fundamental que possamos continuar investindo cada vez mais, para que tenhamos condições de combater epidemias, que possamos levar qualidade de vida e dignidade às pessoas”, afirmou.

Realizada no Brasil desde 1963, esta é a quarta vez que a Campanha da Fraternidade é lançada pela CNBB junto com o Conic ­ as outras ocorreram em 2000, 2005 e 2010. Este ano, a campanha ecumênica conta também com o apoio da Misereor, entidade da Igreja Católica na Alemanha que trabalha na cooperação para o desenvolvimento de países da Ásia, da África e da América Latina.

Dentro da programação da campanha, no próximo dia 15 haverá uma audiência pública no Congresso Nacional sobre o tema.

Agência Brasil

Internos serram grades e fogem de Cadeia Pública em Milhã

Grupo armado aguardava fugitivos do lado de fora; não houve disparos

Dois presos, recolhidos na Cadeia Pública de Milhã, a 301 km de Fortaleza, fugiram da unidade na noite da última terça-­feira (9). De acordo com a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), os internos serraram as grades da cela e do alambrado que dá acesso à área externa, por onde escaparam.

Um grupo armado aguardava os presos do lado de fora. Segundo informações da Polícia Militar, nenhum tiro foi disparado na ação. Os foragidos foram identificados como José Edson Pessoa de Melo e Francisco José Alves da Silva. Ambos respondem por homicídio.

Conforme a Sejus, os procedimentos de recaptura dos fugitivos já foram iniciados.

Fonte: DN Online

Ceará confirma oito mortes por microcefalia

(Foto: TV Brasil)
O Ceará já confirmou, até o último dia 4 de fevereiro,oito mortes por microcefalia em decorrência de infecções perinatais, ou seja, os exames mostraram diagnósticos conclusivos para ligação com o vírus zika ou outro agente infeccioso. Os dados foram divulgados no boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde (Sesa), que mostra que os óbitos foram registrados nas cidades de Fortaleza (3), Jucás (1), Maracanaú (1), Morrinhos (1), Russas (1) e Tejuçuoca (1).

Segundo a Secretaria, até o momento, apenas o óbito registrado em Tejuçuoca foi confirmado a relação da microcefalia com o zika vírus. A Sesa ainda investiga se dois óbitos, em Canindé e Crateús, foram em decorrência da doença. O número de mortes por microcefalia dobrou no Estado em comparação com o boletim divulgado pela secretaria no último dia 2 deste mês,quando 4 casos foram confirmadas.

O boletim aponta ainda que o Estado já confirmou 11 casos de microcefalia relacionados à infecções perinatais e investiga outros 254 notificações. Os casos identificados e suspeitos estão em 67 municípios e em 18 regionais de saúde.

Os casos confirmados foram registrados em Fortaleza (5), Crateús (1), Eusébio (1), Maracanaú (1), Morrinhos (1), Russas (1) e Tejuçuoca (1). No total, o Ceará recebeu 275 notificações e já descartou 10 casos, sendo 244 destes no pós-­parto e 31 detectados na forma intrauterina.

Diário do Nordeste

Carnaval no Congresso dura 12 dias e só acaba na próxima terça (16)

Ed Ferreira­ / Folhapress
Seguindo uma tradição de anos, o Congresso Nacional vai emendar o Carnaval e só volta ao trabalho na próxima terça-­feira (16). Como a maioria dos 594 deputados federais e senadores já tinha saído de Brasília na última quinta (4), o feriadão dos congressistas vai durar 12 dias.

Na prática, a próxima terça marcará o início real do ano legislativo, já que na semana passada Câmara e Senado voltaram das férias de fim de ano e só tiveram duas votações em plenário –uma medida provisória que aumenta a tributação sobre ganhos de capital, na Câmara, e o projeto de lei que cria o Marco Legal da Primeira Infância, no Senado.

Apesar de haver a promessa dos comandos das duas Casas de votações de projetos como o que muda as regras de exploração do pré-sal e o que trata da independência do Banco Central, no Senado, temas não relacionados à aprovação de leis devem disputar os holofotes nessa largada legislativa de 2016.

Principalmente na Câmara, que está em relativo suspense à espera da definição sobre como se dará a tramitação do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, cujo rito foi suspenso no final do ano passado pelo Supremo Tribunal Federal.

Além disso, também é esperada para as próximas semanas uma definição pelo STF sobre o destino do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que pode virar réu no processo sobre o esquema de corrupção na Petrobras. Pesa contra ele na corte um pedido de afastamento do cargo e do mandato, feito pela Procuradoria-­Geral da República.

LIDERANÇA 

Outros temas que movimentarão os bastidores da Câmara será a disputa pela liderança do PMDB na Casa, no dia 17, entre o atual ocupante do posto, Leonardo Picciani (RJ), e o candidato de Cunha, Hugo Motta. O resultado será um importante termômetro sobre a força interna que Cunha mantém dentro de seu partido após todas as suspeitas de seu envolvimento nos desvios apurados na Operação Lava Jato.

No dia 18, abre-­se também a temporada de troca-­troca de deputados entre partidos. Nesse dia será promulgada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, emenda à Constituição que permite a todo detentor de mandato trocar de sigla nos 30 dias subsequentes sem o risco de ser punido pelas regras da fidelidade partidária.

No campo legislativo, o governo Dilma tentará aprovar o restante das medidas do ajuste fiscal, apesar de todo um histórico de derrotas em 2015 e já em 2016 –na sessão do dia 3, oposição e dissidentes da base aliada aprovaram alterações na MP sobre ganhos de capital, reduzindo consideravelmente o aumento tributário proposto originalmente pelo Palácio do Planalto.

O maior desafio de Dilma nessa área será convencer os congressistas a ressuscitar a CPMF, medida considerada crucial pela área econômica para o reequilíbrio das contas públicas, mas que sofre forte oposição entre deputados e senadores.

Da Folha de S.Paulo

Balanço parcial registra 45 homicídios no Carnaval do Ceará

Os dados ainda não consolidados apontam uma redução de 28,5% em relação a igual período do ano passado

Um homem assassinado com sete tiros de pistola ponto 40, na noite do domingo 
(8), na Avenida Urucutuba, no bairro Bom Jardim. (Foto: Kléber A. Gonçalves)
O Ceará registrou 45 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI's) durante o Carnaval, no período compreendido entre as 18h da última sexta-­feira (5) e o fim da noite de ontem. Contudo, este feriado prolongado pode ser considerado menos violento que os dos últimos anos, tendo em vista que foi observada uma redução de 28% no número de homicídios em relação a igual período de 2015, quando foram contabilizados 63 crimes. O balanço parcial foi realizado com base em relatórios policiais, ocorrências de crimes e boletins diários divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Os dados consolidados devem ser divulgados pela Pasta, amanhã, após o fim da Operação Carnaval.

Fortaleza computou um total de nove homicídios, tendo o bairro do Bom Jardim como o de maior número de registros, com um total de três casos. No ano passado, foram 21 homicídios na Capital. Já a Região Metropolitana de Fortaleza registrou o aumento de um caso. Foram 14 crimes no Carnaval deste ano, contra 13 no ano anterior.

O Interior do Estado computou o maior número de CVLIs no período deste ano, mas ainda assim também foi observada uma redução em comparação com igual período do ano anterior. No total, 22 pessoas foram mortas neste ano. Em 2015 foram 29 crimes.

Na sexta-feira, após às 18h, quando teve início a Operação de Carnaval da SSPDS, o Estado registrou seis assassinatos. Em um dos casos, Windson Mário Bezerra Gonçalves, de 35 anos, foi morto a tiros dentro de um veículo que estava estacionado na Rua Nossa Senhora Aparecida, em Maracanaú.

De acordo com a Polícia, o homem foi encontrado com três ferimentos por arma de fogo na cabeça. Sábado, foram registrados oito crimes. No de maior violência, o mototaxista Glaubeci da Silva Nascimento, 32, foi assassinado com duas facadas pelo próprio irmão, na cidade de Pentecoste. O suspeito não foi preso.

Domingo violento 

O dia mais violento durante período de Carnaval no Ceará foi o domingo, quando foram contabilizados 19 homicídios. Somente na RMF foram nove assassinatos. Um desses crimes chamou atenção pela crueldade utilizado pelo criminoso.

Paulo Pereira de Sousa, 52, foi degolado com golpes de machado enquanto dormia em sua residência, em Maracanaú. O suspeito do crime é um morador de rua, identificado apenas como 'Tizio', que estava residindo temporariamente com a vítima. Após o crime, ele foi preso.

Na mesma noite, desta vez em Maranguape, um homem matou a esposa a facadas e depois cometeu suicídio. Segundo informações do sargento Rainer Radel, da 2ª Cia do 14º BPM, que atendeu à ocorrência, o casal teve uma discussão no interior da residência antes do ocorrido.

Durante a briga, a mulher, identificada como Camila Paulina Barbosa, 28, foi ferida com, pelo menos, duas facadas. Ela ainda conseguiu correr até a rua, na tentativa de pedir socorro, mas não resistiu e morreu.

Depois de atingir a esposa, Francisco Wallyson Sousa, 29, cometeu suicídio, cravando a faca no próprio peito. Os corpos foram encontrados, um ao lado do outro, na entrada da casa.

Ainda no domingo, uma festa de Carnaval em Jaguaruana terminou com uma pessoa morta e duas feridas. Darlan Nogueira Alves, 19, foi assassinado com quatro tiros e morreu no local.

Também em festas de Carnaval, duas pessoas foram mortas nas praias do município de Aquiraz. Um homem foi executado com um tiro no peito, durante o mela-­mela da Praia do Iguape. Já na Praia do Presídio, um jovem de 19 anos foi assassinado a tiros após se envolver em uma briga. Em ambos os casos, a Polícia não conseguiu prender os autores dos crimes.

Já na segunda-­feira foram registrados oito homicídios. Em Palmácia, um suspeito de assalto foi morto por um sargento da Polícia Militar após um tiroteio. O policial ainda foi alvejado por três disparos mas foi socorrido e não corre risco de morte.

No Crato, dois homens foram assassinados a tiros em intervalo menor que duas horas. Em Fortaleza os crimes foram registrados na Serrinha e Bom Jardim.

Até o fim da noite de ontem, quatro pessoas haviam sido mortas no Estado. Um dos casos foi o assassinato de um caseiro de uma pousada na Praia da Baleia, na cidade de Itapipoca.

O suspeito do homicídio é um psicólogo, que estava hospedado no local. A vítima, identificado como Cleovan Pereira Ramos, foi estrangulado com uma corrente, após uma briga entre eles. Após o crime, a Polícia Militar foi acionada e prendeu Roberto D'vila Martins Júnior, suspeito do assassinato, e Luiz Fernando Mota de Souza, que também teria participado. Ambos foram conduzidos à Delegacia de Itapipoca e autuados em flagrante.

Fonte: Diário do Nordeste

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Idosa que estava desaparecida desde sábado é encontrada viva em matagal de Acopiara

Maria Eunice foi encontrada desacordada após 72 horas de desaparecimento. Ela estava com a cachorrinha de estimação que, segundo a família, sempre a acompanhava

Foto / Enviada via WhatsApp O POVO
A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) resgatou, na tarde desta segunda-­feira, 8, uma idosa que estava desaparecida desde sábado, 6, em Acopiara, 345,1 km de Fortaleza. Maria Eunice Guedes Tavares, 66 anos, foi encontrada desidratada e com queimaduras de insolação no rosto e nos braços, mas passa bem.

''Ela foi levada de helicóptero até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Iguatu e, depois, foi transferida para o Hospital Regional em boas condições", informou o tenente-coronel Marcus Costa, do Ciopaer. A família de Maria Eunice procurou pela idosa por conta própria, logo após o sumiço, mas não conseguiu pistas e acionou o Corpo de Bombeiros, no último domingo, 7.

"Ela sumiu após o almoço e como não encontraram em quase 72 horas pediram apoio do Ciopaer e dos canis, que acabou não sendo necessário”, detalhou Marcus. O Ciopaer recebeu o chamado às 11h40min, quando saiu de Juazeiro do Norte e, após 40 minutos, pousou em Acopiara para colher informações sobre a idosa.

"Falamos com a família, vimos fotos e às 13 horas iniciamos as buscas. A região foi divida em quatro áreas, mas antes de chegarmos no terceiro quadrante um morador nos chamou falando que tinha visto a idosa". O homem havia saído de casa, por curiosidade, para observar a aeronave e, no caminho, acabou encontrando a idosa caída no chão, acompanhada do cachorro de estimação dela. A idosa foi localizada a mais de 10 km de casa, por volta das 14h40min. Os agentes ainda tiveram que andar 100 metros para chegar ao ponto em que ela estava.

O animal de estimação, conforme a família, sempre acompanhava a idosa e esteve com ela durante os últimos dias. Quando foi achada, Maria Eunice respirava, mas não respondia a estímulos. A oxigenação dela, segundo o tenente-­coronel, estava em torno de 70%.

"Aos poucos, depois que tiramos ela do sol, a oxigenação foi subindo. A sobrinha dela contou que ela [Maria Eunice] tem problemas mentais, mas nunca havia saído de casa por tanto tempo. Estavam bem aflitos", explicou Marcus.

Segundo o tenente-­coronel, a cachorrinha inicialmente dificultou o acesso da equipe. "Mas depois parece que sentiu que queríamos ajudar e nos deixou chegar perto”, completa o tenente-coronel.

(O POVO Online)

BB anuncia para março retirada de circulação dos cartões de benefícios sem chip

Imagem / Divulgação
Cerca de 2,3 milhões aposentados ou pensionistas começaram a receber seus novos cartões com chip do Banco do Brasil. A instituição informou que tomou a iniciativa de trocar os cartões dos beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que não têm conta corrente no banco para ampliar a segurança.

Até o momento, aproximadamente 40% dos beneficiários já realizaram a mudança. A instituição iniciará a retirada de circulação dos cartões sem chip no próximo mês.

A troca é gratuita. Os novos cartões estão disponíveis nas agências onde o benefício do aposentado ou pensionista está vinculado. Ao acessar o caixa eletrônico, o beneficiário receberá a orientação sobre a troca do cartão.

Para obter mais informações ou esclarecer dúvidas, os beneficiários podem ligar para o Serviço de Atendimento ao Consumidor, pelo telefone 0800 729 0722. De acordo com o Banco do Brasil, o atendimento funciona 24 horas, em todos os dias da semana.

Da Agência Brasil

Carteira de Habilitação e documento do veículo podem deixar de ser obrigatório

José Cruz / Agência Brasil
O porte da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo pode deixar de ser obrigatório, segundo o Projeto de Lei 8022/14, aprovado pela Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados.

De acordo com as autoras do projeto, a ex-deputada Sandra Rosado e a deputada Keiko Ota (PSB­-SP), as autoridades de trânsito têm sistemas online, que permitem a verificação instantânea da situação do condutor e do veículo, mesmo que o motorista não esteja portando a CNH ou o documento do carro.

Ainda segundo o projeto de lei, em caso de impossibilidade de consulta ao banco de dados, a multa e a pontuação na carteira devem ser canceladas se o condutor apresentar em 30 dias a CNH e/ou o comprovante de pagamento do licenciamento.

Para ser aprovado na Comissão de Viação e Transportes, uma emenda foi adicionada ao projeto, tornando obrigatório o porte de outro documento legal de identificação do condutor. O texto ainda vai ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Estadão)

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Presidente do PT diz que há 'tentativa de linchamento moral' de Lula

Carlos Villalba R. / Agência Efe
O presidente nacional do PT, Rui Falcão, publicou artigo no site do partido nesta segunda-­feira (8) afirmando que há uma "tentativa de linchamento político e moral" do ex-­presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com ele, "nuca antes neste país", um ex-­presidente foi "tão caluniado, difamado, injuriado e atacado como o companheiro Lula".

Na semana passada, o delegado da Polícia Federal Marlons Cajado informou à Justiça Federal em Brasília que há um inquérito em curso para investigar a eventual participação de Lula e outros agentes públicos em um suposto esquema de compra de medidas provisórias em seu governo.

O ex-­presidente e sua mulher, Marisa Letícia, também foram convocados pelo promotor Cássio Conserino, do Ministério Público de São Paulo, a prestar depoimento na manhã do dia 17, no Fórum da Barra Funda, em São Paulo.

O promotor já disse ter indícios para denunciá-los à Justiça por ocultação de patrimônio relacionada à compra de um tríplex no condomínio Solaris, reservado pela OAS à família Lula, em Guarujá.

Transações envolvendo o imóvel foram alvos da Operação Triplo X, a 22ª fase da Lava Jato, deflagrada no fim de janeiro. A Lava Jato também investiga benfeitorias executadas por empresas envolvidas no escândalo da Petrobras em um sítio frequentado por Lula e sua família, em Atibaia, no interior de São Paulo.

Há duas semanas, uma reportagem revelou que a Odebrecht, segundo fornecedores,arcou com a reforma do sítio. Uma empresária que forneceu materiais diz que a empreiteira gastou ao menos R$ 500 mil com as obras. A empresa nega. O ex-­presidente admitiu frequentar, "em dias de descanso", o sítio em Atibaia, mas afirmou que não é dono da propriedade.

Para Rui Falcão, a "tentativa de linchamento político e moral" do ex-­presidente "escora-­se em denúncias sem provas", como, segundo diz, "virou moda no país nos últimos meses".

"Valem as versões, não os fatos. O dever da prova não é mais de quem acusa, mas de quem é acusado, delatado, caluniado. Como diz o professor Luiz Gonzaga Belluzzo, 'primeiro aponta-se o criminoso, depois vasculha­se o crime'", escreve Falcão.

O presidente nacional do PT, que declarou recentemente que Lula é o "plano A para o PT em 2018", diz que há um "consórcio entre a oposição reacionária, a mídia monopolizada e setores do aparelho de Estado capturados pela direita" para converter o ex-presidente em vilão.

"O legado de realizações a favor dos mais pobres, a elevação do Brasil no cenário mundial, os sucessos na educação, na saúde, nos programas sociais, na área da infraestrutura, em seus oito anos na Presidência, precisa ser destruído para que Lula não possa retornar em 2018.

" Falcão termina o texto convocando a militância do PT e a "combater a escalada golpista e o cerco criminoso ao Lula". "Estou convencido que, assim, mais uma vez a verdade triunfará sobre a mentira."

(Da Folhapress)

Emenda que abre janela para troca de partidos será promulgada no dia 18


O presidente do Senado, Renan Calheiros, anunciou na semana passada que será promulgada em 18 de fevereiro, em sessão conjunta do Congresso, a Emenda Constitucional que abre “janela” para troca de partidos sem perda de mandatos. De acordo com o texto (PEC 113/2015) aprovado no Senado em nove de dezembro, os detentores de mandatos eletivos poderão deixar as legendas pelas quais foram eleitos nos 30 dias seguintes à promulgação da emenda.

A desfiliação não será considerada para fins de distribuição do dinheiro do Fundo Partidário e do acesso gratuito ao tempo de rádio e televisão. De acordo com Renan Calheiros, com essa mudança na Constituição será possível “minimizar a deterioração da política brasileira cuja fragmentação e facilidade para criar legendas dificulta a formação de maiorias e é fonte recorrente de crises”.

A PEC 113/2015 fazia parte de uma série de propostas de mudanças na Constituição para alterar o sistema político Uma das possibilidades, inclusive já aprovada pelos deputados, é o fim da reeleição de presidente, governadores e prefeitos. Um acordo de líderes possibilitou que apenas a parte da PEC 112/2015 – a que tratava da janela eleitoral – fosse votada no ano passado. O restante do texto voltou a exame da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) com a identificação de PEC 113A/2015.

Da Agência Senado

Programa Garantia Safra tem adesão de mais de 249 mil agricultores cearenses


Dos 255.821 mil boletos gerados para o pagamento do Programa, no total 249,824 mil foram efetivamente pagos, o que representa, aproximadamente, 97,7% dos boletos emitidos. O número de beneficiados, em relação a safra passada, foi menor, todavia esse ano foram utilizados critérios que justificam essa redução. “É uma redução de quantidade, mas há um avanço no aumento da qualidade”, comenta o coordenador da Coordenadoria de Crédito Rural e Políticas Afins (Cocred) Arimatéia Gonçalves.

Outro fator que contribui para que agricultores fossem “excluídos” do programa foi a renda da família (até 1,5 salários mínimos), pois algumas famílias estavam com a renda acima do limite para a concessão do benefício. No total 180 municípios participaram do programa.

Garantia Safra 

É o seguro que prevê a busca pela melhoria das condições de convivência dos agricultores com o semiárido. Ele cobre a perda por excesso de chuvas ou período de seca.

O programa atende agricultores familiares que produzem arroz, algodão, feijão, mandioca e milho no semiárido brasileiro, assegurando ao agricultor familiar com renda de até 1,5 salário mínimo por mês, renda de 640 reais pagos em quatro parcelas, em caso de secas ou enchentes que causem a perda de pelo menos 50% da produção do município.

Da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Desenvolvimento Agrário

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Fiocruz detecta Zika vírus ativo em saliva e urina

REUTERS / Carlos Jasso
A Fundação Oswaldo Cruz (Fio cruz) anunciou nesta sexta-­feira que detectou pela primeira vez a presença do Zika vírus ativo em amostras de saliva e urina, mas os pesquisadores ressaltaram que ainda não foi comprovada a transmissão do vírus por esses meios.

A evidência, baseada na análise de amostras de dois pacientes com sintomas compatíveis com o Zika, sugere a necessidade de investigar a relevância destas vias alternativas de transmissão viral, de acordo com a Fiocruz.

"O Zika vírus foi encontrado de forma ativa, ou seja, com capacidade de infecção, na urina e na saliva", disse em entrevista coletiva o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, no Rio de Janeiro.

Gadelha frisou que ainda não foi comprovada a transmissão do vírus por saliva ou urina, daí a necessidade de estudos adicionais, que já foram iniciados mas ainda não têm previsão de resultado.

"Pode haver um vírus se replicando, crescendo, naquele meio e não necessariamente ele tem a capacidade de passar para outras pessoas atingindo o conjunto dos organismos", disse o presidente da Fiocruz.

De acordo com a pesquisadora Myrna Bonaldo, uma das líderes do estudo, é a primeira vez que se demonstra que o vírus está ativo na urina e na saliva de pacientes.

"(Isso) abre novos paradigmas para entendermos as rotas de transmissão do Zika", disse ela.

Muito ainda permanece desconhecido sobre o Zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo transmissor da dengue e da febre chikungunya.

Quatro de cada cinco pessoas que têm a infecção sequer exibem os sintomas ­dores no corpo, febre amena e erupções cutâneas, mas o Ministério da Saúde confirmou no ano passado a relação entre o Zika e o surto de microcefalia na Região Nordeste do país.

Os casos suspeitos e confirmados de recém-nascidos com má-­formação cerebral ligada ao Zika vírus no Brasil chegaram a 4.074 até 30 de janeiro, segundo último balanço do Ministério da Saúde.

CARNAVAL 

Apesar de ainda não estar confirmada a possibilidade de transmissão do vírus por meio de urina e saliva, os pesquisadores da Fiocruz recomendaram medidas de precaução para as grávidas no período do Carnaval, uma vez que essa possibilidade tampouco está descartada.

"Na possibilidade de estar em contato com alguém que esteja com características de possibilidade de infecção, não beijar, evidente", disse Gadelha.

"Situações também que dizem respeito a aglomerações. Se você vai estar numa aglomeração, pessoas se esbarrando, e há possibilidade de a saliva ter contato com a gestante, nós não podemos afirmar hoje que não tem possibilidade de transmissão, então é cautela adicional", acrescentou.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou estado de emergência internacional pelo Zika em 1º de fevereiro, citando forte suspeita de relação entre o vírus em grávidas com a microcefalia.

Cientistas também estão estudando a potencial transmissão sexual do Zika vírus, após relato de um caso suspeitos nos Estados Unidos, assim como investigam a relação entre o Zika e uma rara doença neurológica que enfraquece os músculos e causa paralisia, Guillain­-Barre.

Da Reuters Brasil

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Funceme prevê chuvas isoladas no litoral e serra no Carnaval no Ceará

Funceme aponta nebulosidade com chuva no litoral e regiões serranas. Órgão terá plantão meteorológico todos os dias do Carnaval. 

As projeções da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) para o Carnaval 2016 apontam predomínio de sol com poucas nuvens na maior parte do Estado. Para a faixa litorânea e regiões serranas de Baturité e da Ibiapaba, a previsão é de nebulosidade variável, com eventos de chuva. A previsão foi divulgada na manhã desta sexta-­feira (5), e é referente ao período de sábado (6) a terça-­feira (9).

O Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), que atua no Ceará desde a semana passada, perdeu intensidade, o que explica a tendência de chuvas isoladas nas regiões apontadas pela previsão.

Como o deslocamento do Vórtice acontece rapidamente, a Funceme recomenda aos usuários o acompanhamento diário da previsão do tempo através do site www.funceme.br ou do aplicativo gratuito Funceme Tempo, disponível em smartphones e tablets Android e iOS.

A Funceme terá plantão meteorológico todos os dias do Carnaval, entre 8h e 12h, com atendimento pelo número (85) 3101.1117. A atualização da previsão do tempo será realizada diariamente.

Do G1 CE

Com bandeira amarela, conta de luz fica mais barata a partir de março


O governo começou a cumprir o cronograma de retirada das bandeiras tarifárias até maio. A partir de março, a cor da bandeira será amarela, mais barata que a atual, a rosa.

Conforme revelação, no cronograma montado pelo governo, a bandeira verde deverá entrar em vigor só em maio, quando somente térmicas que custem menos do que R$ 211 por MWh deverão estar em operação.

Nesta quarta-­feira (3), os órgãos responsáveis pelo setor elétrico decidiram desligar usinas térmicas que custam mais do que R$ 420 por megawatt-hora a partir de 1° março.

As bandeiras, um encargo adicionado à conta de luz, encarece as faturas cobradas do consumidor. Entre a cor vermelha, em vigor de janeiro de 2015 ao mês passado, e a verde, que deve vigorar a partir de maio, a redução na conta de luz é de 10%.

Eduardo Braga, ministro de Minas e Energia, não descartou, no entanto, antecipar esse cronograma. Segundo ele, há condições operativas para que a bandeira seja mudada para verde já em abril.

"Estamos em constante monitoramento dos reservatórios. É possível uma bandeira verde em abril, mas não é prudente anunciar agora", afirmou Braga.

Além das bandeiras, o governo também espera que as tarifas de energia caiam esse ano.

Até o momento, estavam ligadas térmicas mais caras, com custo de até R$ 600 por MWh.

Ao todo, serão desligadas sete usinas que produzem 2.000 MW a cada hora, suficiente para abastecer uma cidade com 6 milhões de pessoas. A decisão é crucial para que a bandeira amarela seja acionada para o mês de março, pois a escolha da cor da bandeira é feita a partir dos custos das térmicas que estão em operação.

A mudança deve reduzir a conta de luz a partir de março em 3%, quando comparada com fevereiro.

Para este mês, está valendo a bandeira vermelha patamar 1, chamada também de bandeira rosa, criada na última semana pela Aneel para baratear as contas de luz em 3%, quando comparado ao que foi cobrado em janeiro.

Segundo o diretor da Aneel, Romeu Rufino, dois fatores devem favorecer as quedas das tarifas: o encargo da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), que está um terço mais baixo que no ano anterior, e o preço da energia da usina de Itaipu.

"Estamos entrando em um novo ciclo de baixa das tarifas", disse Rufino.

Da Folhapress

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Ceará registra quatro mortes por microcefalia em 2016

Com o aumento do número de casos, poder público intensifica ações de combate ao Aedes aegypti

Imagem / Reprodução
O Ceará contabiliza, até o momento, quatro mortes confirmadas por microcefalia decorrentes de infecção congênita, ou seja, cujos diagnósticos foram conclusivos para ligação com o vírus zika ou outro agente infeccioso. No total, sete ocorrências da anomalia sob as mesmas circunstâncias foram confirmadas no Estado, de acordo com boletim epidemiológico divulgado ontem pela Secretaria da Saúde (Sesa).

Um dos óbitos foi registrado no município de Tejuçuoca, o único em que foi realmente constatada a ação do vírus zika, enquanto os outros três ocorreram em Fortaleza, nos quais ainda há dúvidas sobre o agente infeccioso motivador do quadro neurológico. Há ainda outras duas mortes sob investigação, sendo uma em Canindé e outra em Crateús.

Dos sete casos confirmados de microcefalia, cinco partiram de Fortaleza, um no Eusébio e um em Tejuçuoca. A Secretaria da Saúde diferencia-­os em quatro grupos. O primeiro deles, trata de recém-nascidos com a anomalia relacionada à infecção congênita, que soma quatro confirmações, e outras 216 crianças sob investigação.

O segundo grupo contempla natimortos com microcefalia e/ou malformações do sistema nervoso central sugestivas de infecção, que traz uma confirmação. Outro aspecto trata de aborto espontâneo sugestivo de infecção, que ainda não apresentou notificações, enquanto o último quadro trata do diagnóstico da anomalia ainda em fetos, contando com duas confirmações e outros 18 casos em análise.

Totalizando os números, o Ceará notificou, até o último dia 29 de janeiro, 251 suspeitas nos quatro grupos, o que representa um aumento de 22 casos em relação ao boletim divulgado anteriormente pela Sesa, quando 229 suspeitas haviam sido observadas. Os registros partem de 59 municípios cearenses.

d

Vigilância 

Motivados pelo surto de microcefalia e da relação com o vírus zika, o poder público vem apostando em ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue e do zika vírus. A Prefeitura de Fortaleza está produzindo um termo de notificação e uma regulamentação para iniciar a entrada nas residências, terrenos e prédios fechados que são geradores de focos do mosquito. Esse processo visa facilitar a entrada dos agentes de endemias nos mais de 2 mil imóveis que estão fechados na Capital.

Nélio Morais, Coordenador da Vigilância Ambiental de Riscos Biológicos, afirma que a Prefeitura deve fiscalizar os imóveis fechados depois do Carnaval. Mesmo com a autorização do Governo Federal, através de Medida Provisória publicada no Diário Oficial da União, na segunda-­feira (1º), é necessário criar uma regulamentação local. Ontem, a Assembleia Legislativa discutiu o assunto, que deve ser votado hoje e virar lei.

De acordo com o coordenador, a assessoria jurídica da Prefeitura está trabalhando na produção desses documentos para que possam agir nas residências sem ferir a legislação. "A lei da presidente Dilma facilitou o acesso a esses locais fechados e nossa regulamentação irá somar. Mas precisamos atuar com profissionais e segurança para não deixar esses patrimônios abertos ou danificados".

Na sexta-­feira (5), Nélio irá se reunir com 200 supervisores para analisar tecnicamente cada item do termo de notificação. A Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (SMS), com o apoio da Célula de Vigilância Ambiental e de Riscos Biológicos, está produzindo o termo que será anexado nas residências em que os moradores não forem encontrados. No documento, está estabelecido o prazo de 10 dias para que o dono do imóvel ou representante legal entre em contato com a Prefeitura para liberar o acesso ao local. Após o prazo, caso o morador não entre em contato, os agentes de endemias irão entrar no imóveis com o apoio de um chaveiro.

Com o termo de notificação e a regulamentação aprovados pelos órgãos, o próximo passo é contratar as empresas especialistas em confecção de chaves. As regionais irão arcar, inicialmente, com recursos próprios. Segundo o coordenador, as regionais II e VI possuem o maior número de residências fechadas.

Fique por dentro 

Além de zika, outros agentes causam anomalia

Apesar da suspeita de ligação entre o zika vírus e a microcefalia estar em evidência, a anomalia também pode ser ocasionada a partir de outras infecções congênitas, tais como sífilis, toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus e herpes viral, dentre outros agentes.

Dessa forma, o Ministério da Saúde adotou a classificação "microcefalia e/ou malformação do sistema nervoso central sugestivos de infecção congênita", agregando não só os casos provocados por zika, mas também dos outros possíveis agentes infecciosos.

(Diário do Nordeste)

Grupo faz reféns e assalta agência bancária em Novo Oriente

Polícia Militar entrou em perseguição contra suspeitos

Foto: Reprodução WhatsApp
Um grupo realizou um assalto contra uma agência do Banco do Brasil no município de Novo Oriente, distante 398 km da Capital. A Polícia Militar do 7º Batalhão foi acionada por volta das 9h10 da manhã desta quinta-­feira (4). No local, os assaltantes deixaram os clientes do banco reféns durante 40 minutos. Até o momento, não há informações de mortos ou lesionados entre as vítimas.

Conforme informações iniciais do 7º Batalhão da Polícia Militar, dois homens envolvidos na ação ficaram isolando o local e atirando para o alto. O grupo, dividido em dois carros, conseguiu fugir do banco com reféns pela BR-020, sentido Piauí. Viaturas da PM entraram imediatamente em perseguição.

No meio da estrada, eles atearam fogo nos carros para tentar fechar a rodovia e prosseguiram a fuga em outros veículos. De acordo com o titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Raphael Vilarinho, nesta ação, eles liberaram os reféns.

O delegado afirmou que incendiar veículos é um procedimento praticamente "padrão para tentar fugir". Segundo ele, a Polícia do estado do Piauí também foi acionada para auxiliar na ocorrência.

Após ação, as viaturas estiveram em campo realizando buscas.

Fonte: DN Online

Ceará tem redução de 25,3% nas mortes violentas em janeiro

Foram 109 vidas salvas em janeiro de 2016, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Governador enalteceu a transparência na divulgação dos dados pelos órgãos de segurança pública do Estado

Foto: Carlos Gibaja
O Ceará registou no primeiro mês do ano de 2016 queda de 25,3% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte – em comparação com o mesmo período de 2015. O recorte revela que 109 vidas foram salvas no Estado em janeiro. Os dados foram apresentados e discutidos, nesta quinta-­feira (4), pelo governador Camilo Santana, durante participação mensal na reunião de monitoramento do Programa “Em Defesa da Vida”, na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em Fortaleza.

“Temos percebido nos resultados que nossas ações estão surtindo efeitos positivos em nosso Estado. Continuamos com um trabalho integrado, focando nas áreas mais críticas, com aumento no efetivo, interiorização das ações, estratégia. E adianto a todos que, o que pudermos fazer para diminuir ainda mais, nós estamos dispostos e trabalhando muito. Dialogando com todos os órgãos, poderes e sociedade civil para que possamos envolver todos na busca de um Ceará cada vez mais pacífico”, destacou o governador, lembrando que “não há tempo para comemorar nem lamentar os dados”.

Em números absolutos, o Estado registrou 322 CVLIs no mês passado, contra 431, em janeiro de 2015. São 109 vítimas a menos. Já na Capital, aconteceram 96 crimes em janeiro último – 96 a menos que os 192 casos registrados em 2015, o que significa redução de 50%. Na Região Metropolitana de Fortaleza, aconteceram 84 crimes; no mesmo período de 2015, foram 91 – o que gerou uma redução de 7,7%. O Interior Norte também teve diminuição – 9,1%, passando de 66 CVLIs para 60. O Interior Sul apresentou empate com 82 casos.

As ações integradas realizadas pela Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense; o trabalho focado em levantamentos da inteligência e em dados e análises estatísticas e criminais, como os horários, dias da semana e locais em que mais acontecem crimes, que são repassados para os responsáveis pelas 18 Áreas Integradas de Segurança (AISs), são determinantes para que o número de CVLIs venha caindo. No ano passado, o Estado do Ceará apresentou queda de 9,5% nas ocorrências ­ e Fortaleza 17%. As diminuições são superiores à meta estadual de ­ 6% e à meta nacional do Ministério da Justiça, que é – 5%.

Transparência 

Segundo o governador, a responsabilidade das ações do Governo tem se dado pela total transparência dos dados revelados pelos órgãos de segurança pública do Estado. “Temos total dedicação de passar com toda a transparência os resultados que obtivemos da segurança em nosso Estado. Nossas estatísticas são referências em transparência. Além disso, temos o compromisso em atender o povo do nosso Estado com ações de segurança integradas. Por isso, não vou sossegar, durante os três anos que tenho de Governo, para que possamos entregar para o povo do Ceará um território de paz e de mais tranquilidade. Vou me dedicar, mesmo sabendo que é um ano de muitas dificuldades, e vamos continuar investindo na segurança pública do nosso Estado”.

O procurador-geral da Justiça no Estado, Plácido Rios, chefiou comitiva do Ministério Público convidada para acompanhar a reunião. Ele considerou exemplar a ação do Estado. “Esses dados que são discutidos e analisados com todo afinco pelo Governo do Estado demonstram a importância que tem se dado para uma área tão importante para a sociedade. Isso é um sinal de eficiência, competência, de trabalho sério. Muito interessante perceber a forma com que os órgão de segurança interagem, convergindo para um mesmo objetivo. Espero que nos convidem sempre que necessário, pois teremos a imensa honra de participar e dar nossa contribuição dentro das ações feitas pelo Governo do Estado”, salientou o procurador.

Destacando que não se pode descansar, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Delci Teixeira, comentou que os trabalhos devem ser sempre intensificados, buscando ainda mais a melhoria da segurança no Estado. “As estatísticas nos dão o norte e enfatizam nossas ações em todas as Áreas Integradas de Segurança do Estado. O que se pode dizer, atualmente, é que nossos esforços já estão sendo correspondidos e nos resultados satisfatórios”, comentou o secretário.

Participaram da reunião mensal, o chefe de gabinete, Élcio Batista; chefe de gabinete da vice-governadora, Fernando Oliveira; procurador geral do Estado, Juvêncio Viana, além das presenças dos comandantes das vinculadas da SSPDS (Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Perícia Forense); servidores, através de videoconferência, transmitindo imagens das corporações de cinco cidades do Interior (Sobral, Crateús, Quixadá, Russas e Juazeiro do Norte) e cerca de 60 profissionais das forças de segurança.

Da Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado 

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Zika pode ser transmitido pelo sexo? Os três casos que intrigam cientistas

Andre Penner / AP
O risco de transmissão sexual do vírus da zika ainda não foi comprovado cientificamente, mas três casos de possível contágio intrigam cientistas e já levaram médicos a recomendar que grávidas usem proteção durante relações sexuais.

O mais recente ocorreu no Estado do Texas, nos EUA. Em entrevista à BBC, a vice-diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), Anne Schuchat, disse que "o laboratório confirmou o primeiro caso de zika vírus em um não ­viajante. Nós não acreditamos que o contágio tenha ocorrido por meio de picadas de mosquito, mas sim por contato sexual".

Questionada sobre a confirmação, Schuchat explicou que, até o momento, não há outras formas plausíveis que possam dar conta da transmissão, já que uma pessoa esteve na Venezuela, voltou aos EUA, apresentou sintomas de zika, e teve contato sexual com o parceiro.

O caso no Texas soma-se a outros dois que, embora não comprovados, são amplamente citados na literatura científica. Em um deles, o vírus foi detectado no sêmen de um paciente e, no outro, um cientista que havia estado em uma área de contaminação por zika voltou aos EUA onde teria contaminado a esposa.

Em 2013, durante um surto de zika na Polinésia Francesa, o vírus foi detectado no sêmen de um homem de 44 anos. Ele havia apresentado sintomas típicos da infecção por zika: febre, dores de cabeça e nas articulações. Após alguns dias, o paciente notou vestígios de sangue no sêmen e procurou atendimento médico. Exames detectaram o vírus no material coletado.

Neste caso, não houve a comprovação de infecção de uma segunda pessoa pela via sexual, mas, sim, da contaminação do sêmen pelo chamado vírus replicante, ou seja, capaz de gerar a propagação da doença. "Nossas descobertas apoiam a hipótese de que o zika pode ser transmitido por via sexual", conclui artigo de fevereiro de 2015, disponível no site do Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês).

No segundo caso de possível contaminação sexual, o sêmen do paciente com zika não foi examinado. No entanto, a esposa deste paciente teve a zika diagnosticada e a única explicação plausível seria o contágio sexual.

Foi o caso do cientista americano Brian Foy, em 2008. Ele havia visitado uma região do Senegal afetada por zika e, ao retornar para casa, no Colorado, Estados Unidos, teria infectado sua esposa durante uma relação sexual um dia após seu retorno.

O cientista Brian Foy contraiu zika durante visita a Senegal, em 2008
Brian Foy / Arquivo pessoal
"Vivemos no Colorado, um Estado americano onde não há mosquitos na época do ano em que minha mulher contraiu o vírus. E onde não há ocorrência do Aedes aegypti (o mosquito transmissor do vírus). O mais provável é que minha mulher tenha sido infectada quanto tivemos relações, antes de eu me sentir doente, mas a ciência ainda não está nem perto de provar a possibilidade desse tipo de contágio", conta Foy, em entrevista por telefone à BBC Brasil.

O professor-assistente da Universidade Estadual do Colorado é um dos autores de um estudo que sugere a possibilidade de transmissão do zika por contato sexual. Inicialmente, Foy foi diagnosticado com dengue e médicos não conseguiram descobrir o que tinha se passado com sua esposa. Passou-­se um ano até que eles descobrissem que se tratava de zika.

O americano acredita que a repercussão causada pela epidemia no Brasil incentive o financiamento de pesquisas buscando investigar o assunto. Foy afirma não haver dúvidas de que a picada do Aedes aegypti é a forma principal pela qual se pode contrair o vírus, mas defende a importância de que ao menos se descubra mais sobre a via sexual.

"Para atingir uma área de contágio tão extensa de forma tão rápida, o mosquito é a grande explicação. Pode ser até que o contágio sexual represente uma ocorrência rara e, diante dos problemas enfrentados pelas autoridades de saúde dos países afetados, como o Brasil, não esteja no alto da lista de prioridades. Como cientista, porém, sempre acredito na importância de se investigar outras possibilidades", completa.

Em uma entrevista a uma rede de TV americana, Foy relatou ter sido constantemente picado por mosquitos enquanto fazia seu trabalho de campo no vilarejo senegalês de Bandafassi. Voltou para os EUA no final de agosto de 2008 e, dias depois, começou a se sentir mal, com sintomas que variavam de fadiga a dores no momento de urinar, além de inflamações na pele ­­ a esposa teria notado o que parecia ser sangue no sêmen do marido.

Foy pediu ajuda a colegas do CDC, a principal agência voltada para a proteção da saúde pública dos EUA, para identificar a patologia com que tinha sido infectado. O diagnóstico de dengue não o deixou convencido, e muito menos a indefinição sobre o que teria acontecido com a mulher.

Um ano depois, um dos auxiliares do cientista na viagem à África, Kevin Kobylinski, que também ficou doente, estava conversando em um jantar com o entomologista Andrew Haddon, da Universidade do Texas, quando tocou no assunto.

Haddow, por uma grande ironia do destino, é neto de Alexander Haddow, um dos três cientistas que isolaram o zika pela primeira vez, em 1947, quando o extraíram de um macaco na Floresta de Zika, em Uganda. Quando soube que amostras de sangue de Kobylinski e dos Foy ainda estavam preservadas em um laboratório, o entomologista sugeriu que elas fossem enviadas para o virologista Robert Tesh. As três amostras testaram positivo para zika.

Em seu estudo, Foy apresenta outros argumentos para defender a hipótese de contato sexual. Joy, sua mulher, jamais visitou a África ou a Ásia e, na época da publicação do documento, já fazia quatro anos que não deixava os EUA. Antes da epidemia no Brasil e que começa a chegar a outros países da América do Sul, o zika jamais tinha sido reportado no hemisfério Ocidental.

Outros estudos envolvendo doenças transmissíveis por mosquitos há haviam sugerido a possibilidade de contágio sexual. Haddow, por exemplo, aponta para o fato de que a epidemia de zika na Micronésia (Oceania), em 2007, deu margem para especulações sobre este tipo de contágio.

Isso porque a proporção de mulheres infectadas foi 50% maior que a de homens ­­ na maioria das doenças sexualmente transmissíveis, o sexo vaginal oferece riscos de contágio muito maior para as mulheres.

"É a explicação mais lógica. Outra possibilidade é que tivesse sido passado pela saliva ou outros fluidos corporais, mas temos quatro filhos, e eles não ficaram doentes.

Do UOL, com informações da BBC Brasil

Chuvas banham 111 municípios cearenses nesta quarta-feira (3)

Chuva registrada em Fortaleza / Foto: Vc Repórter
A quadra invernosa, que começou nesta segunda-­feira (1º), segue com precipitações em 111 municípios cearenses, segundo dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Nesta terça-feira (2), foram registradas chuvas em 151 dos 184 das cidades do Estado.

Os pluviômetros marcaram a maior chuva em Itapipoca, com 64 milímetros. A segunda maior chuva foi registrada em Pedra Branca, no Sertão Central, com 48 milímetros. Em Fortaleza, foi registrado 19.8 mm.

Para o decorrer do dia, a previsão do tempo aponta nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões do Estado.

Nível dos açudes 

Com as chuvas que banham o estado desde domingo (31), os 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh­-CE) apresentam volume armazenado de 13%. Há dois dias, esse percentual era de 12,9%.

Atualmente, os maiores volumes de água estão distribuídos nas bacias do Litoral (37,06% ), Alto Jaguaribe (27,85%) e Coreaú (25,91%). Apenas dois açudes estão sangrando Trici (em Tauá) e Caldeirões (Saboeiro) e Colina (Quiterianópolis), que está com capacidade acima de 99%.

Em todo o Ceará, 127 reservatórios estão com volume inferior a 30% da capacidade total.

10 maiores chuvas por Municípios no dia: 

Itapipoca (Posto: Bela Vista) : 64.0 mm 

Pedra Branca (Posto: Mineirolandia) : 48.0 mm 

Ererê (Posto: Acude Santa Maria) : 43.0 mm 

Guaraciaba Do Norte (Posto: Guaraciaba Do Norte) : 39.0 mm 

Ibiapina (Posto: Ibiapina) : 34.3 mm 

Martinópole (Posto: Martinópole) : 32.0 mm 

Aracoiaba (Posto: Furnas) : 32.0 mm 

Russas (Posto: Sitio Timbaúba Macore) : 31.5 mm 

Iracema (Posto: Bastiões) : 30.0 mm 

Iracema (Posto: Iracema) : 29.0 mm

Diário do Nordeste

Agricultores de Dep. Irapuan Pinheiro recebem as sementes do Hora de Plantar 2016


O Escritório da Ematerce local e a Secretária da Agricultura Municipal de Deputado Irapuan Pinheiro já começaram a distribuir as sementes selecionadas do Programa Hora de Plantar 2016. A entrega que teve início nesta terça-feira (02) segue até o fim do estoque. Em virtude da queda da produção em decorrência da estiagem que atravessa a região, houve uma redução na quantidade de sementes ofertadas.

O Programa Hora de Plantar no estado do Ceará atinge mais de 130 mil agricultores é operacionalizado pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), através dos escritórios da Ematerce. Em Deputado Irapuan Pinheiro recebe o apoio da Secretaria de Agricultura, sendo que para o município foram disponibilizados 7.000 kg de milho hibrido; 2.500 kg de milho variedade; 1.000 kg de feijão caupi e 700 kg de sorgo forrageiro.

* Com informações do Escritório da Ematerce local

Secretário de Esportes de Ibicuitinga é assassinado em sorveteria

O secretário de Esportes de Ibicuitinga, Pedro Lopes da Silva, 49 anos, foi executado por volta das 19h45 desta terça­-feira, 2, em sua sorveteria no Centro do município. Conforme a Polícia Militar (PM), a vítima sofreu três tiros na cabeça e um no braço.

De acordo com o major George Vidal, comandante da 3º Companhia do 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Morada Nova, que cobre Ibicuitinga, dois homens chegaram ao local e pediram um sorvete para Pedro. Quando o secretário virou para realizar o pedido dos supostos clientes, ele foi atingido pelos disparos efetuados pela dupla.

Após o crime, os dois homens fugiram em uma motocicleta. As informações foram passadas pela esposa da vítima, que teria presenciado a execução, aos policiais. A PM está realizando buscas na região para encontrar os suspeitos.

Do O POVO Online

Após manobra, processo de Cunha no Conselho de Ética volta à fase de discussão

Foto / Divulgação
O processo contra o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB­-RJ), no Conselho de Ética por quebra de decoro parlamentar voltará quase que a estaca zero, ou seja, retornará à fase de discussão do parecer preliminar apresentado pelo relator, deputado Marco Rogério (PDT­-RO), dos pedidos de vista, de adiamento de votações e de questionamentos contrários à proposição.

Decisão nesse sentido foi tomada nesta terça-feira (2) pelo primeiro vice-­presidente da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP­-MA), que acatou recurso do deputado Carlos Marun (PMDB-­MS). Marun questionou decisão do presidente do conselho, deputado José Carlos Araújo (PSD­-BA), sobre questão de ordem do peemedebista. Por ocasião da troca da relatoria do processo, o deputado Marun apresentou questão de ordem para que o parecer do novo relator fosse novamente discutido e concedido prazo de vista.

Araújo indeferiu a questão de ordem com o argumento de que o parecer de Marcos Rogério era praticamente o mesmo do ex-­relator deputado Fausto Inato (PRB-­SP). Marun então recorreu da decisão. Tudo isso ocorreu antes da votação e aprovação do parecer preliminar pelo prosseguimento das investigações contra Eduardo Cunha, que ocorreu no dia 15 de dezembro do ano passado. O parecer foi aprovado por 11 votos a nove.

Segundo a Secretaria-­Geral da Mesa Diretora da Câmara, não cabe recurso à decisão do vice-presidente Valdir Maranhão. A mesa irá agora comunicar ao Conselho de Ética da decisão para que o parecer preliminar retorne à fase de discussão, pedidos de vista e só depois a votação. Com isso, foram considerados nulos todos os atos praticados pelo conselho após a nomeação do relator Marcos Rogério, incluindo a notificação de Cunha para apresentar sua defesa.

Da Agência Brasil

Ministério da Saúde confirma 404 casos de microcefalia; 17 relacionados ao Zika

Divulgação / TV Brasil
O Ministério da Saúde confirma 404 casos de microcefalia e/ou outras alterações do sistema nervoso central, dos quais 17 estão relacionados ao vírus Zika. As informações estão em boletim divulgado nesta terça-feira (2) pela pasta, que descartou 709 casos.

Ainda estão sendo investigados pelo ministério e pelas secretarias estaduais de Saúde 3.670 casos suspeitos de microcefalia em todo o país, o que representa 76,7% das notificações. O boletim refere-se aos casos registrados até 30 de janeiro.

A pasta divulga separadamente a investigação das notificações de óbito. No total, foram notificadas 76 mortes após o parto ou durante a gestação. Destas, 15 foram investigadas e confirmadas para microcefalia e/ou alteração do sistema nervoso central e cinco tiveram identificação do vírus Zika no tecido fetal. Há 56 casos ainda em investigação e cinco foram descartados.

Segundo o Ministério da Saúde, a microcefalia pode ter como causa diversos agentes infecciosos além do Zika, como a sífilis, a toxoplasmose, outros agentes infecciosos, a rubéola, o citomegalovírus e o herpes Viral. "Cabe esclarecer que o Ministério da Saúde está investigando todos os casos de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central, informados pelos estados e a possível relação com o vírus Zika e outras infecções congênitas", diz em nota.

De acordo o boletim, os 404 casos confirmados desde o início das investigações, no dia 22 de outubro do ano passado, foram registrados em 156 municípios de nove estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. A Região Nordeste concentra 98% dos municípios com casos confirmados. Pernambuco concentra o maior número de municípios com casos confirmados (56), seguido dos estados do Rio Grande do Norte (31), da Paraíba (24), da Bahia (23), de Alagoas (10), do Piauí (6), do Ceará (3), do Rio de Janeiro (2) e do Rio Grande do Sul (1).

Os novos números demonstram aumento dos casos classificados como confirmados e descartados na última semana, se comparado aos das semanas anteriores. O crescimento dos casos investigados e classificados foi de 52%, com relação ao boletim do dia 23 de janeiro. De 732 na semana anterior, os casos passaram para 1.113.

O Ministério da Saúde orienta as gestantes a adotar medidas que possam reduzir a presença do mosquito Aedes aegypti, com a eliminação de criadouros, e proteger-­se da exposição ao inseto, como manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e aplicar os repelentes permitidos para gestantes.

Nas próximas semanas, o ministério anunciará n a notificação compulsória dos casos identificados como infecção pelo vírus Zika no Brasil. Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) não contabiliza o número de infecções pelo Zika. O acompanhamento é feito pelo sistema de vigilância Sentinela para monitorar a circulação do vírus e prestar apoio às medidas de prevenção à doença.

Agência Brasil

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

131 municípios do Ceará registram chuvas nesta terça-feira

Nas últimas 24h, choveu em pelo menos 131 municípios

Imagem / Funceme
A continuação das chuvas segue renovando as esperanças dos cearenses em todas as regiões do Estado. Com o início da quadra chuvosa, as precipitações já atingiram 131 municípios, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Nesta segunda-­feira (1º), houve precipitações em 128 municípios.

O município com o maior volume de chuva registrado foi Acaraú, no Litoral Norte, com 52,4 mm; seguido de Abaiara, com 50 mm e Miraíma, com 45 mm. A faixa litorânea, conforme o meteorologista da Funceme David Ferran, deve ser a região mais atingida nas próximas 48 horas, com previsão de céu nublado e chuvas o dia todo. Segundo o especialista, o número de municípios com precipitações deve aumentar nas próximas horas.

Para o resto do Estado, a Funceme espera bastante nebulosidade com precipitações. Seguindo o padrão desta temporada chuvosa, o fenômeno está associado a atuação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) sobre a Região Nordeste, que é comum na pré­-estação, em janeiro, mas que também atravessa os primeiros dias de fevereiro.

10 maiores chuvas por Municípios no dia: 

Acaraú (Posto: Aranau) : 52.4 mm 

Abaiara (Posto: Abaiara) : 50.0 mm 

Paracuru (Posto: Paracuru) : 49.0 mm 

Icó (Posto: Cascudo) : 48.0 mm 

Miraíma (Posto: Miraima) : 45.0 mm 

Crateús (Posto: Monte Nebo) : 44.0 mm 

Novo Oriente (Posto: Novo Oriente) : 42.5 mm 

Orós (Posto: Guassussê) : 42.0 mm 

Aracati (Posto: Mata Fresca) : 41.0 mm 

São Gonçalo Do Amarante (Posto: Siupe) : 40.0 mm

Do Diário do Nordeste, com dados atualizados da Funceme

Governador reafirma educação e redução da violência como prioridades para 2016

O governador Camilo Santana foi à Assembleia Legislativa para a abertura oficial dos trabalhos legislativos e entregou mensagens para serem apreciadas pela Casa 

Foto: Marcos Studart / Governo do Ceará
O governador Camilo Santana participou, nesta terça-­feira (2), da abertura oficial dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Na ocasião, entregou a tradicional mensagem de início de ano, reafirmando a parceria com o Poder Legislativo para o desenvolvimento do Ceará.

“Espero continuar contando com a Assembleia Legislativa para que possamos desenvolver o Estado do Ceará e garantir melhor qualidade de vida para a população. E venho aqui, respeitosamente, além de prestigiar a abertura dos trabalhos desta Casa apresentar aos deputados uma prestação de contas das nossas ações”, afirmou o governador.

Camilo Santana anunciou que para 2016, 26 escolas de ensino médio funcionarão em tempo integral. “São as primeiras escolas de tempo integral de ensino médio e estamos fazendo isso, graças à eficiência do Estado do Ceará na questão das contas públicas,. Vamos usar a educação como importante ferramenta para garantir que os jovens tenham a oportunidade de estudar e fiquem longe de problemas como as drogas e a violência”, afirmou.

Ao fazer um balanço das ações de seu primeiro ano de governo, Camilo reafirmou o compromisso de que o investimento em educação. Este é o melhor caminho, segundo o governador, para o Estado alcançar bons resultados em outras áreas, notadamente a segurança pública. Em 2015, destacou, o Ceará conseguiu reduzir em 9,5% os índices de crimes violentos letais e intencionais em relação a 2014, o que representa 420 vidas salvas.

O governador chamou a atenção para os investimentos realizados em equipamentos, com a instalação de bases do Raio e CIOPAER no interior e as promoções de cerca de 9 mil policiais militares. “É importante mantermos todo o investimento em segurança pública. Mas tenho a convicção de que precisamos da parceria com outros poderes, instituições e com a sociedade, para continuar reduzindo esses índices. Este é o nosso Pacto por um Ceará Pacífico, cujas ações estão em andamento”.

Em sua fala aos parlamentares, Camilo Santana lembrou também as ações nas áreas de saúde, como o combate ao mosquito Aedes aegypti, no desenvolvimento agrário e convivência com a estiagem como os programas Hora de Plantar, Garantia-Safra e a construção de adutoras para garantir água para as zonas urbanas.

Para um Plenário lotado, Camilo reforçou que o seu governo vai persistir nos investimentos em projetos estruturantes e em áreas estratégicas, a exemplo de Recursos Hídricos, Infraestrutura, Energias Renováveis, Mobilidade e Turismo, e em áreas sociais que ajudarão o Governo do Ceará a promover a qualidade de vida da população — da Saúde à Segurança Pública, da Educação Básica à Profissional. “Não pouparemos esforços na conquista desses investimentos e de novos empreendimentos e mercados”, enfatizou. Além dos parlamentares, compareceram à sessão secretários estaduais, prefeitos municipais e representantes da administração pública direta e indireta.

Confira aqui:

Mensagem do governador Camilo Santana à Assembleia Legislativa do Estado do Ceará na Abertura do Ano Legislativo de 2016

Da Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado 

Surto de zika é emergência de saúde pública em todo o mundo, diz OMS


A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou nesta segunda-­feira (1º) que o surto de zika vírus é uma emergência de saúde pública internacional, que exige uma resposta urgente e única, com vigilância máxima pelos governos de todo o mundo. A decisão deve acelerar ações internacionais de cooperação (com financiamento e envio de pessoas) e de pesquisa.

Segundo os especialistas, o vírus está se espalhando muito e de maneira rápida, com consequências devastadoras. Apesar de os sintomas de zika serem de pouca gravidade, há evidências que vinculam a doença ao número excepcionalmente elevado de casos de bebês que nascem com microcefalia, uma má-­formação do cérebro. A informação mudou o perfil de risco de zika, que é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, de uma leve ameaça a algo de proporções alarmantes.

Atualmente não há vacina ou medicamento para o zika, cujos sintomas são brandos: febre, dor de cabeça e no corpo e manchas avermelhadas. Ainda não há certeza que o vírus cause microcefalia em bebês, mas a existência de uma ligação está clara para os cientistas.

O último alerta deste tipo feito pela OMS ocorreu em agosto de 2014, quando o surto de ebola se expandia em países da África. Desde a reformulação do Regulamento Sanitário Internacional, em 2007, além do ebola, apenas as doenças H1N1, em 2009, e pólio (em 2014) receberam tal status.

Nas Américas do Sul e Central, 26 países já reportaram casos de zika vírus. O Brasil fez um alerta em outubro sobre um número elevado de nascimentos de crianças com microcefalia na região Nordeste.

O vírus é conhecido há mais de 50 anos, mas os casos atuais de transmissão de zika concentram-­se nas Américas, mas estão presentes na África, Ásia e Oceania. O vírus também foi detectado na Europa e nos Estados Unidos, em pessoas que viajaram ao exterior.

Declaração de Emergência Internacional 

A declaração da OMS foi feita após reunião de um comitê técnico de emergência, formado por pesquisadores e especialistas de diversos países. O diretor do Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, participou dos debates por videoconferência.

O comitê foi criado depois que os Estados Unidos emitiram alerta para que gestantes não viajassem a países onde circula o vírus e que governos aconselharam mulheres a não engravidar.

Durante sessão do conselho da organização na semana passada, a diretora geral da OMS, Margaret Chan, disse que a situação do vírus no mundo mudou drasticamente e que o Zika, após ser detectado nas Américas em 2015, se espalha agora de forma explosiva.

Em abril de 2015, professores da UFBA (Universidade Federal da Bahia) identificaram pela primeira vez a doença no Brasil. Os primeiros casos foram confirmados pelo Ministério da Saúde no mês seguinte, após exames realizados pelo Instituto Evandro Chagas.

Segundo a Organização Pan-­Americana de Saúde (Opas), entre 3 milhões e 4 milhões de pessoas poderiam ser contaminadas pelo vírus em 2016 nas Américas. Mas a OMS hesita em chancelar a projeção.

Com mais de 1,5 milhão de contágios desde abril, o Brasil é o país mais afetado pelo zika vírus, seguido pela Colômbia, que anunciou mais de 20 mil casos, 2.000 deles em mulheres grávidas.

Há 270 casos de microcefalia confirmados no Brasil e 3.448 em estudo. No final do ano passado, foi confirmada pelo Ministério da Saúde a relação entre o vírus zika e a microcefalia ­ caso inédito na pesquisa científica mundial.

Do UOL