quarta-feira, 24 de maio de 2017

Caminhoneiro é preso por matar homem após extorsão mediante sequestro em Mombaça

Foto: Divulgação
Um caminhoneiro foi preso pela Polícia Militar, após um crime de extorsão mediante seqüestro, que resultou em morte, na cidade de Mombaça – Área Integrada de Segurança 22 (AIS 22), nesse domingo (21). O suspeito, que disse ter usado cocaína, foi capturado após uma perseguição que teve o desfecho em Acopiara (AIS 21).  Durante o ocorrido, uma das vítimas foi colhida pelo caminhão dirigido pelo autuado, vindo a óbito no local.

André Jesus Souza (35) – sem antecedentes - alegou, em depoimento, que gastou aproximadamente R$ 500 em cocaína e, por isso, temendo a reação de sua esposa, que era a pessoa responsável por administrar seu dinheiro, o homem decidiu realizar um assalto no intuito de repor a quantia gasta com entorpecentes. O suspeito parou seu caminhão na estrada e solicitou ajuda a um casal. Ele pediu que as vítimas fossem até um posto de combustível, nas proximidades, para comprar óleo para o motor do veículo. Quando retornaram, o caminhoneiro pediu que a mulher fizesse pressão em um parafuso do lado esquerdo do caminhão, e chamou o homem, identificado como Rozivaldo de Sousa Mota, para acompanhá-lo até o interior da cabine. Após algum tempo, André chamou a mulher para o outro lado do veículo e ela se deparou com Rozivaldo rendido no interior do carro. Diante da cena, a vítima tentou fugir, mas foi contida pelo suspeito, que chegou a arrancar-lhe as vestes.

Dentro do caminhão, o infrator torturou os dois rendidos, exigindo a quantia de R$ 500. Temendo que alguém visse a ação criminosa, o caminhoneiro tentou empreender fuga com o casal amarrado no interior do veículo. Durante o fato, Rozivaldo conseguiu se soltar e puxou a mulher, mas o veículo o atropelou, culminando em sua morte. Composições da Polícia Militar auxiliaram a mulher e iniciaram a perseguição ao suspeito, que seguiu em fuga pela CE-060. Um caminhão pipa foi colocado no meio da via para barrar o suspeito, mas este desviou pelo acostamento e colidiu com o gelo baiano, vindo a tombar o veículo. André Jesus foi encaminhado para a Delegacia Regional de Senador Pompeu, onde foi indiciado em um inquérito policial também pelo crime de direção perigosa. Em seguida, ele foi conduzido para a Cadeia Pública de Mombaça.

Fonte: SSPDS

STF condena Paulo Maluf a mais de sete anos de prisão e à perda do mandato de deputado

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou hoje (23) o deputado Paulo Maluf (PP-SP) a sete anos, nove meses e 10 dias de reclusão pelo crime lavagem de dinheiro. O deputado terá também de pagar multa. A pena será cumprida, inicialmente, em regime fechado.

Os ministros determinaram ainda a perda do mandato parlamentar e interdição dele para exercício de cargo ou função pública de qualquer natureza. Além disso, Maluf não poderá ocupar o cargo de diretor e membro de conselho de administração pelo dobro do tempo da pena aplicada a ele, como prevê a lei de combate à lavagem de dinheiro.

Os ministros Edson Fachin (relator do caso), Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux votaram pela condenação, enquanto Marco Aurélio foi favorável à absolvição por entender que o crime já prescreveu.

Na decisão, os ministros da Primeira Turma do STF decretaram a perda, em favor da União, dos bens, direitos e valores, objetos da lavagem de dinheiro pela qual foi o réu condenado, ressalvado o direito do lesado ou de terceiro de boa-fé.

Conforme a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal, Maluf usou contas no exterior para lavar dinheiro desviado da prefeitura de São Paulo no período em que ele comandou o Executivo local, entre os anos de 1993 e 1996.

A defesa do deputado Paulo Maluf vai esperar a publicação do acórdão, pois o julgamento não foi unânime. A defesa informou que irá recorrer ao plenário do STF.  "O deputado segue confiando na Justiça e aguardando a decisão final do plenário do Supremo", disse o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay.

(Agência Brasil)

Câmara de Dep. Irapuan Pinheiro aprova projeto da LDO para 2018


A Câmara Municipal de Deputado Irapuan Pinheiro aprovou na sessão da segunda-feira, 22, projeto do Executivo que dispõe sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício financeiro de 2018.

O projeto de lei foi enviado à Câmara de Vereadores pelo prefeito, Luiz Claudenilton Pinheiro (PSDB), no último dia 05 de maio. Após passar pelas comissões técnicas da casa, a matéria foi colocada em votação na segunda e aprovada por unanimidade.

A LDO é uma base utilizada para traçar o orçamento do município para 2018. Este é um direcionamento de investimentos que o Poder Executivo quer aplicar no município.

OUTRO PROJETO

Foi aprovado também por unanimidade, nesta segunda-feira (22), o projeto de lei nº 025/2017, de autoria do Poder Executivo, que autoriza a abertura de Crédito Adicional Especial ao Vigente Orçamento Fiscal e da Seguridade Social.

Segundo o PL, o Poder Executivo fica autorizado a abrir Crédito Adicional Especial ao Vigente Orçamento Fiscal e da Seguridade Social no valor de R$ 60.000,00 (sessenta mil reais), para atender a dispêndio que não foi contemplado na Lei Orçamentária Anual - LOA do corrente exercício, criando dotações orçamentárias.

A Câmara Municipal de Dep. Irapuan Pinheiro durante a reunião na manhã desta segunda-feira também aprovou por unanimidade vários requerimentos.

REQUERIMENTOS
  • Requerimento nº: 033/2017 - De autoria do vereador Alexandre Almeida, solicita do Poder Público Municipal de Deputado Irapuan Pinheiro que seja feita a Canalização do esgoto que recebe resíduos que vem das casas dos conjuntos populares, o mesmo passa por trás das casas da Avenida Vereador Raimundo Ocimar Pinheiro na sede do Município. 
Segundo o parlamentar, o saneamento básico é uma necessidade essencial para a vida da população, porém apesar desse requerimento não ser um pedido do saneamento, mas com a certeza que irá melhorar a vida das pessoas que mora naquela localidade.
  • Requerimento nº: 034/2017 - De autoria do vereador Alexandre Almeida, solicita do Poder Público Municipal de Deputado Irapuan Pinheiro para que seja feita uma passagem molhada no Riacho próximo a Ladeira conhecida por Finado Ataíde, a mesma fica na estrada que liga a Sitio Susuarana ao Sitio Mel.
Segundo o parlamentar, a importância do requerimento é para atender o pedido dos moradores daquelas localidades que usa aquela estrada para se locomover até a sede do município. 
  • Requerimento nº: 035/2017 - De autoria dos vereadores Uésio Moreira, Clair Moreira e Ilcivan Maciel, solicita do Poder Público Municipal de Deputado Irapuan Pinheiro que seja feita a Recuperação com Piçarramento da estrada que liga Sede a Baixio.
  • Requerimento nº: 036/2017 - De autoria do vereador Francisco Rolim Neto, solicita do Poder Público Municipal de Deputado Irapuan Pinheiro que seja feita uma Reforma na Praça da Matriz, pois o piso está todo quebrado.

Oposição protocola pedido de impeachment de Camilo Santana

Pedido se baseia na delação do executivo da JBS Wesley Batista e aponta para improbidade administrativa do governador

A denúncia foi feita junto à presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará
( Foto: José Leomar )
Deputados integrantes da oposição ao governador Camilo Santana (PT) protocolaram, na manhã desta terça-feira (23), pedido de impeachment do chefe do executivo estadual por crime de responsabilidade. A denúncia foi feita junto à presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, tendo como base a delação do executivo da JBS Wesley Batista.

O líder da oposição na Assembleia, deputado Capitão Wagner (PR), assina o pedido. Antes da apresentação, o parlamentar organizou uma reunião no seu gabinete no início da manhã, na qual estiveram presentes os deputados e deputadas Odilon Aguiar (PMB), Leonardo Araújo (PMDB), Roberto Mesquita (PSD), Fernanda Pessoa (PR), bem como as assessorias dos deputados Heitor Férrer (PSB) e Carlos Matos (PSDB).

A peça processual afirma que Camilo cometeu crime de responsabilidade "ante o fato de ter causado dano ao patrimônio público estadual". Apesar do protocolo, a denúncia só começa a tramitar na Assembleia caso o presidente do poder legislativo estadual, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), aliado do governador, aceite o pedido. Além disso, a base governista na Casa conta com 34 deputados dos 46 integrantes.

Na tribuna da Assembleia, Capitão Wagner afirmou que o impedimento tem como base legal o crime contra a probidade administrativa. A Lei do impeachment, no seu artigo 9 º diz que é crime de responsabilidade: "não tornar efetiva a responsabilidade dos seus subordinados, quando manifesta em delitos funcionais ou na prática de atos contrários à Constituição". Na prática, Wagner acusa o petista de não instaurar sindicância ou exonerar os secretários acusados por Wesley Batista de atuarem à favor da empresa.

De acordo com o governista Dr. Sarto (PDT), o pedido de impeachment "neste momento é um absurdo", pois, além de não haver crime de responsabilidade do governador, os secretários ainda não possuem sequer inquérito instaurado pelo Ministério Público Federal. Segundo o parlamentar, "o deputado está surfando e embarcando numa notícia que não teve a prudência de investigar", disse da tribuna da Assembleia.

As acusações 

Segundo o empresário Wesley Batista,o ex-governador Cid Gomes foi pessoalmente ao escritório do grupo, em São Paulo, e solicitou uma contribuição de R$ 20 milhões à campanha de 2014, cujo vencedor do pleito foi o atual governador Camilo Santana.

Alguns dias depois, Cid teria enviado o deputado federal Antônio Balhmann (PROS-CE) e o atual secretário de Turismo do Estado, Arialdo Pinho, com uma proposta de abater os R$ 20 milhões solicitados no valor devido em restituições do ICMS, algo que foi aceito pelo empresário. Dessa forma, o Estado teria pago apenas R$ 90 milhões ao grupo JBS e ficou com os outros R$ 20 milhões para si, de acordo com a delação de Wesley Batista.

(Diário do Nordeste)

Polícia Federal cumpre mandados de prisão contra quadrilha de Beira-Mar


A Polícia Federal (PF) cumpre nesta quarta-feira (24) 35 mandados de prisão e 27 de condução coercitiva na Operação Epístolas, que investiga a quadrilha ligada ao traficante Fernandinho Beira-Mar, que já está preso.

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal, e as buscas e prisões são no Rio de Janeiro, em Rondônia, no Ceará, em Mato Grosso do Sul, na Paraíba e no Distrito Federal. Dos 35 mandados de prisão, 22 são de prisão preventiva e 13 de prisão temporária.

A operação inclui ainda como medidas cautelares 85 mandados de busca e apreensão e o bloqueio de valores que somam R$ 9 milhões em 51 contas bancárias.

Segundo a PF, as investigações se iniciaram há cerca de um ano, depois que um bilhete picotado foi encontrado em uma marmita por agentes federais da Penitenciária Federal de Porto Velho, onde Beira-Mar cumpre pena.

A perícia constatou que o bilhete foi redigido pelo criminoso e continha ordens a integrantes da quadrilha que estavam em liberdade. Ao longo das investigações, foram apreendidos 50 bilhetes endereçados ao preso. Por esse motivo, a operação se chama Epístolas, nome dado a textos enviados em forma de carta.

As investigações apontam que a quadrilha movimenta R$ 1 milhão por mês e utilizava principalmente casas de show e bares para lavagem de dinheiro, além de aquisições de imóveis e reformas.

Os presos preventivamente serão transferidos para o estado de Rondônia, e Beira-Mar deve ser transferido da Penitenciária Federal de Porto Velho.

(Agência Brasil)

Deputado que recebeu R$ 500 mil a pedido de Temer devolveu mala com R$ 35 mil a menos


O deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-­PR) devolveu à Polícia Federal (PF) menos do que o total que recebeu em propina do empresário Joesley Batista, dono da JBS. De acordo com a contagem feita pelos próprios agentes da PF, Loures devolveu a mala, que deveria estar com R$ 500 mil, faltando R$ 35 mil.

A ação controlada da polícia filmou, em abril, o deputado afastado recebendo a mala com dinheiro numa pizzaria em São Paulo. Segundo as apurações da Procuradoria-Geral da República (PGR), a quantia representava a primeira parcela da propina a ser paga pela JBS em troca da solução de problemas no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Entrega

Na noite dessa segunda-feira, os advogados do peemedebista acertaram a devolução da quantia à polícia. Entretanto, dentro da mala estavam apenas 9.300 cédulas de R$ 50, o que corresponde à R$ 465 mil.

Homem de confiança de Temer, Loures teria sido indicado pelo presidente para resolver as pendências com o empresário.

Câmara já tem 12 pedido de impeachment contra Temer

Um dos mais recentes foi protocolado pelo irmão de Eduardo Campos; OAB deve apresentar seu pedido esta semana

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Foto: Dida Sampaio/Estadão
A Secretaria-Geral da Mesa Diretora registrou até esta noite 12 pedidos de impeachment contra o presidente Michel Temer. Um dos mais recentes foi protocolado pelo advogado Antônio Ricardo Accioly Campos, irmão do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, morto em acidente aéreo em 2014.

Desde que Temer assumiu definitivamente o mandato, foram 16 pedidos de abertura de processo para o afastamento do presidente da República por suposta prática de crime de responsabilidade. O primeiro deles foi de novembro passado, baseado nas acusações do ex-ministro da Cultura Marcelo Calero de que o então ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima o teria pressionado para liberar a construção de um prédio em Salvador.

Só nesta terça-feira foram protocolados três novos pedidos: um do advogado Luís Carlos Crema (que em 2015 também apresentou um pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff), outro proposto por três servidores estaduais do Espírito Santo e o documento do irmão do ex-governador de Pernambuco. Desde o dia 17 deste mês, a Câmara recebeu uma leva de pedidos de impeachment sustentada nas gravações e na delação premiada do empresário Joesley Batista. Na quinta-feira, 25, será a vez da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) protocolar mais um pedido.

O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ainda não deliberou sobre nenhum dos requerimentos, mas já sinalizou que não vai autorizar o andamento de nenhum deles. Maia disse aos aliados que não atuará como ponto de desestabilização do governo.

No ano passado, o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, mandou instalar uma comissão especial, mas até hoje os líderes partidários não indicaram membros para compor a comissão. O advogado responsável pela queixa ao STF, Mariel Márley Marra, alegava que Temer havia cometido os mesmos crimes de responsabilidade atribuídos à presidente cassada Dilma Rousseff, ao assinar, como interino, decretos para autorizar a abertura de crédito suplementar sem consentimento do Congresso Nacional e em desacordo com a meta fiscal vigente, as chamadas pedaladas fiscais.

(Estadão Conteúdo)

Meia taça de vinho por dia já eleva risco de câncer de mama, indica pesquisa

Apesar de conhecida, a ligação entre beber álcool e câncer de mama
 é apenas um dos fatores de risco. 
GETTY IMAGES
Uma pesquisa confirmou a ligação entre o consumo de álcool e um risco maior de câncer de mama em mulheres.

De acordo com um estudo, do Fundo Mundial para Pesquisas sobre Câncer, meia taça de vinho ou um copo pequeno de cerveja já pode aumentar o risco.

O mesmo estudo também confirmou que exercícios regulares de alta intensidade podem reduzir o risco de sofrer da doença.

Mas é assim tão simples?

O câncer de mama é o segundo tipo de tumor maligno mais incidente entre as brasileiras, atrás apenas do câncer de pele não melanoma, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Mas os médicos ainda não conseguem explicar por que esse tipo de câncer afeta algumas pessoas e não outras.

Há vários fatores envolvidos, incluindo estilo de vida, níveis de hormônios e outras condições médicas. Basicamente, é um conjunto de causas e não faz muito sentido focar em apenas uma delas.

O risco de câncer de mama está ligado aos genes da sua família.
GETTY IMAGES
Então quais são os riscos para o câncer de mama?

Para começar, há alguns fatores impossíveis de controlar, como sexo, idade, altura, genes e início da menstruação.

Ser mulher, ter mais de 50 anos, ter passado pela menopausa e ter um histórico de câncer de mama na família são fatores que aumentam o risco de ter a doença.

Ser alta e ter começado a menstruar antes dos 12 anos de idade também são considerados riscos.

No total, o Centro de Pesquisa sobre o Câncer do Reino Unido lista 18 fatores diferentes que podem, até certo ponto, ser a causa do câncer de mama. O álcool é um deles.

O que isso realmente significa?

Significa que a cada 100 mulheres, cerca de 13 provavelmente terão câncer de mama de qualquer maneira.

E, se todas elas beberem uma taça pequena de vinho todos os dias, um caso extra pode ser desenvolvido nesse grupo de 100 mulheres.

Fazer exercícios com regularidade pode reduzir o risco de câncer de mama em mulheres.
GETTY IMAGES
Exercícios e dieta

A pesquisa também indicou que praticar exercícios mais intensos, como correr ou andar de bicicleta, diminui o risco de câncer de mama na pós-menopausa em 10% na comparação com mulheres menos ativas.

Amamentar também diminui o risco da doença. E há evidência, embora ainda limitada, de que comer verduras como repolho e espinafre diminuem o risco de um tipo menos comum de câncer de mama.

Já se sabe que exercícios físicos regulares, uma dieta balanceada e manter um peso saudável são importantes para reduzir o risco de muitas doenças, incluindo vários tipos de câncer.

Mas os cientistas afirmam que todos esses fatores interagem entre si, o que dificulta identificar quais estão causando o câncer e até que ponto.

Qual é a recomendação para o consumo de álcool?

Novas recomendações médicas introduzidas em 2016 na Grã-Bretanha dizem que homens e mulheres não devem beber mais de 14 unidades por semana - o equivalente a três litros de cerveja ou sete taças de vinho - e alguns dias devem ser livres de álcool.

As recomendações, feitas pelo Chief Medical Officer (CMO na sigla inglesa, o principal assessor para assuntos de saúde do governo), são baseadas em pesquisas que mostram que qualquer quantidade de álcool pode aumentar o risco de câncer. Mulheres grávidas são aconselhadas deixar o álcool de lado.

Qual foi a reação a essa pesquisa?

Especialistas em câncer dizem que as descobertas não trazem dados novos sobre a ligação entre álcool e câncer de mama, que é bastante conhecida.

Se quiser manter a situação a seu favor, eles dizem que é uma boa ideia não beber álcool por alguns dias da semana e não aumentar a ingestão de bebidas alcoólicas.

No entanto, o instituo Cancer Research diz que não há motivo para alarme - é preciso ter uma visão ampla da situação.

Consumir álcool tem um efeito maior nos riscos de vários outros tipos de câncer - incluindo de boca, fígado e bexiga - do que no de câncer de mama, então não há motivo para focar no álcool.

Kevin McConway, professor emérito de estatística aplicada da Open University (universidade aberta britânica), diz que os riscos "devem ser considerados em relação ao prazer que as mulheres podem ter ao beber".

A pesquisa não determina riscos absolutos e, portanto, não serve como base para recomendar que as mulheres parem de beber completamente, segundo David Spiegelhalter, professor de estatística da Universidade de Cambridge.

Porém, Anne McTiernan, líder do estudo e especialista em câncer do Centro Fred Hutchinson de Pesquisa em Câncer, de Seattle, nos Estados Unidos, afirma que a evidência sobre câncer de mama é clara.

"Ter um estilo de vida ativo fisicamente, manter um peso saudável ao longo da vida e limitar a quantidade de álcool são passos que as mulheres podem tomar para diminuir esse risco".

(BBC BRASIL)

terça-feira, 23 de maio de 2017

Eunício diz que Senado vai cumprir afastamento de Aécio Neves

Presidente do Senado afirma que dará cumprimento ao que foi determinado pelo Supremo

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), afirmou nesta terça-feira, 23, que a Casa vai cumprir a ordem de afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG), determinada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin.

"É uma decisão da Justiça. Eu recebi um comunicado do STF e obviamente vamos dar sequência ao cumprimento do que foi determinado pela Suprema Corte", disse. O presidente afirmou ainda que cabe ao advogado do senador fazer sua defesa.

Ao longo da semana, surgiram boatos de que era possível que o Senado descumprisse a ordem de afastamento de Aécio, à semelhança do que fez a Mesa Diretora da Casa no fim do ano passado, diante da determinação de afastamento de Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado.

(Estadão Conteúdo)

Polícia desarticula grupo responsável por ataques a bancos no Ceará e em mais 4 estados

A Polícia Civil de Pernambuco informou que a prisão dos suspeitos evitou pelo menos três ataques

No Ceará, os ataques a banco já são rotina. ( Foto: Helene Santos )
Uma quadrilha que atuava nos estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Ceará foi desarticulada nesta segunda-feira (22) durante a Operação Capitania, deflagrada pela Polícia Civil de Pernambuco.

Entre as acusações contra o grupo estão ataques a bancos, explosões de carros-forte e comércio de armas de fogo. Ao todo, foram cumpridos 16 mandados de busca e apreensão, 15 de prisão preventiva e uma condução coercitiva.

Conforme apurou a Folha de Pernambuco, o líder da quadrilha era Genilson Batista, de 27 anos. Ele foi preso na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, em Pernambuco. A Polícia Civil informou que a prisão dos suspeitos evitou pelo menos três ataques.

As investigações duraram seis meses e chegaram a conclusão que o grupo já havia atuado em Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e Ceará.

(Diário do Nordeste)

Operação da PF prende Agnelo Queiroz, José Roberto Arruda e assessor de Temer

Investigação apura fraude e desvio de dinheiro nas obras do Estádio Mané Garrincha para a Copa

O ex-governador José Roberto Arruda foi um dos presos na operação da PF
A Polícia Federal prendeu, na manhã desta terça-feira (23), os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz e o ex-vice-governador Tadeu Filippelli, atual assessor do presidente Michel Temer. As prisões foram feitas durante a Operação Panatenaico, que investiga uma organização criminosa que fraudou e desviou recursos das obras de reforma do Estádio Nacional Mané Garrincha para Copa do Mundo de 2014. Orçadas em cerca de R$ 600 milhões, as obras no estádio custaram ao fim, em 2014, R$ 1,575 Bilhão. O superfaturamento, portanto, pode ter chegado a quase R$ 900 milhões.

A hipótese investigada pela Polícia Federal é que agentes públicos, com a intermediação de operadores de propinas, tenham realizado conluios e assim simulado procedimentos previstos em edital de licitação. A renovação do Estádio Mané Garrincha, ao contrário dos demais estádios da Copa do Mundo financiados com dinheiro público, não recebeu empréstimos do BNDES, mas sim da Terracap, mesmo que a estatal não tivesse este tipo de operação financeira prevista no rol de suas atividades.

m razão da obra do Mané Garrincha - a mais cara arena de toda Copa de 2014 - ter sido realizada sem prévios estudos de viabilidade econômica, a Terracap, companhia estatal do DF com 49% de participação da União, encontra-se em estado de iminente insolvência.

Para recolher elementos que detalhem como operou o esquema criminoso que superfaturou a obra e lesou os cofres do GDF e da União, os cerca 80 policias envolvidos na operação foram divididos em 16 equipes. No total, há 15 mandados de busca de apreensão, dez mandados de prisão temporária além de três conduções coercitivas. As medidas judiciais foram determinadas pela 10ª Vara da Justiça Federal no DF, todas as ações ocorrem em Brasília e arredores.

MPF

Em nota, o Ministério Público Federal (MPF) informou que também foi determinada a indisponibilidade de bens de 13 envolvidos até o limite de R$ 60 milhões. "O objetivo das medidas cumpridas hoje é encontrar provas de que foi constituído um cartel entre várias empreiteiras para burlar e fraudar o caráter competitivo da licitação e assegurar, de forma antecipada, que os serviços e as obras fossem realizadas por consórcio constituído pelas empresas Andrade Guitierrez e Via Engenharia." Segundo o MPF, em contrapartida, os vencedores pagaram propina a agentes políticos e públicos.

O caso começou a ser investigado em setembro de 2016, a partir de depoimentos de três executivos da Construtora Andrade Gutierrez, em colaboração premiada firmada junto à Procuradoria Geral da República (PGR). As informações de que houve fraude na licitação foram confirmadas por diretores da Odebrecht que afirmaram - também em colaboração premiada - que em decorrência dessa combinação prévia, a empresa participou da licitação apresentando um valor superior ao oferecido pela Andrade Guitierrez, que depois, retribuiu o "favor", na licitação para as obras da Arena Pernambuco.

O MPF informa ainda que, na petição enviada à Justiça, MPF e PF citam, além dos depoimentos, uma perícia técnica da própria Polícia Federal e um levantamento do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDFT) que também constaram fraude na licitação. Em laudo, peritos da PF listaram seis irregularidades no edital do certame, concluindo que houve "notório direcionamento" do processo. Já a corte de contas apontou um sobrepreço de R$ 430 milhões, em valores de 2010, montante que corrigido pela taxa Selic alcança, atualmente, R$ 900 milhões. Embora os recursos que bancaram a reforma tenham saído da Terracap, a responsabilidade pela realização do processo de seleção das empresas foi conduzido pela Novacap, outra empresa pública do GDF. Dados já reunidos pelos investigadores, dão conta de que, representantes da empreiteira Andrade Gutierrez participaram da elaboração do edital do certame, com a anuência de agentes públicos.

A propina

Conforme relatos feitos em depoimentos decorrentes dos acordos de colaboração premiada e de leniência - ambos homologados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e, posteriormente, pela 1ª instância da Justiça Federal, em Brasília -, as tratativas para o direcionamento da licitação começaram ainda em 2008, um ano antes da seleção. Segundo o MPF, três diretores da Andrade Gutierrez afirmaram que, já naquele momento, ficou acertado o repasse de 1% do valor total da obra para os agentes políticos. Os pagamentos foram viabilizados por meio de doações de campanha – formais e por meio de caixa 2, além da simulação de contratos de prestação de serviços. Pessoas ligadas aos agentes políticos eram os responsáveis por fazer as cobranças junto às empreiteiras e também por operacionalizar os repasses dos valores. Os relatos revelam dezenas de pagamentos de propina que, em valores preliminares, somam mais de R$ 15 milhões.

Panatenaico

O nome da operação é uma referência ao Stadium Panatenaico, sede dos jogos panatenaicos, competições realizadas na Grécia Antiga que foram anteriores aos jogos olímpicos. A história desta arena utilizada para a prática de esportes pelos helênicos, tida como uma das mais antigas do mundo, remonta à época clássica, quando estádio ainda tinha assentos de madeira. A construção foi toda remodelada em mármore, por Arconte Licurgo, no ano 329 a.C. e foi ampliado e renovado por Herodes Ático, no ano 140 d.C., com uma capacidade de 50 mil assentos. Os restos da antiga estrutura foram escavados e restaurados, com fundos proporcionados para o renascimento dos Jogos Olímpicos. O estádio foi renovado pela segunda vez em 1895 para os Jogos Olímpicos de 1896.

(Jornal do Brasil)

Janot volta a pedir prisão de Aécio Neves e Rocha Loures ao STF

Imagem: Divulgação
A PGR (Procuradoria Geral da República) recorreu, nesta segunda-feira (22), da decisão do ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), que indeferiu a prisão preventiva do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e do deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-­PR), delatados pela JBS.

O procuradora-geral da República, Rodrigo Janot, pede a reconsideração da decisão de Fachin e, em caso de negativa, que o recurso seja levado com urgência ao plenário do STF.

Segundo Janot, as gravações ambientais e grampos telefônicos decorrentes da delação premiada de executivos do grupo J&F, que controla a JBS, demonstraram que os parlamentares "vêm adotando, constante e reiteradamente, estratégias de obstrução de investigações da Operação Lava Jato".

De acordo com a PGR, Aécio e Loures só não foram presos em flagrante no momento do recebimento das parcelas da propina para que outras provas fossem coletadas posteriormente.

Janot afirma no recurso que os políticos são pessoas "poderosas e influentes", cuja liberdade "pode levar ao uso espúrio do poder político".

Ao negar o pedido de prisão, Fachin impôs medidas cautelares ao senador e ao deputado, como suspensão das funções parlamentares "ou de qualquer outra função pública", além de proibição de contatar outro investigado e de sair do país.

Em nota, a defesa de Aécio informou que "aguarda ser intimada para apresentar suas contrarrazões, oportunidade em que demonstrará a impropriedade e descabimento do pedido ministerial".

O criminalista Alberto Toron, que defende o tucano, disse ainda que vai recorrer nesta terça (23) da decisão do ministro e pedir a revogação das medidas cautelares impostas "por falta de base legal e constitucional".

"Não há qualquer motivo para a prisão do deputado Rodrigo Rocha Loures. A defesa aguarda pelo STF a manutenção da decisão que negou o pedido do Ministério Público. O deputado no momento oportuno irá prestar todos os esclarecimentos devidos", disse o advogado de Loures, José Luis Oliveira Lima.

(Da Folha de S.Paulo)

Arboviroses estão em 178 municípios do Ceará

A incidência de casos notificados para zika, dengue e chikungunya é de 943,5 por 100 mil habitantes

A chikungunya deixa sequelas nas pessoas infectadas, que sofrem
 com dores nas articulações ( Foto: Nah Jereissati )
A expansão das arboviroses está cada dia maior no Ceará. O boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa), da 20ª semana do ano, aponta que a distribuição dos casos de dengue, zika e chikungunya ocorre em todas as faixas etárias, porém, com maior número entre adultos jovens e pacientes do sexo feminino. A incidência de casos notificados para as doenças é de 943,5 por 100 mil habitantes, distribuídos em 178 municípios cearenses dos 184.

O dado é o equivalente a 96,7% do território do Estado. O documento da Secretaria da Saúde trata a situação das cidades como "cenário epidêmico".

Analisando os dados epidemiológicos das três doenças nas últimas cinco semanas, observa-se que 30,4% (57/178) dos municípios das cinco Macrorregiões do Estado apresentam incidências maiores que 300 casos por 100 mil habitantes. Quanto à taxa de confirmações, destacam-se os municípios que pertencem à Macrorregião de Fortaleza, predominando a transmissão de febre chikungunya e dengue.

Conforme levantamento da Sesa, os municípios em situação mais crítica são General Sampaio (5.536,9/100.000/hab), Catarina (4.987,9), Baturité (4.096,3), Reriutaba (3.912,3), Milagres (3.725, 4), Farias Brito (3.448,8), Jaguaribara (3.062,5), Acarape (3.015,0), Tejuçuoca (2.624,4), São Gonçalo do Amarante (2.623,9) e Uruoca (2.352,9).

Doenças

O estudo semanal da Pasta de saúde contabiliza 35.647 notificações dos casos de dengue no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). O número é correspondente a uma taxa de incidência no Estado de 397,7 casos por 100 mil habitantes, distribuídos em 96,7% (178/184) dos municípios. Do total, foram confirmados 22,8% (8.133/35.647) dos casos em 64,0% (114/178) das cidades.

Da dengue, em 2017, foram confirmados 60 casos com sinais de alarme (DCSA) ocorridos nos municípios de Alto Santo, Brejo Santo, Caucaia, Chorozinho, Crato, Fortaleza, Paracuru, Piquet Carneiro, Russas e Tabuleiro do Norte. Até o momento, seis pacientes com suspeita de dengue grave tiveram os diagnóstico confirmados. Destes, três morreram, sendo uma pessoa do sexo feminino e duas do sexo masculino, com idades entre 51 e 79 anos. As mortes ocorreram nos meses de janeiro, fevereiro e abril. As vítimas residiam nos municípios de Fortaleza, Maracanaú e Tabuleiro do Norte.

A chikungunya, no ano passado, já caracterizava-se um cenário epidêmico com 49.516 casos suspeitos, sendo que 63,6% (31.482/49.516) foram confirmados, distribuídos em 139 (75,5%) municípios. Neste ano, observa-se o crescimento de casos notificados. A taxa de incidência dos casos suspeitos de chikungunya no Ceará é de 530,9 casos por 100 mil habitantes. Até a 20ª semana do ano foram notificados 47.591 casos, destes, 34,0% (16.185/47.591) foram confirmados e 8,7% (4.155/47.591) descartados.

Dos casos confirmados, 66,9% (10.839/16.185) concentraram-se nas faixas etárias entre 20 e 59 anos e o sexo feminino foi predominante em todas as faixas etárias à exceção de até 14 anos. Ao todo, já foram confirmados neste ano oito óbitos por chikungunya, sendo dois do sexo masculino e seis do sexo feminino, residentes nos municípios de Fortaleza (5) , Beberibe (1), Caucaia (1) e Pacajus (01).

Foram notificados 1.330 casos suspeitos de zika, destes 9,9% (132/1.330) foram confirmados e 22,4% (299/1.330) foram descartados. Do total de casos notificados 34,1% (454/1.330) foram em gestantes e 2,8% (13/454) dos casos foram confirmados.

A Sesa informou, por meio de nota, que vem realizando uma série de ações contra o mosquito transmissor das doenças, o Aedes aegypti. A Pasta vem atuando com formação de brigadas em instituições públicas e privadas, enviando equipes e equipamentos de pulverização aos municípios, além de telas de nylon para os municípios.

(Diário do Nordeste)

Defesa de Temer desiste de recurso no STF que pedia suspensão de inquérito


A defesa do presidente Michel Temer desistiu nesta segunda-feira (22) do recurso no qual solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão das investigações relacionadas ao presidente. A medida foi tomada após o anúncio de que a Corte autorizou a Polícia Federal a realizar uma perícia no áudio entregue pelo empresário Joesley Batista em seu depoimento de delação premiada.

De acordo com um dos representantes de Temer, o advogado Gustavo Guedes, após o deferimento de perícia, a defesa está satisfeita e não quer mais o julgamento do recurso. Guedes também anunciou que a defesa contratou uma perícia particular para analisar o áudio. Segundo o advogado, foram encontrados "70 pontos de obscuridade no material".

“A defesa do presidente apresentou petição dizendo agora: nos sentimos atendidos com o deferimento da perícia [oficial] e a partir desse laudo que nós juntamos agora, que nos dá segurança, nós queremos agora que isso se resolva o mais rapidamente possível”, disse.

A abertura do inquérito sobre Temer por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça foi autorizada pelo ministro Edson Fachin na quinta-feira (18), a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Segundo o Ministério Público Federal, em encontro com o empresário Joesley Batista, Temer deu aval para que ele continuasse a pagar uma espécie de mesada ao ex-deputado Eduardo Cunha e ao doleiro Lúcio Funaro, ambos presos, para que continuassem em silêncio. O áudio da conversa, gravada por Joesley, foi disponibilizado na última quinta-feira (18).

No fim de semana, em pronunciamento à nação, Temer anunciou um recurso ao Supremo, questionou a legalidade da gravação e disse que há muitas contradições no depoimento de Joesley, dono do grupo JBS, como a informação de que o presidente teria dado aval para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha, que está preso em Curitiba. Temer classificou a gravação de clandestina, manipulada e adulterada, "com objetivos nitidamente subterrâneos".

(Agência Brasil)

Procuradoria denuncia Lula por corrupção e lavagem no sítio de Atibaia


A força-tarefa da Operação Lava Jato denunciou nesta segunda-feira, 22, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do Sítio de Atibaia, interior de São Paulo. Além do ex-presidente, também foram denunciados outros 12 investigados.

A denúncia refere-se à propina de pelo menos R$ 128.146.515,33 pagas pela Odebrecht, em quatro contratos firmados com a Petrobrás, bem como a vantagens indevidas de R$ 27.081.186,71, pagas pela OAS, em três contratos firmados com a estatal.

A Procuradoria da República, no Paraná, acusa Lula de ‘estruturar, orientar e comandar esquema ilícito de pagamento de propina em benefício de partidos políticos, políticos e funcionários públicos com a nomeação, enquanto presidente da República, de diretores da Petrobrás orientados para a prática de crimes em benefício das empreiteiras Odebrecht e OAS’.

A denúncia do Ministério Público Federal atribui ao petista ‘propina para o seu benefício próprio consistente em obras e benfeitorias relativas ao sítio de Atibaia custeadas ocultamente pelas empresas Schahin, Odebrecht e OAS’.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Chuvas no Ceará estão abaixo do esperado para o mês de maio

Até esta segunda-feira (22), o estado acumula 41 milímetros de chuvas. Média do mês é de 90 milímetros.

Pouca chuva se reflete nos açudes secos no Ceará (Foto: Jonathan Lins/AL)
Faltando pouco mais de uma semana para o fim de maio, o Ceará acumula 41 milímetros de chuva no mês de maio, até esta segunda-feira (22), de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). A média histórica do mês é de 90 milímetros, conforme o órgão.

Em maio, as chuvas estão 50% abaixo do esperado, conforme a Funceme. Caso maio seja encerrado com poucas chuvas, será o segundo mês seguido com chuvas abaixo da média histórica. Em março, o volume de chuva acumulado foi de 204 milímetros, um a mais que a média do período.

A pouca chuva registrada no Ceará nos últimos meses se reflete na pouca água nos açudes.

Com distribuição espacial irregular, os grandes açudes do Ceará continuam com baixa reserva de água. Atualmente, os 153 reservatórios do estado encontram-se, em média, com apenas 12,6% de sua capacidade de armazenamento. O principal açude que abastece Fortaleza, o Castanhão, com apenas 5,9% de sua capacidade de armazenamento.

De acordo com a Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), apenas 10 açudes estão com a capacidade máxima de armazenamento; 104 estão com volume abaixo de 30%; 38 estão operando em volume morto e 17 estão completamente secos. Atualmente, 94 das 184 cidades do Ceará estão em situação de emergência por causa da falta de água.

(Do G1 CE)

Eleições diretas. PSB deixa a base de Temer e defende renúncia

Após a delação da JBS, partidos começaram a deixar a base aliada do Governo. O Podemos (antigo PTN) foi o primeiro. Agora, executiva do PSB também decide se afastar

Partido ocupa atualmente o ministério de Minas e Energia, com Fernando Coelho Filho
Foto: Valter Campanato/ABR
Com 35 deputados federais e sete senadores, o PSB é o terceiro partido a decidir sair da base aliada do governo Michel Temer (PMDB). A decisão foi tomada em reunião da Comissão Executiva Nacional do partido realizada na manhã de ontem, em Brasília.

Além de fazer oposição e pedir a renúncia do presidente, o partido passará a defender a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para a realização de eleições diretas no caso de vacância do cargo da Presidência da República. Informação foi confirmada pelo secretário-geral do PSB, José Renato Casagrande.

A debandada após as delações da JBS contra o Governo pode ser maior. O deputado federal Domingos Neto (PSD-CE) disse ao O POVO que o PSD, que possui 37 deputados, ainda aguarda novos desdobramentos para tomar uma decisão. “Todos os partidos estão mais ou menos na mesma e marcando uma reunião de bancada com a executiva do partido terça à tarde em Brasília”.

A preocupação de Domingos é com o atraso no calendário de aprovação das reformas, que está suspenso. “Espero que possamos chegar numa solução rápida.

A maior gravidade de todos é a do Ceará. Difícil avaliar, todos os partidos estão avaliando nesse momento para poder chegar numa posição no início da semana”, diz.

Outros partidos

Com bancada de 13 deputados, o PTN foi o 1º partido aliado a anunciar oficialmente, na quinta-feira, 18, o rompimento com o governo Temer. A sigla afirmou que assume posição de "independência", devendo entregar cargos que possui no governo. O principal é a presidência da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Já o PPS chegou a anunciar saída da base, mas voltou atrás. Logo que as delações da JBS foram divulgadas, o ministro da Cultura, Roberto Freire (PPS), entregou o cargo. O PSDB também deve sair da base aliada do Governo. Até porque deputados do partido protocolaram pedido de impeachment assinado por pelo menos sete parlamentares.

Do O POVO Online

PF começou perícia em gravação de Joesley com Temer

Leia todas as perguntas enviadas pela defesa de Temer para serem respondidas pela perícia

A gravação feita pelo empresário Joesley Batista de conversa com o presidente Michel Temer já está em poder da Polícia Federal para ser periciada. A PF já recebeu os questionamentos feitos pela defesa do presidente Temer que serão respondidos pela perícia. A PGR também fez questionamentos. Os peritos oficiaram a Procuradoria-Geral da República pedindo o equipamento utilizado por Joesley para fazer a gravação – o que é considerado fundamental para a conclusão da análise.

A defesa do presidente vem questionando os áudios desde que jornais levantaram questionamentos sobre as gravações. Perícia encomendada pelo Estadão apontou 14 cortes no áudio da conversa de Temer com o empresário. O material foi entregue por Joesley aos procuradores como prova do que disse em sua delação premiada.

Não há prazo para a conclusão da perícia.

Veja as perguntas feitas pela defesa de Temer:

1- As desgravações veiculadas pelos meios de imprensa correspondem à integralidade da conversa reproduzida no áudio?

2- Qual o tempo de duração do áudio?

3- É possível identificar a supressão de palavras ou expressões na gravação, ou que tenham sofrido adulteração que lhes modificou o sentido real?? Na hipótese de resposta afirmativa, pode-se apontar os momentos respectivos da gravação?

4- Pelo nome do arquivo, ou pelos seus metadados, é possível identificar a marca, modelo e o sistema de gravação do aparelho utilizado?

5- Qual o formato do arquivo de áudio? Este tipo de arquivo possui alguma proteção contra edições e manipulações? É possível manipular este tipo de arquivo com relativa facilidade?

6- O aparelho utilizado foi resguardado e mantido em cadeia de custódia, conforme determinam os POP’s?

7- No início da gravação ouve-se um áudio que parece ser uma transmissão de rádio. É possível identificar em que horário e quanto tempo durou esta transmissão?

8- No final do áudio, ouve-se nova transmissão de rádio, é possível identificar o horário em que foi realizada esta transmissão?

9- O jornal “Folha de São Paulo” na edição do dia 20 do corrente, afirma que após uma perícia, o Sr. Ricardo Caires dos Santos, perito judicial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo foram identificadas 50 edições no áudio. É possível aponta-las?

10- O jornal “O Estado de São Paulo”, com base em perícia do Sr. Marcelo Carneiro de Souza, identificou 14 “fragmentações” no mesmo áudio. É possível identificá-las?

11- Há momentos de ruído alto no áudio, é possível identifica-los e apontar a razão de tais ruídos?

12- Esses ruídos podem ter sido incluídos na gravação para mascarar cortes ou edições?

13- A frase “tem que manter isso, viu” dita pelo presidente Michel Temer é imediatamente precedida por qual frase de seu interlocutor?

14- O nome do arquivo identifica uma data. Esta data coincide com o dia do diálogo? Pelo sistema de gravação, se identificado, é comum o salvamento automático com a data do dia de gravação? Se não coincidir é possível afirmar que houve adulteração no nome do arquivo?

15- De acordo com a gravação a ser periciada, é possível analisar a porcentagem de participação de cada interlocutor no diálogo? Em resposta afirmativa, qual seria esta divisão?

(O Estado de São Paulo)

Governo do Ceará entrega novo trecho da CE-166 e assegura Centro de Educação Infantil em Jucás

Foto: Nívia Uchôa
A população da Região Centro-Sul do Estado recebeu nesta sexta-feira (19), 22 quilômetros de pavimentação da rodovia CE-166, que liga a sede do município de Jucás ao distrito do Mel. A estrada vai viabilizar o escoamento da produção agrícola e leiteira para grandes centros da região e, principalmente, trazer desenvolvimento para Jucás e municípios vizinhos como Cariús. A entrega foi feita pelo governador Camilo Santana, que na oportunidade assinou ordem de serviço autorizando a construção de um Centro de Educação Infantil (CEI), para atender crianças do município.

A rodovia está totalmente pavimentada e sinalizada e recebeu serviços de proteção ambiental, terraplenagem e revestimento asfáltico e contou com investimentos de R$ 19.810.460,94, do Tesouro Estadual.

"Essa é uma obra, a qual me orgulha muito, pois vai beneficiar agricultores e agropecuaristas, que a partir de agora terão mais facilidade de negociar seus produtos. Vou trabalhar agora para asfaltar o trecho que liga o distrito de Mel a Acopiara", afirmou o governador Camilo Santana.

O prefeito de Jucás Raimundo Luna fez agradecimento especial a Camilo. "Governador, você entra para a história de Jucás e do distrito de Mel com essa obra. Há décadas nosso povo desejava essa rodovia", disse o prefeito.

A obra faz parte do programa Ceará de Ponta a Ponta, que prevê um investimento de R$ 1.917.247.180,73 em todo o estado, levando melhorias para 2.063,31 km de rodovias, entre obras de restauração, pavimentação e duplicação. O programa garante aos motoristas vias mais seguras e confortáveis para o deslocamento, além de proporcionar um melhor escoamento da produção agrícola e de mercadorias.

Para o produtor rural Edgar Palácio, 30, a população do distrito de Mel está realizada, uma vez que com a chegada do asfalto, a facilidade será maior para transportar o leite e muitos outros produtos que produzem. "Quando a estrada era de terra batida levávamos até 50 minutos pra chegar em Jucás. Agora o mesmo percurso é feito em apenas 20 minutos", afirmou Edgar Palácio.

Centro de Educação Infantil

Ainda nesta sexta-feira (19), o governador Camilo Santana assegurou, também em Jucás, um espaço adequado para o aprendizado e desenvolvimento das crianças. O novo Centro de Educação Infantil (CEI) poderá atender até 208 crianças que estão na faixa de 0 a 5 anos. O prédio será composto por quatro salas de aula, laboratório de informática, refeitório, cozinha, berçário, fraldário, dormitório, copa, recepção e playground. A obra será supervisionada pela Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), por meio do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE).


O investimento é da ordem de R$ 1,1 milhão, proveniente do Governo do Ceará, de empréstimo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e contrapartida do município.

O equipamento faz parte do pacote de investimentos que assegura a construção de 54 espaços educacionais com o mesmo padrão. Os recursos são da ordem de R$ 70,8 milhões e integram o Programa de Ampliação da Oferta Municipal de Educação Infantil. Além disso, outros 65 Centros estão assegurados para as crianças cearenses. Ao todo, o Estado ganhará 119 CEIs.

Até agora, 19 CEIs já foram inaugurados. Os municípios beneficiados são: Aquiraz (2), Iguatu (2), Quixeramobim (1), Sobral (3), Tauá (2), Varjota (2), Tianguá (3), Guaraciaba do Norte (1), Viçosa (2) e Itaitinga (1).

Com esse investimento, o governo estadual expande as possibilidades de atendimento ao público infantil, que passa a contar com um ambiente qualificado para a aprendizagem, por meio de jogos e atividades interativas.

Minha Casa Minha Vida

Na tarde desta sexta-feira, o governador Camilo Santana participou da entrega de 781 unidades do conjunto residencial São Sebastião I e II, em Juazeiro do Norte. "É muito gratificante ver a alegria de tantas famílias ao realizar o sonho da casa própria. Também no Cariri, temos mais de 1.500 unidades para serem inauguradas em Barbalha e no Crato nos próximos dias", citou Camilo Santana.

Da Assessoria de Comunicação do Governo do Estado do Ceará

Convocação de novas eleições pode vir antes do esperado

Tribunal Superior Eleitoral tem precedente sobre o assunto

(Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)
Caso o presidente Michel Temer seja cassado pelo TSE, a convocação de novas eleições pode ser marcada sem a necessidade de se aguardar a decisão definitiva da condenação.

O TSE já teve esse entendimento, em novembro de 2016, em um caso do Rio Grande do Sul.

A corte julgou o recurso de um candidato com três condenações, que teve o registro negado para prefeito de Salto do Jacuí (RS).

Com isso, o Tribunal Regional Eleitoral local, do Rio Grande do Sul, convocou nova eleição suplementar para o município, após considerar inconstitucional a expressão “trânsito em julgado” prevista no parágrafo 3º do artigo 224 do Código eleitoral.

As informações são do Anuário da Justiça Brasil 2017, da editora ConJur. A publicação será lançada no Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, no dia 31 de maio.

(Do Radar On-Line/Veja Online)

Caminhoneiro atropela e mata homem que iria socorrê-lo em estrada; veja perseguição

De acordo com a PRE, o suspeito exigiu R$ 500 para liberar o casal. Sem sucesso, ele teria amarrado uma das vítimas e a atropelado; vídeo registra perseguição após o crime


Um homem foi atropelado e morto na tarde deste domingo (21), na CE-060, na altura da cidade de Mombaça, no interior do Ceará, após estacionar para prestar ajuda a um caminhoneiro que estava parado no acostamento da via pedindo ajuda.

De acordo com o delegado da Delegacia Regional de Senador Pompeu, William Lopes, Rosivaldo de Souza Mota e Antônia Ivaneide Rodrigues Carvalho decidiram ajudar André Jesus Sousa com um R$ 50 para o combustível. Além disso, o próprio ajudante foi até o posto para realizar a compra.

“Quando ele voltou do posto, o agressor pediu que cada uma das pessoas ficasse de um lado do caminhão para verificar outro possível problema, foi aí que ele feriu a mulher com uma barra de ferro”, explica Lopes.

Agressão 

Logo após agredir a mulher, André Sousa foi até o homem para espancá-lo. Com as duas vítimas feridas, ele as amarrou e colocou dentro do caminhão. Para verificar se ninguém tinha visto, segundo o delegado, ele desceu novamente e, neste momento, Rosivaldo conseguiu se desvencilhar.

“O homem, com ajuda da namorada, conseguiu se desamarrar e desceu do veículo, mas o agressor percebeu, subiu no caminhão novamente e fugiu com a mulher dentro do carro, foi ai que aconteceu o acidente”, relata o titular da delegacia de Senador Pompeu.

Após ser atingido pelo caminhão, a vítima não resistiu e morreu no local. Já a companheira dele, mesmo com as pernas amarradas, conseguiu sair do veículo metros depois. Uma viatura da Polícia Militar que passava pelo local empreendeu uma perseguição e prendeu o suspeito. Após ser levado para a delegacia de Senador Pompeu, ele foi encaminhado para a cadeia de Mombaça, cerca de 300 quilômetros de Fortaleza.

Veja o vídeo da ação policial:


Fonte: Diário do Nordeste

domingo, 21 de maio de 2017

Governo reduz equipe da Lava Jato e corta verba da PF

Foto: Dida Sampaio/Estadão
Sob o governo do presidente Michel Temer (PMDB) e suspeitas de interferência política, a Polícia Federal reduziu a equipe destacada para a força-tarefa da Operação Lava Jato, em Curitiba, e contingenciou 44% do orçamento de custeio previsto para 2017.

É o primeiro corte expressivo no efetivo de investigadores, nos três anos do escândalo Petrobrás, que revelou um megaesquema de cartel e corrupção que abasteceu nos últimos 13 anos os cofres dos partidos da base e da oposição dos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Deflagrada em março de 2014, a Lava Jato é a maior e mais longeva operação de combate à corrupção da PF, realizada em conjunto com o Ministério Público Federal e a Receita Federal.

Suas descobertas levaram para a cadeia empresários como Marcelo Odebrecht, Eike Batista, o banqueiro André Esteves, ex-ministros como José Dirceu e Antonio Palocci, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e colocou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pela primeira vez, no banco dos réus. O escândalo ainda criou as condições para o impeachment da presidente Dilma Rousseff – cassada em agosto de 2016 –  e, agora, ameaça o mandato de Temer.

Origem das apurações de desvios na Petrobrás, a equipe da Lava Jato, em Curitiba, era composta por nove delegados federais até o início de 2017, que atuavam exclusivamente no caso. Hoje, quatro delegados cuidam dos cerca de 180 inquéritos em andamento e há a intenção de se acabar com a atuação exclusiva deles para a força-tarefa.

“Será o fim da Lava Jato”, afirmou um membro da força-tarefa, em Curitiba, sob a condição de não ter o nome revelado.

No início do ano, o efetivo total chegou a ser de quase 60 policiais – entre delegados, agentes e peritos. Hoje, não passa de 40 e sem atuação exclusiva.

A redução de verbas da PF – geral para toda corporação – atinge diretamente as equipes das força-tarefas da Lava Jato, em Curitiba, Brasília e Rio. Ela decorre do corte geral dos gastos da União e vale para todos os ministérios, que podem aplicar internamente o contingenciamento, segundo seu planejamento

A previsão do Orçamento da União de 2017 para o Ministério da Justiça – área em que a PF está subordinada – é de R$ 13 bilhões.

A Polícia Federal tem previsão de R$ 6 bilhões, sendo R$ 4,7 bilhões com pessoal e R$ 1 bilhão para custeio, que engloba “operações de prevenção e repressão ao tráfico de drogas e a crimes praticados contra a União e a manutenção do Sistema de Emissão de Passaportes”.

Com cortes no custeio, o efetivo diminui e há um reflexo direto nas apurações, pois há menos estrutura para as mega operações. Corta-se diárias de equipes deslocadas, passagens aéreas, combustível para as viaturas, manutenção das aeronaves, entre outras.

Na prática, a direção-geral da PF também deixou de obrigar as superintendências regionais a liberarem policiais para atuarem na Lava Jato.

Um reflexo desse esvaziamento na equipe da PF é a redução de deflagração de operações ostensivas. Com 40 fases de buscas e prisões desencadeadas nesses três anos de escândalo, as últimas operações foram realizadas por iniciativa do Ministério Público Federal – antes, elas eram intercaladas.

“O investimento já é quase zero. O custeio é para movimentar a máquina. Vai paralisar as atividades. Em um orçamento que já é pequeno, cortar 44%, vai parar”, afirma o presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF), o delegado Carlos Eduardo Sobral.

“O contingenciamento é sempre uma espada no nosso pescoço, que o governo pode usar a qualquer tempo, e com isso, paralisar as nossas atividades, em razão da nossa falta de autonomia orçamentária financeira.”

A notícia de cortes no orçamento da PF colocou em alerta procuradores da Lava Jato, em Curitiba, Brasília e Rio. Em reservado, eles avaliam que as medidas caracterizam interferência direta do governo Temer para tentar frear os avanços das investigações.

(Estadão)

OAB decide entrar com pedido de impeachment de Michel Temer

Entidade deve protocolar a solicitação na Câmara dos Deputados nos próximos dias. Reunião do Conselho Federal durou quase 8 horas

Reunião foi convocada após entidade ter acesso aos autos do processo
 que investiga Temer no STF. Foto: 
Eugênio Novaes/OAB
O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil decidiu, na madrugada deste domingo 21, apoiar o impeachment de Michel Temer e formular um pedido a ser protocolado na Câmara dos Deputados nos próximos dias.

Representantes dos 26 estados e do Distrito Federal participaram de uma reunião extraordinária convocada pelo presidente da entidade, Claudio Lamachia, após as delações de executivos da JBS, que resultaram na instauração de um inquérito contra o presidente por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça.

A sessão que decidiu pelo impedimento durou quase oito horas. Temer já possui ao menos oito pedidos de impeachment protocolados pela oposição na Câmara.

De acordo com uma comissão especial, o peemedebista prevaricou ao não informar às autoridades competentes a admissão de crime por Joesley Batista, quando o dono da JBS afirmou ter sob o seu controle dois juízes e um procurador da Lava Jato, e faltou com o decoro ao se encontrar com o empresário sem registro da agenda e prometido agir em favor de interesses particulares. O parecer foi lido pelo relator Flávio Pansieri.

A Lei do Servidor Público prevê, em seu artigo 116, que é um dever levar as irregularidades de que tiver ciência em razão do cargo ao conhecimento da autoridade superior ou, quando houver suspeita de envolvimento desta, ao conhecimento de outra autoridade competente para apuração.

"Estamos a pedir o impeachment de mais um presidente da República, o segundo em uma gestão de 1 ano e 4 meses. Tenho honra e orgulho de estar nessa entidade e ver a OAB cumprindo seu papel, mesmo que com tristeza, porque atuamos em defesa do cidadão", disse Lamachia. Ele enfatizou que convocou a reunião somente após ter acesso aos autos do processo que investiga Temer no Supremo Tribunal Federal.

Fonte: Carta Capital

Mais da metade dos municípios do Ceará têm epidemia de arboviroses: dengue, chikungunya e zika

Ceará apresenta incidência de 943,5 ocorrências por cada 100 mil habitantes. OMS considera nível epidêmico mais de 300 casos por 100 mil habitantes.


Mais da metade dos municípios do Ceará – 93 de 184 municípios têm nível epidêmico de arboviroses – dengue, chikungunya e zika - de acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (19), pela Secretaria de Saúde do Estado. O número representa 50,53% do toral de municípios com nível epidêmico de arboviroses. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera nível epidêmico quando uma cidade ou região tem mais de 300 casos da doença para cada 100 mil habitantes.

De acordo com a Secretaria de Saúde, os municípios em situação mais crítica são General Sampaio (5.536,9/100.000/hab), Catarina (4.987,9), Baturité (4.096,3), Reriutaba (3.912,3), Milagres (3.725, 4), Farias Brito (3.448,8), Jaguaribara (3.062,5), Acarape (3.015,0), Tejuçuoca (2.624,4), São Gonçalo do Amarante (2.623,9), Uruoca (2.352,9). No Ceará, a incidência de casos das arboviroses está em 943,5 ocorrências por cada 100 mil habitantes.

O cálculo foi feito, segundo a Secretaria de Saúde, pela soma dos casos notificados de dengue, chikungunya e zika dividido pela população do município e expresso por 100.000 habitantes. A 22ª Coordenadoria Regional de Saúde – constituída pelos municípios de Beberibe, Cascavel, Chorozinho, Horizonte, Ocara, Pacajus e Pindoretama – se encontra em situação mais alarmantes com 1.885,6 casos de arboviroses por grupo de 100.000 habitantes.

Dengue

Em 2017, foram notificados 35.647 casos de dengue no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), correspondendo a uma taxa de incidência no Estado de 397,7 casos por 100 mil hab., distribuídos em 96,7% (178) dos municípios. Foram confirmados 8.133 casos em 114 dos municípios. Os casos confirmados estão distribuídos em todas as faixas etárias, mostrando uma concentração de 66,1% dos casos nas idades entre 15 e 49 anos, e o sexo feminino corresponde a 53,8% dos casos.

Entre os municípios com maior incidência de casos, destacam-se Alto Santo, Brejo Santo, Farias Brito, Iracema, Tabuleiro do Norte e Jaguaribara. Três pessoas morreram em decorrência da doença nos municípios de Fortaleza, Maracanaú e Juazeiro do Norte.

Chikungunya

Em 2017, a taxa de incidência dos casos suspeitos de chikungunya no Ceará é de 530,9 casos por 100 mil habitantes. Em todo o Ceará foram notificados 47.591 casos, da doença, dos quais destes, 16.185 (34,0% ) foram confirmados e Dos casos confirmados, 10.839 (66,9%) concentraram-se nas faixas etárias entre 20 e 59 anos e o sexo feminino foi predominante em todas as faixas etárias à exceção das idades até 14 anos.

Em 2017, foram confirmados oito mortes por chikungunya, sendo dois do sexo masculino e seis do sexo feminino, com idades entre 10 dias e 89 anos, residentes nos municípios de Fortaleza (5), Beberibe (1), Caucaia (1) e Pacajus (1).

Zika

Em 2017, foram notificados 1.330 casos suspeitos de zika, dos quais 132 foram confirmados. De acordo com a Secretaria de Saúde do Ceará, há concentração de 77,4% (1.030) de casos notificados na faixa etária de 15 a 49 anos e o sexo feminino é predominante em 75,8% (1.009) das notificações. Do total de casos notificados 34,1% (454) foram em gestantes e 2,8% (13) dos casos foram confirmados. Os municípios do Estado que confirmaram casos em gestantes foram Brejo Santo, Caucaia, Icó, Independência, Fortaleza, Maracanaú e Uruoca.

(Do G1 CE)

sábado, 20 de maio de 2017

Michel Temer faz novo pronunciamento e reafirma: "continuarei à frente do Governo”

Presidente pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão do inquérito aberto contra ele por corrupção, obstrução de justiça e formação de organização criminosa. "Essa gravação clandestina foi manipulada e adulterada com objetivos nitidamente subterrâneos”, ponderou.
Presidente aumenta o tom e desqualifica provas do delator Joesley Batista, um 
dos donos da JBS, citando que irá pedirá ao Supremo Tribunal Federal (STF)
 a suspensão do inquérito aberto contra ele. É o segundo pronunciamento
 de Michel Temer em 48 horas. ( AFP )
O presidente Michel Temer (PMDB), na tarde deste sábado (20) informou, em novo pronunciamento, que irá solicitar a suspensão do inquérito ao Supremo Tribunal Federal (STF) aberto contra ele por corrupção, obstrução de justiça e formação de organização criminosa. Após o discurso, a defesa protocolou o pedido no Supremo.

Já no início da noite deste sábado, o ministro do STF Luiz Edson Fachin decidiu levar ao plenário do Supremo a análise da petição da defesa do presidente Michel Temer em sessão que será realizada na próxima quarta-feira (24). O ministro também autorizou a perícia no áudio apresentado pelo dono da JBS Joesley Batista.

Antes da decisão do relator da Lava Jato, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, havia pedido que o STF dê sequência ao inquérito. De acordo com o PGR, há uma contradição no pedido do advogado do presidente "visto que o inquérito existe justamente para a apuração dos fatos e para a produção de evidências, dentre elas perícias técnicas".

O fundamento de defesa é que: o áudio de gravação da conversa dele com Joesley Batista, dono da JBS, estaria com cortes e edições. “Por esse fundamento, não existe crime para ser investigado (...) A gravação é fraudulenta (...) Essa gravação clandestina foi manipulada e adulterada com objetivos nitidamente subterrâneos”, ponderou.

E enfatizou: "Levou muitas pessoas ao engano e trouxe essa grave crise ao Brasil, por isso no dia de hoje estamos entrando com petição no Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender o inquérito proposto até que seja verificada em definitivo a autenticidade das gravações".

Temer questiona e desqualifica delator 

Criticando diretamente o acordo de delação dos irmãos Batista, Wesley e Joesley, do grupo JBS, o presidente comentou: “nem aqui eles estão; esses criminosos fugiram para o exterior em absoluta segurança”. Temer disse que Joesley "é um conhecido um falastrão exagerado".

"O autor do grampo está livre e solto, passeando pelas ruas de Nova York [...]. Não passou nenhum dia na cadeia, não foi preso, não foi julgado nem punido. E pelo visto não será", desqualificou sobre o acordo firmado entre Joesley e a Procuradoria Geral da República (PGR).

Encontro admitido 

O presidente admitiu que se encontrou com Joesley na noite do dia 7 de março, mas nega qualquer teor criminoso da reunião. Temer disse que Joesley queria apresentar suas demandas e que o recebeu como recebe "diversos setores da sociedade brasileira". Assim, ele reforçou a tese de que é vítima de uma conspiração do grupo JBS, que teria tentado negociar vantagens pessoais com o presidente sem sucesso.

Voltou a citar que não “comprou silêncio” de quem quer que seja. "Tenho crença nas instituições brasileiras e nos seus integrantes. Devo registrar que é interessante quando os senhores examinam os depoimentos, os senhores verificam que a conexão de uma sentença a outra diz: 'Estou comprando o silêncio de um deputado e estou dando dinheiro a ele'. A frase é 'Estou me dando bem', e eu digo: 'Mantenha isso, viu?'. Por isso, devo dizer que não acreditei na narrativa do empresário de que teria segurado juizes etc.".

No final, voltou a comemorar resultados positivos do Governo e relatou a importância da aprovação das reformas da Previdência e Trabalhista. “O Brasil não sairá dos trilhos. Eu continuarei à frente do Governo”.

O pronunciamento deste sábado (20) é o segundo em 48 horas, desde a última quinta (18), quando o presidente disse com tom enfático e, duas vezes: "não renunciarei". Na primeira ocasião, Temer falou à nação por pouco mais de 2 minutos. Hoje, foram mais de 12 minutos.

Perícia e pedido de suspensão 

A defesa do presidente Michel Temer havia ingressado na tarde de hoje com pedido de suspensão de inquérito aberto no STF contra o peemedebista por corrupção, obstrução de justiça e formação de organização criminosa.

A petição foi apresentada pelo escritório do advogado criminalista Antonio Claudio Mariz de Oliveira, amigo do presidente. Nela, foi questionada a validade de gravação feita pelo empresário Joesley Batista em conversa com o peemedebista e solicitada a nomeação de um perito para analisar o conteúdo apresentado.

Na petição, é anexada reportagem da Folha de S.Paulo em que Ricardo Caires dos Santos, perito judicial pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, aponta em laudo que a conversa entre Temer e Joesley sofreu mais de 50 edições. O advogado do presidente avalia ainda como "precipitada e temerária" a acusação de que o peemedebista teria cometido crime de corrupção passiva.

Fonte: Diário do Nordeste

Chove em 27 municípios do Ceará neste sábado; Cariri registra maiores precipitações

Os dados são do site da Funceme. Em Fortaleza (posto Castelão) choveu 8,2 mm

Em Fortaleza choveu 8,2 mm (Foto: O POVO)
Neste sábado, de acordo com dados da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), choveu em 27 municípios cearenses. As chuvas mais intensas foram registradas nos municípios de Lavras de Mangabeira (posto Arrojado) e Cedro, no Cariri, com 69 e 40,6 milímetros (mm) respectivamente.

Outras cidades, com as precipitações mais intensas, foram em Ipaumirim (posto Canaúna – 30 mm), Parambu (posto Canabrava – 26 mm), Maracanaú (posto Maracanaú – 25 mm), Baixio (posto Baixio – 24mm) e em Aurora (posto Aurora – 21mm). Em Fortaleza (posto Castelão) choveu 8,2 mm.

Para este sábado, a previsão é de nebulosidade variável com possibilidade de chuva durante esta manhã, e nos períodos tarde e noite, céu parcialmente nublado. No domingo, 21, entre a madrugada e a manhã, nebulosidade variável com possibilidade de chuva. Ao longo do dia, céu parcialmente nublado.

Do O POVO Online

Especialista recomenda que grávidas evitem se expor ao risco de contágio da chikungunya

Até abril, o número de pacientes no Ceará já chegava a 3.690 casos em 2017. Principal efeito são dores nas articulações

Transmissão do vírus da chikungunya de mãe para o feto ocorre
 geralmente no fim da gestação (Foto: Divulgação)
Após a epidemia nacional causada pela zika em 2016, o estado do Ceará e a cidade de Fortaleza atravessam desde janeiro deste ano a epidemia da chikungunya, segundo a Câmara Técnica de Infectologia do Conselho Regional de Medicina. A doença chegou registrar um aumento de 722% nas confirmações de casos da doença, em apenas dois meses, no período compreendido entre a primeira semana de fevereiro e a penúltima semana de março, de acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

Somente até meados do último mês de abril, a Capital já confirmou o registro de 3.690 casos e um óbito por causa da doença. Em 2016, o Ceará contabilizou 29.837 confirmações de casos da doença, sendo a capital cearense a cidade com o maior número de casos em todo o estado, acumulando 17.393 casos.

Os sintomas mais comuns da doença são dores intensas nas articulações, febre alta e dor de cabeça na região dos olhos. Transmitida pelo mesmo mosquito causador da dengue e da zika, o Aeds aegypt, a chikungunya causa preocupação pela falta de informações sobre o agravo e as complicações da doença.

Risco para as grávidas?

A chikungunya causa dúvidas se seus efeitos sobre as mulheres grávidas seriam os mesmos causados pela zika, doença responsável pelo nascimento de milhares de crianças com microcefalia no ano passado. Ou seja, além da zika, as mulheres que estão grávidas ou planejando gerar um filho em breve adquiriram mais uma preocupação.

Até o presente momento, não há evidências científicas que provem a associação entre o vírus chikungunya e a microcefalia, porém, segundo o especialista em medicina reprodutiva Daniel Diógenes, a infecção pela febre chikungunya em mulheres grávidas pode ocasionar o nascimento de bebês com a infecção.

“A mãe pode passar a doença para o filho, caso seja contagiada nos dias prévios ou no momento do parto. Portanto, a recomendação para as gestantes é que adotem medidas de proteção contra o mosquito Aedes aegypti ao longo de todo o período da gravidez. Enquanto o maior risco de transmissão da zika ocorre nos primeiros três meses de gestação, no caso da chikungunya, a transmissão para o feto geralmente acontece quando a mãe adoece já no fim da gestação”, explica o especialista.

Ainda segundo Daniel, o vírus não é transmitido pelo leite materno. O perigo é que, no caso dos recém-nascidos, os sintomas da doença são mais graves. Os bebês podem ter hemorragias mais intensas, maiores alterações na pele, febres mais altas, convulsão e inflamação no cérebro, que pode levar ao coma e até à morte.

Fonte: Tribuna do Ceará

Lula diz que Temer tem que ‘sair logo’ e defende eleições diretas

Lula fez o primeiro pronunciamento público após o escândalo das delações da JBS
(Arquivo/
AFP)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse neste sábado que Michel Temer tem que deixar o cargo “logo”, e considerou que seu substituto deve ser definido por eleições diretas.

“Nós queremos que o Temer saia logo, mas não queremos um presidente eleito indiretamente”, disse Lula durante a posse dos novos integrantes do diretório municipal do PT em São Bernardo do Campo, São Paulo.

“O que queremos é uma eleição direta!”, proclamou Lula, que, segundo as pesquisas de opinião, era o favorito, semanas atrás, para vencer as eleições presidenciais de outubro de 2018, apesar das investigações por corrupção.

Este foi o primeiro pronunciamento do ex-presidente desde o escândalo das delações da JBS.

Lula disse que “o golpe” que pôs fim, em 2016, ao mandato de sua sucessora, Dilma Rousseff, revelou-se “uma mentira” e levou o país à crise atual.

Depois de convidar os presentes a comparecer neste domingo à Avenida Paulista para pedir eleições diretas, Lula, 71, indicou, pela primeira vez, que talvez não possa se candidatar novamente, porque isto “vai depender de muita coisa”.

O ex-sindicalista, 71, disse que o fará apenas se “a Justiça e sua saúde” permitirem.

(AFP)

Perito detecta 14 'cortes' em áudio de conversa entre Temer e Joesley Batista

Técnico não vê, no entanto, 'fragmentações' no intervalo em que Eduardo Cunha é citado

Foto: Divulgação
O perito extrajudicial e judicial Marcelo Carneiro de Souza afirmou nesta sexta-feira, 19, ao Estado ter identificado “fragmentações” em 14 momentos na gravação, isto é, pequenos cortes de edição no áudio da conversa entre o presidente Michel Temer (PMDB) e o empresário Joesley Batista, dono da JBS. A constatação vai ao encontro da suspeita levantada pelo advogado criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira sobre a integridade do material. “Soubemos que a fita foi editada e isso é gravíssimo”, afirmou Mariz ao Estado.

O detetive, que afirmou ter feito um exame premiliminar, não encontrou cortes entre o 6.º e o 12.º minutos, o intervalo de tempo em que se falou sobre o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). “Para se chegar a uma conclusão definitiva, é necessário analisar o material onde a mídia foi armazenada, nesse caso, o gravador. Verificar se esse material foi devidamente acondicionado ou se, por exemplo, ficou largado em algum local que poderia danificá-lo. Precisaria fazer uma transcrição fiel. E, para ter certeza da identidade dos dois locutores, o ideal ainda seria fazer um exame de confronto de voz”, disse Souza.

Os 14 trechos em que o perito encontrou possíveis edições estão entre o 14.º minuto e o 34.º minuto do áudio. “Na despedida dos dois, inclusive, há um corte grotesco, que um amador poderia perceber”, disse o perito.

O perito e professor da Unicamp, Ricardo Molina, que disse não ter ouvido o áudio inteiro, criticou outros pontos, como a mudança no nome do arquivo original. “Não é saudável trocar o nome do arquivo justamente para saber de qual gravador saiu”, afirmou Molina.

Questionado se o “corte” de algum trecho da conversa teria sido feito pela Procuradoria-Geral da República, Mariz preferiu a cautela e disse que jamais levantaria suspeitas sem provas. “A perícia vai nos dar indícios tanto sobre a edição quanto sobre a autoria. Quando soubermos, não teremos escrúpulos em denunciar”, declarou o advogado.

(O Estado de S.Paulo)