Município

Recepção.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Membro da facção criminosa PCC é preso em Pedra Branca

Foto: Divulgação Polícia Civil
Foi divulgado na tarde desta quarta-feira (01) pelo delegado regional Dr. Jeferson Custódio, que na noite do último sábado (27), foi preso pela equipe da polícia Civil de Pedra Branca, um membro do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Segundo o delegado o homem é natural da cidade de Mombaça e teria se envolvido em um acidente na BR 226 nas proximidades de um Motel, entre Pedra Branca e Mineirolândia. 

O mesmo se identificou como Denis Fernandes  de Denes Fernandes Alves, 32 anos, estava com sinais de embriaguez, vindo a ameaçar e desacatar a polícia.

Diante dos fatos, o mesmo que não portava documentação de identificação foi conduzido a delegacia Regional de Senador Pompeu. Em depoimento à polícia o mesmo declarou pertencer à facção criminosa PCC, o serviço de inteligência da polícia constatou que realmente Denes Fernandes é membro da citada facção e se encontrava foragido de São Paulo, o mesmo é acusado de praticar mais de 15 homicídios, sendo ele de alta periculosidade.

Com Informações da Radio AM Trapiá

PPE divulga a lista dos melhores prefeitos do Ceará

Prefeita Patrícia Aguiar (Tauá) e Guilherme Landim (Brejo Santo) 
lideram a escolha dos melhores prefeitos do Ceará 2014/2015
A Publicidade, Promoções e Eventos, capitaneada pelos empresários Roberto Cavalcante Farias e Leonardo Farias (pai e filho), acaba de anunciar a lista de 35 considerados "os Melhores Prefeitos do Ceará 2014/2015", escolha de uma Comissão com 33 componentes e mais 61.928 votos consignados pela internet. 

A Comissão Apuradora, sob o comando do Dr. Irapuan Aguiar e integrada por Dr. Lindolfo Cordeiro Filho, da Assembleia Legislativa, jornalista Kelly Castro, do setor de comunicação do TCE, Tribunal de Contas do Estado, Leonardo Farias e o jornalista Antônio Viana, esteve reunida na Sala 7 do Complexo das Comissões Técnicas do Poder Legislativo Cearense, com acompanhamento de vários órgãos da imprensa e profissionais dos vários segmentos da vida municipalista e política.

Entre os agraciados foram os mais votados, empatados com 23 votos, os prefeitos Guilherme Landim (de Brejo Santo) e Patrícia Aguiar (de Tauá). Da lista fazem parte municípios bem conhecidos pela postura de seus administradores, sempre considerados bons gestores como é o caso de Granja, Piquet Carneiro, Maranguape, Mombaça, Massapê e São Gonçalo do Amarante, por exemplo. A seguir a lista completa dos 35 mais votados: Brejo Santo, Tauá, Camocim, Fortaleza, Granja, Palhano, Aracoiaba, Horizonte Maranguape, Milagres, Morada Nova, Sobral, Caririaçu, Novo Oriente, Quixeramobim, Reriutaba, Orós, Mombaça, Parambu, Boa Viagem, Chaval, Solonópole, Cedro, Maracanaú, São Gonçalo do Amarante, Várzea Alegre, Viçosa do Ceará, Jaguaribe, Russas, Acopiara, Massapê, Iguatu, Piquet Carneiro, Uruburetama e Caucaia.

Festa - O engenheiro Roberto Farias, titular da PPE, que completou ano passado seus 30 anos de existência e que vem realizando promoções às mais diversas, mostrando os segmentos mais representativos da sociedade e os seus integrantes vitoriosos, declarou que se orgulha de há 28 anos vir realizando a Festa dos Melhores Prefeitos. E a cada ano mais significativa e mais participada como este ano "que tivemos mais de 61 mil votos pela internet. Vamos realizar a festa no dia 30 de Julho, a partir das 19h30min, no La Maison Dunas, com a presença dos agraciados, seus convidados, autoridades e muitas atrações, aguardem", enfatizou.

A Comissão - Em entrevista aos postos de comunicação diária, jornal O Estado (impresso e internet), sistema antonio viana online (www.avol.com.br), à rede facebook e ao Política Especial (na Cidade AM 860, de 6h30 às 8horas de 10 às 11horas) - Roberto Farias ressaltou que se orgulha da Comissão de Jurados que votaram nos Destaques da Administração Municipal 2014/2015(28ª Edição). E enumerou: Raul Araújo (ministro do STJ), deputado José Albuquerque (presidente da Assembleia), desembargador Durval Aires Filho (do Tribunal de Justiça do Ceará), Senador Tasso Jereissati/Luiz Pontes (voto conjunto), Ministro aposentado do TCU, Ubiratan Aguiar, conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios, Domingos Filho; Valdomiro Távora (presidente do Tribunal de Contas do Estado do Ceará), desembargador aposentado Haroldo Rodrigues, voto conjunto de Cid Carvalho e Miguel Dias (TV Cidade), Alci Porto (Sebrae), deputado federal Leônidas Cristino (ex-Ministro dos Portos), deputada federal Luizianne Lins/Waldemir Catanho, ela, ex-prefeita de Fortaleza; Edilmar Norões (ex-presidente da ACERT, Carmem Lúcia Dummar (presidente da ACERT), Roberto Moreira (TV Diário), Paulo Oliveira (Rádio Verdes Mares),Osvaldo Magalhães (Departamento Comercial do Diário do Nordeste), Maristela Crispim(editora de interior do DN), Luís Sérgio Gadelha Vieira (conselheiro aposentado do TCM), Tibico Brasil (presidente da TV Ceará), Carlos Silva (Rádio Assunção), Dr. Irineu de Carvalho(assessor da APRECE), Aderson Maia Nogueira (Sindicato dos Radialistas), Wolker Gomes e este jornalista ( com 40 anos de atividades na área municipalista e política); Fátima Catunda (ex-secretária de Estado, professora universitária e comentarista do Política Especial, Rádio Cidade); José Rocha Távora (ex-presidente da AVIPRECE, Associação dos Vice-Prefeitos do Ceará e também radialista); Vereador César Veras, Presidente da UVC, União dos Vereadores do Ceará, George César (sistema avol- www.avol.com.br); Walney Castro (jornalista), Darlan Teixeira Leite, Presidente da ABIH e da AMTUR (setor turístico nacional e local) e o ex-Reitor da UVA e UNIFOR, Antônio Colaço.

(Do AVOL - Antônio Viana Online)

Produtores já podem iniciar contratações do ano safra 2015/2016

Implantação de sistemas de irrigação é financiada pelo Pronaf
Com o início do ano safra 2015/2016, todos os bancos que operam o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) já estão aptos a iniciar as contratações de custeio e investimento para os agricultores familiares. O governo federal disponibiliza R$ 28,9 bilhões para financiar a safra.

O primeiro passo do agricultor é procurar o sindicato de trabalhadores rurais ou a empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) de sua região para obter a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), documento obrigatório.

Em seguida, o produtor deve procurar um agente financeiro que atua com o Pronaf para apresentar sua intenção de obter o financiamento. É possível também solicitar antes a visita de um técnico de Ater para elaborar um Projeto Técnico de Financiamento. Este projeto é encaminhado para análise de crédito e aprovação do agente financeiro. 

Para conceder o crédito, o banco analisa também alguns requisitos como, por exemplo, se a família está em dia com as contas, se possui condições de assumir novas dívidas e se a atividade a ser desenvolvida vai gerar renda suficiente para honrar compromissos assumidos nos prazos definidos. O mesmo projeto técnico pode ser utilizado em outro banco.

Linhas de financiamento 

Os créditos de custeio financiam as despesas do agricultor com as atividades agrícolas e pecuárias, aquisição de insumos, realização de tratos culturais e colheita, beneficiamento ou industrialização do produto financiado, produção de mudas e sementes certificadas e fiscalizadas.

Já os créditos de investimento são restritos a itens de implantação, ampliação ou modernização da estrutura das atividades de produção, de armazenagem, transporte ou de serviços agropecuários ou não agropecuários, no estabelecimento rural ou em áreas comunitárias rurais próximas. São exemplos disso máquinas agrícolas, tratores, colheitadeiras, animais, implantação de sistemas de armazenagem e de irrigação, projetos de melhoria genética, adequação e correção de solo, recuperação de pastagens, e ações de preservação ambiental.

Há ainda linhas especiais direcionadas à agroindústria, agroecologia, sistemas agroflorestais, semiárido, mulher e jovem. Os agricultores de mais baixa renda podem contar com o microcrédito rural que permite o financiamento das atividades agropecuárias e não agropecuárias geradoras de renda. 

As delegacias estaduais do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), a Secretaria da Agricultura Familiar do MDA (SAF), os sindicatos de trabalhadores rurais, os escritórios locais da assistência técnica e extensão rural e os agentes financeiros estão preparados para prestar mais informações para que o agricultor possa se beneficiar das diversas linhas de financiamento do Pronaf. 

Da Assessoria de Comunicação do MDA

Índice de mortes violentas no Ceará é o menor desde março de 2012

Foto: Carlos Gibaja
O Ceará registrou, em junho deste ano, o menor número de mortes violentas no Estado desde março de 2012. Pelo quinto mês consecutivo o índice caiu, desta vez em expressivos 23,5%, o que significou 284 Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) e um total de 87 vidas salvas em junho, se comparado com o mesmo período do ano passado. Há 38 meses que o balanço não se aproximava tanto das 268 mortes violentas de março de 2012. No semestre, a queda ficou em 13,3% em todo o Ceará, com 310 vidas salvas em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram apresentados nesta quarta-feira (1) pelo governador Camilo Santana, após participação mensal na reunião de monitoramento do programa “Em Defesa da Vida”, na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em Fortaleza.


O governador reforça a união entre as diferentes forças da segurança pública e o trabalho de inteligência para justificar a diminuição nos crimes. "Isto é fruto de uma ação integrada, um monitoramento constante, de forma inteligente, com foco em estratégias e se antecipando, muitas vezes, aos fatos", afirmou, logo após deixar a reunião. A diminuição de 13,3% é mais do que o dobro da meta estipulada pela SSPDS para a redução anual nos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs), que é de 6%. Mesmo assim o governador frisa que é momento de seguir o trabalho. "O esforço é contínuo, permanente. Não se pode baixar a cabeça em momento nenhum", completou Camilo Santana.

Além de enaltecer os índices alcançados em Fortaleza e Região Metropolitana, que apresentam melhor desempenho no ano, com 22,2% e 19,9% de queda, respectivamente, o governador anunciou reforço nas ações para o Interior neste mês de julho. Os 77 homens formados recentemente pelo Batalhão Raio iniciam operação no Cariri, além da inauguração da base da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) em Juazeiro do Norte e da criação do Batalhão de Divisas. "Dos 974 homens convocados para a turma da Polícia Militar, 650 já foram para o Interior, para refoçar a parceria com os municípios. Vamos ainda iniciar as ações do Ceará Pacífico que, somadas às da segurança pública, vão melhorar ainda mais os dados", detalhou o governador. Em setembro, as mesmas inicativas serão aplicadas à região Norte do Estado.

Parceria institucional

Camilo adiantou também que a SSPDS articula contatos com entes como Polícia Federal e Exército para reforçar o combate aos assaltos a bancos no Interior. "Chamamos todos para uma reunião na próxima semana para tratarmos de forma articulada e darmos uma resposta efetiva e rápida a essa questão". O secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Delci Teixeira, reforça "ninguém faz nada sozinho" e que o trabalho no âmbito da SSPDS já iniciou. "Estamos trabalhando um grupo para atuarmos com mais eficiência contra esses assaltos".

Da Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Aprovação do governo Dilma é de 9%, diz CNI/Ibope


A avaliação positiva do governo Dilma Rousseff é de 9%, aponta pesquisa realizada pelo Ibope e divulgada na manhã desta quarta-feira 1º pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Esse índice era de 12% na mostra realizada em março desse ano.

Para 21% dos entrevistados, o governo é regular, contra 68% que consideram a gestão ruim ou péssima. De acordo com a mostra, 15% aprovam a maneira de governar da presidente Dilma Rousseff, contra 83% que desaprovam.

A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 21 de junho e ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança da pesquisa é de 95%.

Câmara aprova em 1º turno redução da maioridade penal em crimes hediondos

Deputados aprovaram redução da maioridade penal de 18 para 16 anos nos casos de crimes como estupro, sequestro e latrocínio
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Após nova votação, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na madrugada desta quinta-feira (2), a redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos (estupro, sequestro, latrocínio, homicídio qualificado e outros), homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.
O texto aprovado é uma emenda dos deputados Rogério Rosso (PSD-DF) e Andre Moura (PSC-SE) à proposta de emenda à Constituição da maioridade penal (PEC 171/93). Foram 323 votos a favor e 155 contra, em votação em primeiro turno. Os deputados precisam ainda analisar a matéria em segundo turno.
A emenda deixa de fora da redução da maioridade outros crimes previstos no texto rejeitado na quarta-feira, como roubo qualificado, tortura, tráfico de drogas e lesão corporal grave. O texto anterior era um substitutivo da comissão especial que analisou a PEC.
Estabelecimentos diferentes
Mantém-se, porém, a regra de cumprimento da pena em estabelecimento separado dos destinados aos maiores de 18 anos e dos menores inimputáveis. A União, os estados e o Distrito Federal serão responsáveis pela criação desses estabelecimentos diferenciados.
Por outro lado, o dispositivo que impedia o contingenciamento de recursos orçamentários destinados aos programas socioeducativos e de ressocialização do adolescente em conflito com a lei não consta da emenda aprovada.
Para o deputado Efraim Filho (DEM-PB), a redução da maioridade penal atende ao clamor das ruas. “A população não se sentiu representada pelo resultado da votação de ontem. O que mais recebi foram mensagens de pessoas dizendo que deputado anda com segurança, não é assaltado e, por isso, não se preocupa com a violência”, afirmou.
Um dos autores da emenda aprovada, o deputado Andre Moura ressaltou a necessidade de coibir a participação de jovens em crimes. “Em momento algum afirmamos que vamos resolver o problema da segurança do País, mas vamos dar limites para esses marginais disfarçados de menores”, disse.
Já a líder do PCdoB, deputada Jandira Feghali (RJ), opinou que a proposta continua ampla. “Basta mudar a lei de crimes hediondos e se volta tudo [o que estava previsto no texto rejeitado ontem]”, criticou.
Nova votação
A decisão de votar uma emenda com conteúdo semelhante ao texto derrotado na madrugada de quarta-feira gerou polêmica em Plenário. PT, PDT, Psol, PSB e PCdoB lançaram mão de instrumentos de obstrução para impedir a votação da proposta e criticaram a nova votação. Os deputados estão dispostos a ir à Justiça contra a emenda.
Muitas críticas foram voltadas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha. O deputado Glauber Braga (PSB-RJ) disse que o presidente estava tentando mudar o resultado de ontem. “Temos uma decisão proferida pela Casa que, se não agrada, vossa excelência coloca em votação até a vontade de vossa excelência prevalecer”, afirmou.
O presidente reagiu. “A Presidência não admite a falta de respeito que está sendo dirigida à Mesa. O deputado tem todo o direito de questionar, se contrapor às decisões da Presidência, recorrer e até ir ao STF, como alguns de vocês têm ido sem êxito. Agora, não se dá o direito de desrespeitar a Presidência”, disse.
Questionamentos
Os parlamentares, no entanto, insistiram que o Plenário estaria repetindo a votação de ontem para impor um novo resultado. “O debate de mérito foi feito ontem e nós vencemos”, ressaltou o deputado Ivan Valente (Psol-SP).
O deputado Alessandro Molon (PT-SP) também criticou a nova votação. “Qualquer um que vença vossa excelência [o presidente da Câmara] vence por, no máximo, uma noite. Porque se encerra a sessão e vossa excelência passa a madrugada articulando a derrota da proposta vencedora”, afirmou.
Vários deputados fizeram menção à votação da reforma política, quando a proposta que permitia o financiamento empresarial para candidatos e partidos foi derrotada na madrugada, mas uma nova emenda permitindo o financiamento apenas para partidos venceu a votação no dia seguinte.
Legalidade da votação
Eduardo Cunha rebateu as críticas e defendeu a legalidade na votação da emenda, com respaldo regimental. "Eu acho muita graça que os deputados, alguns do PT, quando eu dei interpretações em matérias do governo, como o projeto da desoneração, as medidas provisórias do ajuste fiscal, ninguém reclamava que a interpretação poderia ser duvidosa. Agora, quando é matéria do interesse deles, de natureza ideológica, eles contestam. Eles têm dois pesos e duas medidas", disse Cunha.
A decisão do presidente teve o aval do líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE), que também defendeu a nova votação amparado em uma decisão do ex-presidente da Câmara Arlindo Chinaglia (PT-SP).
O PSDB também minimizou as críticas. Para o deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), o presidente já tinha avisado que a votação da maioridade não tinha se encerrado na noite de ontem. “Não houve nenhuma novidade. Todos sabiam que, se o substitutivo da comissão especial não fosse aprovado, as demais emendas seriam. O processo legislativo continua”, disse.
O deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA) também afirmou que já viu esse tipo de votação ser feita no passado, sem questionamento regimental.
Lista de crimes
Confira os crimes que sujeitarão os jovens de 16 a 18 anos a serem julgados como adultos:
CrimePenaLei
Homicídio doloso6 a 20 anosCódigo Penal
Homicídio qualificado12 a 30 anosCódigo Penal
Homicídio com grupo de extermínio8 a 30 anosCódigo Penal
Lesão corporal seguida de morte4 a 12 anosCódigo Penal
Latrocínio20 a 30 anosCódigo Penal
Extorsão seguida de morte24 a 30 anosCódigo Penal
Sequestro (e qualificações)8 a 30 anosCódigo Penal
Estupro (e qualificações)6 a 30 anosCódigo Penal
Estupro de vulnerável (e qualificações)8 a 30 anosCódigo Penal
Epidemia com resultado de morte20 a 30 anosCódigo Penal
Alteração de produtos medicinais10 a 15 anosCódigo Penal
Favorecimento de prostituição ou exploração sexual de criança, adolescente ou vulnerável4 a 10 anosCódigo Penal
Genocídio12 a 30 anosCódigo Penal e 2.889/56

(Da Agência Câmara Notícias)

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Ceará pode entrar em 2016 no maior ciclo de seca desde 1910, diz Funceme

Funceme divulgou balanço nesta quarta-feira (1º). Chuvas foram 30% menores na quadra chuvosa de 2015. 

Foto: Gioras Xerez/G1 Ceará
O Ceará registrou volume de chuvas -30,1% menor na quadra chuvosa de 2015, de fevereiro a maio,  em relação à média histórica dos anos 1980 a 2009, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos do Ceará (Funceme).

A avaliação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (1º), na sede da entidade, no Bairro Aldeota, em Fortaleza. Segundo a Funceme, se houver seca forte em 2016, o estado entrará no maior ciclo de seca desde 1910, de cinco anos. Outro ciclo de cinco anos de seca registrado pela Funceme ocorreu no período entre 1979 e 1983.

A Funceme disse também que se a quadra chuvosa for abaixo da média até o dia 31 de dezembro de 2015, o Ceará apresentará no pior ciclo de seca, no período de quatro anos, desde os anos de 1951 e 1954.

De acordo com o presidente da Funceme, Eduardo Sávio Martins, a situação é grave e preocupante. "Infelizmente nosso prognóstico se confirmou. Nossa preocupação é esse número se repetir no próximo ano, caso 2016. Aí estaremos entrando no quinto ano de seca e pelos dados pesquisados é o mais preocupante desde 1910", disse.

Ainda segundo Eduardo Sávio os impactos da seca nos últimos quatro anos afeta diretamente os reservatórios espalhados pelo estado. "Sem chuvas, os reservatórios estão praticamente todos secos. Em 2012, por exemplo, a capacidade deles era de 63,8%. Neste ano caiu para incríveis 18,8%. Situação grave e o Governo do Estado já trabalham para tentar amenizar a situação", afirmou.

Maio mês mais crítico
Maio foi o mês mais crítico da quadra chuvosa, com 56,6% de queda na precipitação, seguido de abril, com - 40,4%, e fevereiro, com - 23,9%. Em março, a precipitação se aproximou da média histórica, mas ainda abaixo (13,1%).

A Funceme ressalta que, segundo os estudos, março e abril são geralmente os meses mais chuvosos, com médias históricas de 206,2 e 184,3 milímetros respectivamente, enquanto em maio, a média mensal para o estado é apenas 89,9 milímetros e, em fevereiro, alcança 127,1 milímetros.

Em 2015, a Região Jaguaribana foi à macrorregião mais afetada, com desvio percentual de -42,0%, seguida, proximamente, do Sertão Central e Inhamuns, com -37,5% e Região da Ibiapaba com -32.7%. As macrorregiões do Cariri e do Maciço de Baturité apresentaram desvios percentuais de -14,8% e -11,9%, respectivamente.

O menor desvio envolveu a macrorregião do Litoral de Fortaleza com -9,2%, também próximo da média, mas, ainda abaixo dela. As precipitações observadas durante a quadra chuvosa de 2015 em todas as macrorregiões do Ceará ficaram, portanto, abaixo de suas médias históricas.

O município de Jaguaretama, na macrorregião Jaguaribara, foi o que apresentou o menor total acumulado de precipitação entre fevereiro e março, com apenas, 180,2 mm, o que equivale a -69,4% em relação à normal climatológica do município para o período.

Comparação com anos anteriores
Com chuvas abaixo da média histórica de -30,1%, durante os meses de fevereiro a maio, o Ceará, em 2015, mostrou um quadro pior do que o ano de 2014, que apresentou chuvas abaixo da média histórica de -24,2%. Nos últimos 10 anos, os períodos de fevereiro a maio favorecidos correspondem a 2010 (-50,2%); 2012 (-50,2%); 2013 (-40,0%); 2014 (-24,2%) e 2015 (-30,1%).

Chuvas pós-estação chuvosa
De acordo com a Funceme, embora a estação chuvosa no Ceará tenha se encerrado em maio, tem sido registrada a ocorrência de algumas precipitações, principalmente no centro-oeste do Estado. Estes eventos, segundo a Funceme, têm sido ocasionados por sistemas conhecidos como Ondas de Leste, que são características do período da pós-estação chuvosa.

Todavia, convém de acordo coma Funceme, observar que apesar dessas precipitações serem muito bem vindas, as normais climatológicas do período, quando comparadas com os dos meses de estação chuvosa são bem mais baixas e alcançam apenas 37,5 mm, 15,4 mm e 4,9 mm, em junho, julho e agosto, respectivamente. 

Do G1 CE

Grupo armado assalta Banco do Brasil de Independência

De acordo com informações do titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Raphael Vilarinho, os criminosos saíram da agência com reféns, que foram liberados em seguida
WHATSAPP O POVO
Oito homens armados invadiram o município de Independência, a 309 km de Fortaleza, e realizaram um assalto na agência do Banco do Brasil. O caso ocorreu por volta das 15 horas desta terça-feira, 30.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a quadrilha rendeu clientes e funcionários da instituição financeira e levou uma quantia não identificada.
De acordo com informações do titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Raphael Vilarinho, os criminosos saíram da agência com reféns, que foram liberados em seguida. Um dos veículos utilizados pela quadrilha era uma caminhonete S10.

Eles também atearam fogo em um dos veículos e teriam se escondido em um matagal. Ainda conforme o delegado, equipes da DRF foram deslocadas para a área.
Segundo o Comando de Policiamento do Interior (CPI), os assaltantes fugiram em direção a localidade de Iapi, em Independência. A Polícia realiza buscas no intuito de identificar e prender o grupo.
Ataque a bancos
Com o assalto ao Banco do Brasil em Independência, subiu para 37 o número de ações criminosas contra agências bancárias. Nesta segunda-feira, 29, oito pessoas também assaltaram uma agência bancária em Redenção, no Maciço do Baturité.
O Povo Online

Câmara rejeita PEC que reduz maioridade penal para crimes hediondos

Foi rejeitado o texto de autoria da comissão especial sobre o tema. Em data a ser definida, os deputados ainda poderão votar o texto original da proposta, que reduz a maioridade para todos os tipos de crimes.
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou, na madrugada desta quarta-feira (1º), o texto da comissão especial para a PEC que reduz a maioridade penal (PEC 171/93). Foram 303 votos a favor, quando o mínimo necessário eram 308. Foram 184 votos contra e 3 abstenções.
A discussão, no entanto, ainda não se encerrou, avisou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Ele lembrou que o Plenário ainda tem de votar o texto original da proposta ou outras emendas que tramitam em conjunto.
“Eu sou obrigado a votar a PEC original para concluir a votação ou o que os partidos apresentarem. No curso da votação, poderão ser apresentadas várias emendas aglutinativas. A votação ainda está muito longe de acabar, foi uma etapa dela”, disse Cunha.
Ainda não há data para a retomada da discussão. Eduardo Cunha disse que a proposta poderá voltar à pauta na semana que vem ou, se isso não for possível, no segundo semestre. Antes do recesso, o Plenário ainda precisa votar o segundo turno da PEC da Reforma Política.
A proposta rejeitada reduziria de 18 para 16 anos a maioridade penal para crimes hediondos, como estupro, latrocínio e homicídio qualificado (quando há agravantes). O adolescente dessa faixa etária também poderia ser condenado por crimes de lesão corporal grave ou lesão corporal seguida de morte e roubo agravado (quando há uso de arma ou participação de dois ou mais criminosos, entre outras circunstâncias). O texto original, que pode ir à votação, reduz a maioridade para 16 em todos os casos.
A decisão apertada – faltaram 5 votos para aprovar a proposta – foi recebida com gritos por deputados e manifestantes das galerias, que cantaram “Pula, sai do chão, quem é contra a redução” e outras palavras de ordem. A sessão chegou a ser suspensa pelo presidente da Câmara para que as galerias fossem esvaziadas.
O relator da proposta, deputado Laerte Bessa (PR-DF), lamentou o resultado. “Infelizmente, nós perdemos. Eu fico triste, como parlamentar, e mais ainda como cidadão”, disse o deputado.
Bessa avaliou que as chances de vitória na PEC original são reduzidas. “O acordo foi feito com base nesse substitutivo”, explicou.
Reforma do ECA
O debate da PEC foi acirrado. Foram mais de três horas de discussão em um Plenário dividido, mas com uma opinião em comum: todos os discursos reconheceram que o Brasil enfrenta problemas no controle da criminalidade e que o Congresso precisa ampliar o debate.
Para os deputados contrários à PEC, a solução não está no julgamento de menores entre 16 e 17 anos como adultos, mas na revisão do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) para aumentar o tempo de internação do jovem infrator no sistema atual de medida socioeducativa.
Para o líder do governo, deputado José Guimarães (PT-CE), a revisão do ECA deve ser prioridade da Câmara. “Agora é dialogarmos para, imediatamente, colocarmos em funcionamento a comissão especial de reforma do ECA. O governo apresentou uma proposta que amplia o prazo de internação, coloca mais rigidez para quem utiliza menores para cometer crimes contra a vida e separa os que cometem crimes contra a vida dos demais”, disse.
O deputado Tadeu Alencar (PSB-PE) lembrou que, nos últimos dez anos, o Congresso aprovou diversas leis aumentando o tempo de pena de diversos crimes, mas ainda assim a violência não diminuiu. “O que reduz a violência é a certeza da aplicação dessa pena. Para oferecer ao Brasil uma solução adequada, é preciso fazer um diagnóstico. E vai se chegar à conclusão de que ela é fruto da exclusão”, disse.
Para o líder do Pros, deputado Domingos Neto (CE), uma reforma no ECA poderia garantir a aplicação mais rápida de uma pena ao adolescente infrator, já que o processo é mais rápido do que o previsto no Código Penal. “Se punido pelo Código Penal, um jovem poderia estar solto em um ano e meio por progressão da pena, mas, se mudarmos o ECA, ele poderá cumprir pena de até 8 anos”, disse.
Domingos Neto afirmou ainda que a mudança legal precisa vir acompanhada de investimentos do governo federal nas instituições de internação.
Educação
Os deputados do PT, contrários ao texto, enfatizaram o discurso de que o jovem precisa de mais educação. “Não ofereçam a desesperança dos presídios, que não têm melhorado a vida de ninguém, a jovens que podemos resgatar”, apelou a deputada Maria do Rosário (PT-RS).
O deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA) ressaltou que a redução da maioridade penal vai na contramão das experiências mundiais e não tem estudos a seu favor. “A reincidência entre os que cumprem pena no sistema prisional é de 70%, enquanto a reincidência entre os que cumprem medida socioeducativa é de apenas 36%”, disse.
Deputados também demonstraram preocupação com o efeito da regra em outras normas em vigor, como a idade mínima para dirigir, leis sobre exploração sexual e a proibição da venda de bebidas alcoólicas para menores. A preocupação foi levantada pelo deputado Glauber Braga (PSB-RJ). “Precisamos avaliar o valor da repercussão que essa decisão pode ter sobre outras áreas do mundo do direito – como a ampliação do direito de dirigir a partir dos 16”, disse.
Defesa da PEC
Defensores da redução da maioridade se ampararam nos casos de crimes violentos entre jovens de 16 e 17 anos para pedir a redução da idade mínima. Para o deputado Capitão Augusto (PR-SP), os jovens que seriam afetados pela proposta são “marginais”, não “garotos inocentes”. “O ECA é fraco, não pune, tanto é que, após atingir a maioridade penal, esse marginal sai com ficha limpa, independentemente dos crimes bárbaros que tenha praticado”, disse.
O líder do PMDB, deputado Leonardo Picciani (RJ), destacou que o foco da proposta era punir crimes contra a vida. “É um texto que tem equilíbrio, propõe a redução apenas para os casos graves, sobretudo os crimes contra a vida. Suprimir uma vida é injustificável na idade e na classe social que for”, disse.
Deputados também citaram pesquisa do Instituto Datafolha que apontou 87% da população favorável à redução da maioridade penal. "É um desejo do povo brasileiro. Quase 90% da população brasileira, nas pesquisas, exige essa redução”, disse o relator da proposta, deputado Laerte Bessa (PR-DF).
Participação intensa
A disputa sobre a PEC da Maioridade Penal começou no início da semana, quando estudantes contrários à PEC se instalaram no gramado do Congresso Nacional. Os estudantes acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a presença nas galerias do Plenário. Nesta terça-feira, houve tumulto entre manifestantes, parlamentares e policiais legislativos em alguns pontos da Câmara dos Deputados.
O acesso às galerias foi autorizado a um número reduzido de pessoas, por meio de senhas distribuídas por partidos. Manifestantes favoráveis e contrários acompanharam toda a votação de maneira pacífica, munidos de cartazes e camisetas.
Parlamentares também se utilizaram de cartazes para expressar a opinião. Os deputados do Psol levantaram cartazes dizendo “Redução não é a solução”, enquanto o deputado Silas Freire (PR-PI) levou uma faixa para dizer que a redução é uma resposta a crimes como o estupro de meninas no Piauí. Vários deputados também usaram camisetas declarando a posição.
(Da Agência Câmara Notícias)

CMDCA não acata recomendação do Ministério Público e indefinição poderá ser decidida pela Justiça


Após uma recomendação feita pelo Ministério Público, pedindo a anulação da prova e aplicação de um novo exame para os candidatos ao Conselho Tutelar de Deputado Irapuan Pinheiro, o Conselho Municipal do Direito da Criança e Adolescente (CMDCA), respondeu ao Ministério Público dentro do prazo estabelecido, que não acataria a tal recomendação em respeito à maioria dos candidatos que tinham sido aprovados na prova.

O CMDCA afirma que a aplicação da prova foi feita dentro das regras estabelecidas pelo que determina o Conselho de Direitos e foi precedido de um curso prático sobre Conhecimentos do Estatuto da Criança e Adolescente e no entendimento do Conselho de Direitos, não haveria motivos para anulação, já que a maioria que são os dez aprovados, não concorda com uma nova prova.

Portanto, a recomendação da Promotora de Justiça das Comarcas de Solonópole, Milhã e Deputado Irapuan Pinheiro, doutora Regina Mariana Araújo Ermel de Oliveira, não sendo acatada, ensejará uma providência por parte do Ministério Público e que provavelmente a indefinição tenha que ser decidida pela Justiça.

domingo, 28 de junho de 2015

Zico mantém candidatura à Fifa e critica corrupção na entidade

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
O ex-jogador de futebol Artur Antunes Coimbra, conhecido como Zico, reafirmou neste sábado (27) que é candidato à presidência da Federação Internacional de Futebol (Fifa) e comentou a atitude do atual presidente da entidade, Joseph Blatter, que declarou em entrevista a um jornal suíço, na última quinta-feira (25), que não teria renunciado, deixando em aberto uma possível volta ao cargo. Zico participou no Rio de Janeiro, ao lado do ministro do Esporte, George Hilton, da cerimônia de despedida da delegação brasileira que participará do Special Olympics, nos Estados Unidos – competição para jovens com deficiências intelectuais.

“Estamos na fase de aguardar o desenrolar dos fatos. A gente já vê o presidente [Blatter] dizer que não falou – o que muita gente colocou – e que não era bem aquilo que ele tinha dito. Acho que todos esses fatos denegriram muito o futebol mundial, e a gente espera que haja uma solução definitiva, para o bem do futebol. Não podemos ter dirigentes importantes presos e denunciados, indiciados. Isso contamina. A gente vê uma oportunidade ímpar para uma entidade importante passar a ser democrática, passar a ter decisões que beneficiem o futebol, e não pessoas”, comentou.

Zico disse que desde o dia em que anunciou sua candidatura, em 10 de junho, vem recebendo inúmeros apoios. Para se candidatar à Fifa, ele precisa de um mínimo de cinco federações nacionais lhe apoiando. Ele conta com a do Japão, país onde ajudou a popularizar o futebol, e vai à Índia, em busca de voto.

“Tivemos uma aceitação muito grande de todos os lugares, nacional ou internacional, e eu fiquei muito feliz com isso. Agora, já começamos a trabalhar, independente[mente] do que vai acontecer ou não. Vamos montar um programa. Estou me reunindo com pessoas importantes, que têm conhecimento de diversas áreas do futebol. [A candidatura] Está de pé. Dei minha palavra, botei minha cara. Estou esperando o desenrolar dos fatos. Vou enviar o meu programa, com a plataforma, para todas as federações do mundo”, enfatizou.

Em relação a Michel Platini, ex-jogador francês e atual presidente da União das Federações Europeias de Futebol (Uefa), cotado como possível candidato à Fifa, Zico disse que ele não teria demonstrado interesse em participar da eleição. “Ele está em dúvida. Acho que é bem possível que continue na Uefa, pois está muito bem lá. Uma parte dos europeus quer que ele se candidate, mas não vi ele muito empolgado à Fifa, não”, acrescentou.

Zico é um dos embaixadores da Special Olympics, que este ano ocorre na cidade norte-americana de Los Angeles, de 25 de julho a 2 de agosto. A delegação brasileira tem 39 atletas, todos com algum tipo de deficiência intelectual. O ministro George Hilton disse que a competição “é um evento de inclusão social. São atletas especiais que nos ensinam muito mais do que nós podemos oferecer a eles. O Ministério do Esporte tem hoje um foco nisso. Temos uma política arrojada para o alto rendimento, mas sem perder de vista o esporte de inclusão”.

Um dos atletas do Brasil no Special Olympics é o carioca Breno Viola, judoca do Clube de Regatas Flamengo. Ele salientou que sua meta é de trazer medalhas, e ressalvou que "o judô não vai fazer feio". Tenho síndrome de Down e o ritmo no esporte é lento, mas com o tempo a gente vai conseguindo, disse ele. mas admite que "o esporte traz coisas na vida como determinação, disciplina e amor pelo que a gente faz. A gente tem que realizar o nosso próprio sonho, e eu só paro com o judô quando minhas pernas não aguentarem”.

Fonte: Agência Brasil

Brasil perde nos pênaltis para o Paraguai e está fora da Copa América

A frustração brasileira na cobrança de pênaltis - Natacha Pisarenko / AP
Já se imaginava que a Copa América seria difícil para o Brasil, depois da boa participação das seleções sul-americanas no Mundial do ano passado. O que não se esperava era que a equipe verde-amarela fosse fracassar exatamente diante dos adversários menos expressivos do continente. Lanterna das últimas eliminatórias, o Paraguai eliminou o Brasil nas quartas de final, neste domingo, em Concepción, repetindo o feito da edição anterior do torneio, há quatro anos, na mesma fase e também nos pênaltis. Desta vez, após 1 a 1 no tempo normal - o Brasil saiu na frente, mas sofreu o empate no segundo tempo, em pênalti cometido de forma estabanada por Thiago Silva -, o Paraguai fez 4 a 3 nas penalidades. Éverton Ribeiro e Douglas Costa perderam suas cobranças.

O Paraguai vai enfrentar a Argentina na semifinal de terça-feira, de novo em Concepción. O primeiro finalista sairá na segunda, do confronto entre o anfitrião Chile e o Peru, em Santiago.

- Infelizmente, caímos de produção no segundo tempo. Com todo o respeito, o Paraguai não é uma das melhores seleções, e nós poderíamos ter matado o jogo, mas não deu - lamentou Robinho, que fez o gol brasileiro na partida, e foi substituído aos 41 minutos do segundo tempo por Éverton Ribeiro. - Gostaria de ter ficado para bater o pênalti, mas respeito a decisão do professor (Dunga). Agora, quando se perde, perde todo mundo. Temos de melhorar muito - reconheceu Robinho.

A decepção com a campanha no Chile aumenta quando se lembra que, dos quatro adversários brasileiros na Copa América, três não foram à Copa do Mundo. A seleção estreou com vitória sofrida sobre o Peru (2 a 1) com um gol no último minuto, graças ao talento de Neymar, e fez 2 a 1 na Venezuela na terceira rodada, já sem o camisa 10. Na única partida contra uma seleção que veio ao Mundial, o Brasil perdeu para a Colômbia (1 a 0), no jogo que marcou a eliminação de Neymar do torneio, expulso em campo e suspenso por quatro jogos, por ter ofendido o árbitro Enrique Osses.

Sem Neymar no início das eliminatórias


Além da eliminação precoce, a seleção brasileira volta para casa com mais um motivo de preocupação: por ter feito apenas duas partidas sem Neymar, não poderá contar com seu único jogador fora de série nas duas primeiras rodadas das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, em outubro. A tabela ainda será conhecida, no sorteio marcado para o dia 25 de julho. O craque do Barcelona só voltará à seleção na terceira partida, depois de completar sua suspensão.

Fonte: O Globo

Trama insana quer impedir candidatura de Lula em 2018

Da Coluna Valdemar Menezes, no O POVO deste domingo (28):



Analistas políticos enxergam sinais de uma trama insana para retirar o ex-presidente Lula da vida política nacional, através do impedimento de sua candidatura em 2018. O que faltaria é encontrar a fórmula mais adequada para dar um mínimo de verniz legal à manobra, sem deixar expostas as motivações verdadeiras.

Não seria por outra razão a campanha massiva de destruição da imagem de Lula, bem como a pressão do sistema para que ele seja enquadrado na Operação Lava Jato, levado à prisão e assim ter sua postulação inviabilizada pela Lei da Ficha Limpa.

Quer se goste dele, ou não, Lula é o maior líder de massas do Brasil (isso apesar 30 anos de massacre midiático movido a preconceito e prejulgamentos). Só os cegos não veriam que ele tem sido o fator de moderação dos embates entre classes sociais antagônicas, numa sociedade cuja desigualdade escandalosa poderia fazê-la explodir a qualquer hora.

Pode-se dizer que, sem Lula, possivelmente o Brasil estaria entregue a radicalizações piores ou similares a de países vizinhos, que não puderam contar com um líder de massas moderado como ele, nem com um partido de ampla inserção social, comprometido com a institucionalidade democrática, como o PT (apesar de ter cometidos erros indesculpáveis).

Fonte: Blog do Eliomar

sábado, 27 de junho de 2015

Promotora anula e recomenda aplicação de nova prova para candidatos ao Conselho Tutelar de Dep. Irapuan Pinheiro




Cerca de cinco candidatos dos oito reprovados para o Conselho Tutelar de Deputado Irapuan Pinheiro, recorreram à Justiça, irresignados com o resultado do Exame de Conhecimentos do Estatuto da Criança e Adolescente, elaborado pelo CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), aplicada dentro do processo eleitoral para a escolha dos novos Conselheiros Tutelares de Dep. Irapuan Pinheiro. Houve 2 dias de curso prático sobre Conhecimentos do Estatuto da Criança e Adolescente, sábado (20) e domingo (21), tendo sido aplicado a prova no final do curso.

Os candidatos que haviam sido reprovados constataram que muitas coisas estavam erradas durante a prova de conhecimentos. Nesta, a aplicação da prova era apenas identificada na primeira página, sem qualquer outra identificação ou assinatura do candidato nas demais paginas, inexistência de gabarito assinado pelos candidatos e provas contendo rasuras que foram consideradas no momento da correção, além de outras falhas.

A Promotora de Justiça das Comarcas de Solonópole, Milhã e Deputado Irapuan Pinheiro, Regina Mariana Araújo Ermel de Oliveira, então, constatando as irregularidades, considerou que a tal prática compromete enormemente a lisura do processo seletivo, haja vista possibilitar a ocorrência de fraudes e inclusive criando a possibilidade de troca de páginas entre os candidatos, recomendou a NULIDADE do processo seletivo, determinando através de uma recomendação (06/2015) assinada no dia 25 de junho de 2015, que seja aplicada nova avaliação para os concorrentes ao cargo do Conselho Tutelar irapuense.

A promotora recomendou ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente do município de Dep. Irapuan Pinheiro que realize uma nova prova com todos os candidatos, a ser confeccionada, aplicada pelo Ministério Público do estado do Ceará, sem qualquer ônus financeiro para o município, inclusive quanto ao local de aplicação da prova ou fornecimento de fiscais para estarem presentes no momento da aplicação da prova, em data a ser especificada por este Conselho.

Regina Mariana Araújo estabeleceu o prazo de 24 horas à partir do recebimento da recomendação para que o município comunique as providencias adotada para a sua observância.

Confira a lista divulgada na última quarta-feira (24), com a relação dos candidatos que estariam aptos a concorrerem ao Conselho Tutelar de Dep. Irapuan Pinheiro.

1. Alberjames Alves Nogueira – Aprovado
2. Antônia do Carmo Moreira – Aprovada
3. Antônia Valdinete do Carmo - Aprovado
4. Antônia Veronica Vicente - Aprovado
5. Antônio Erisvaldo Silva – Não Aprovado
6. Francisco Antônio Pinheiro - Aprovado
7. Francisco de Assis Lourenço - Não Aprovado
8. Francisco Erisvelton Carvalho Gurgel - Aprovado
9. Francisco Lucivan de Almeida - Não Aprovado
10. Jania Cleia Colares – Não Aprovado
11. Jefferson Rodrigues de Araújo - Aprovado
12. Marcio Rojânio Dantas Lima - Não Aprovado
13. Maria Cristina Alves Pereira – Não Aprovado
14. Maria do Socorro Silva Pereira - Aprovado
15. Maria Luzirene do Nascimento Pinheiro - Aprovado
16. Maria Silderlania de Oliveira Ferreira – Não Aprovado
17. Maria Simone Holanda Carvalho - Não Aprovado
18. Ronny Carlos Pinheiro Holanda – Aprovado

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Cobrança de iluminação pública gera polêmica‏ em Senador Pompeu

Nos últimos dias moradores do município de Senador Pompeu, foram surpreendidos com a conta de luz. Além das constantes altas em todo Brasil, as cobranças da taxa de iluminação pública deixaram os moradores apreensivos. 

Aprovada na câmara por maioria dos vereadores em 2013, em alguns papeis vem sendo cobrado R$ 136,31, no caso de um prédio comercial, somente da iluminação dos postes que, nem sempre clareia as residências, segundo populares.

O ex-presidente da câmara Antonio Martins, disse que não concorda com o valor cobrado e que a lei foi aprovada em 2013 para ser possível fazer a manutenção.

O atual presidente Ailton Felipe PTN disse que o momento de crise está muito difícil para os municípios, principalmente para os de pequeno porte.

A Coelce mostra em documentos que está cumprindo a lei aprovada, e cobra iluminação pública de acordo com o que é consumido em kwh pela residência, prédio comercial e prédio público. 

Fonte: Blog do Walter Lima

Ônibus tomba na CE-365 em Massapê; uma pessoa morreu e 16 ficaram feridas

O motorista, conforme a Guanabara, cumpria jornada regular e tinha descansado por mais de 30 horas antes de iniciar a viagem
Duas pessoas foram levadas ao hospital em estado grave
Foto enviada via WhatsApp do O Povo
Um ônibus da empresa Guanabara tombou na madrugada desta sexta-feira, 26, na CE-365, entre os municípios de Senador Sá e Massapê. O veículo, que fazia o itinerário Parnaíba - Fortaleza, transportava 20 pessoas. Um dos passageiros morreu e 16 ficaram feridos e foram encaminhados ao hospital, conforme a Polícia Militar de Massapê. 

O passageiro que morreu foi identificado como Washington Luís de Oliveira, 50 anos. Os feridos foram encaminhados para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral, e dois foram levados em estado grave, ainda segundo a PM. Até a manhã desta sexta-feira, 26, 11 pessoas continuavam internadas.
As causas do acidente, registrado por volta de 1h30min, ainda não foram identificadas. A Guanabara disse, por meio de nota, que enviou equipes para prestar a assistência necessária aos passageiros, no local e na unidade médica. 

A empresa informou que o veículo encontrava-se em ''perfeitas condições de uso, tendo passado por manutenção preventiva há pouco tempo''. O motorista, conforme a Guanabara, cumpria jornada regular e tinha descansado por mais de 30 horas antes de iniciar a viagem. 

A Perícia Forense foi acionada para o local e emitirá relatório sobre o acidente. Familiares das vítimas podem entrar em contato com a Guanabara pelo telefone do SAC: 0800-7281992.
Do O POVO Online

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Sob forte comoção, corpo de Cristiano Araújo é enterrado em Goiás

Cantor sertanejo morreu em acidente de carro nesta quarta-feira



O corpo do cantor Cristiano Araújo foi enterrado nesta quinta-feira (25), no cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia. Com aplausos e muita emoção, fãs, amigos e familiares se despediram do sertanejo, que faleceu aos 29 anos após um acidente de carro, na madrugada de quarta-feira (24).

O pai de Cristiano, João Reis, que o acompanhou desde o início da carreira, interrompeu a cerimônia por alguns minutos para sentar-se em frente ao caixão e se despedir do filho. Chorando bastante, João foi convencido pelos parentes a permitir que Cristiano fosse sepultado.

Levado em um caminhão dos bombeiros até o cemitério, o caixão de Araújo foi aplaudido durante todo o trajeto entre o Centro Cultural Oscar Niemeyer e o local onde ocorreu o enterro.

Cristiano voltava de um show em Itumbiara, a 200 km de Goiânia, por volta das 3h, quando o carro em que ele estava, uma Range Rover, capotou e ficou totalmente destruído. Sua namorada, Allana Coelho, de 19 anos, morreu na hora. Ele deixa dois filhos, João Gabriel e Bernardo.

Fonte: Jornal do Brasil

Adolescentes criam camisinha que muda de cor ao detectar DSTs

Indicador no preservativo permite a identificação de micro-organismos causadores de doenças

"S.T.EYE" permite a identificação de contaminação pela mudança de cor no preservativo
Reprodução/Teen Tech Awards
Um grupo de adolescentes britânicos inventou uma camisinha que muda de cor quando detecta a presença de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), como sífilis e clamídia. Com um indicador que mostra diferentes cores de acordo com o tipo de bactéria ou infecção encontrada, a invenção recebeu o nome de “S.T.EYE” (uma brincadeira com sigla em inglês STI, Sexually Transmited Infections).

Os estudantes da escola britânica Isaac Newton Academy Daanyaal Ali, 14, Muaz Nawaz, 13,  e Chirag Shah, 14, ganharam o prêmio da área de saúde no Teen Tech Awards em Londres pela invenção.

“Nós a criamos para ajudar o futuro de uma nova geração. Nós queríamos algo que detectasse essas doenças prejudiciais da maneira mais segura possível para que as pessoas pudessem tomar ação imediata na privacidade de suas casas, sem a necessidade de procedimentos médicos invasivos” afirma Daanyaal Ali sobre o objetivo da criação.

Como recompensa pelo prêmio, a escola concedeu o valor de 1.000 libras esterlinas (aproximadamente R$ 4,847) a cada estudante. Fora isso, receberam convites para uma recepção especial no Palácio Buckingham.

Outras invenções de destaque no Teen Tech incluíam um par de sapatos que cria, ao andar, energia suficiente para carregar dispositivos eletrônicos e uma ferramenta capaz de administrar o uso da água que poderia ser usado pelas comunidades rurais africanas para administrar o sistema de água.

Fonte: Portal iG